Ao assistir desafio entre Negreanu e Polk, Doyle Brunson afirma que é o fim do No-Limit Hold’em

Por: 28/11/2020

Para Doyle Brunson o poker jogado atualmente perdeu sua essência 

Doyle BrunsonUma das figuras mais emblemáticas do poker, Doyle Brunson, publicou em seu Twitter uma mistura de espanto e indignação com a forma que Daniel Negreanu e Doug Polk jogam em sua disputa de heads-up.

Acho que a partida entre Polk e Daniel é o fim para o NLH. Eu não tinha ideia de que esse novo jeito era tão forte. Qualquer jogador seria louco de jogar, a menos que conheça a informação. Nunca pensei que diria isso.

A crítica não foi exatamente direcionada aos dois craques, mas sim à nova forma como o NLH vem sendo jogado. Para Doyle Brunson, um dos mais proeminentes jogadores da velha guarda do poker, o jogo se resumiu a calcular porcentagens e fazer a jogada matematicamente correta.

O post provocou várias respostas da comunidade, ninguém realmente discordando do velho texano, mas procurando mostrar que esse é um caminho natural para certas modalidades como escreveu o próprio Polk:

Isso vai acontecer lentamente em todos os jogos. Não é como se isso não fosse possível para mixed games. O poker não é um jogo em que os humanos possam vencer os computadores.

Já para Phil Galfond e Negreanu o uso das ferramentas só potencializou aqueles jogadores que já estavam aptos a vencer:

No início, você jogava mão após mão para aprender sobre equidades. Nos meus tempos, tínhamos calculadoras e pokertracker eq. Os solucionadores são a próxima ferramenta. Com acesso às mesmas informações, alguns jogadores são muito mais fortes do que outros, como sempre foi. Você ainda precisa jogar poker!

Acho que a maior diferença hoje é o conjunto de habilidades. “Talento natural” não é tão útil em comparação com bons hábitos de estudo.

E você, o que pensa sobre o assunto, o poker perdeu mesmo sua essência?

 

Para comprar ou vender créditos de poker, sem burocracia e com segurança. Acesse a ROYALpag.com. Receba em 5 minutos.

Alex Resende

Alex Resende

Envolvido com tecnologia desde muito jovem, encontrei nas ciências biológicas minha verdadeira vocação. Aprecio no poker a atmosfera e toda a gama de variáveis que uma pessoa tem que lidar a cada jogada.

Salas de Poker