Yuri Martins é Campeão do Evento #51 da WSOP

Por: 24/06/2019

Yuri Martins conquistou o sexto bracelete brasileiro da WSOP e embolsou US$ 213 mil.

yuri martins wsop 450Talvez seja um dos raros casos onde se tenha uma sensação de justiça no poker. Considerado um dos melhores jogadores do país, o craque Yuri Martins conquistou a glória ao faturar o Evento #51 ($2.500, Mixed Omaha Hi-Lo 8 or Better, 7-Card Stud Hi-Lo 8 or Better) da WSOP, na reta de ontem, e se tornou o sexto brasileiro dono de um bracelete da série.

A vitória de Yuri teve contornos dramáticos, com o curitibano chegando a ficar na verve da eliminação ao ficar com menos de dois big blinds. Porém, uma boa corrida de cartas permitiu a partida ao título.

“Estava com uma corrida de cartas ruim, mas depois que fiquei com um blind e meio a sorte mudou e passei a ganhar todos os potes, muitos deles sem showdown. Então, quando eu tinha três milhões, ou cerca de metade das fichas em jogo, estava super confortável. Todos os outros estavam short stacks e comecei a pressionar, e funcionou”, explicou o campeão ao site da WSOP.

A vitória de Yuri valeu US$ 213.750, e o jogador se aproxima da marca de US$ 1 milhão em prêmios em torneios ao vivo. Seu recorde pessoal segue sendo o vice-campeonato no Main Event do WCOOP, em 2014, quando o craque foi vencido por Fedor Holz e faturou US$ 708 mil.

O Evento #51 da WSOP registrou 401 entradas e distribuiu US$ 902.250 em prêmios.

RESULTADO MESA FINAL EVENTO #51 WSOP 2019

1- Yuri Martins (Brasil): US$ 213.750
2- Michael Thompson (EUA): US$ 132.113
3- Denis Strebkov (Rússia): US$ 89.744
4- Andrey Zaichenko (Rússia): US$ 62.176
5- Dan Zack (EUA): US$ 43.950
6- Philip Long (Reino Unido): US$ 31.710
7- Alex Livingston (Canadá): US$ 23.362
8- Daniel Ratigan (EUA): US$ 17.584

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

CONHEÇA O BARALHO DE QUATRO CORES MAISEV PARA JOGOS AO VIVO.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker