Ryan Riess Derrota Jay Farber na WSOP e é o Campeão Mundial de Poker de 2013

Por: 06/11/2013

Há menos de 1 ano, o americano Ryan Riess era dealer na sua cidade natal, em Michigan. Ninguém poderia prever que uma despretensiosa viagem com um amigo para um torneio no estado vizinho o levaria ao título mundial ao derrotar Jay Farber no heads-up do Main Event e conquistar o onírico bracelete da WSOP e o grande prêmio de US$ 8.3 milhões.

Ryan Riess começou o heads-up com uma pequena desvantagem, e viu seu oponente colocar bastante pressão no começo da noite.

Ele diminuiu a diferença de Farber com uma série de aumentos e c-bets ao receber boas mãos no pré-flop. A sorte começou a sorrir para Riess quando ele achou um A no river segurando AK no bordo A-8-4-7 para obrigar Farber a foldar um 74 em um grande pote.

Jay Farber apresentou suas armas algumas mãos depois em um belo blefe no river, com 65 no bordo 3-3-7-2-9, obrigando Ryan Riess a foldar Q7 e conquistando um pote de quase 60 milhões de fichas. O blefe deu mais um pouco de confiança a Farber, e até surgiu uma brincadeira quando este perguntou: “Você quer saber o que eu tinha, ou descobrir daqui a cinco minutos?” (quando poderia perguntar a seus amigos, que veriam a mão na transmissão ao vivo). Riess esperou, foi informado do blefe adversário e parabenizou Farber, mas não se abalou com a situação.

A virada para Ryan Riess aconteceu quando ele conseguiu extrair muitas fichas com JJ em um board baixo, atingindo uma liderança de 2-1. E a partir de então usou suas fichas para colocar pressão, chegando a atingir a diferença de 10 para 1 em fichas, fazendo Jay Farber suar para diminuir a distância, agora já sem a determinação que mostrou no começo da disputa.

Com 150 milhões de fichas contra 40 milhões de Farber, um all-in logo ocorreu no bordo T-9-7, mas os telespectadores nem puderam desfrutar da emoção já que os dois apresentaram as mesmas cartas: T-8.

Jay Farber

Entretanto, o mesmo não ocorreria no all-in seguinte, quando todas as fichas foram para o centro com K-5-Q na mesa. Um check-raise all-in de Jay Farber foi pago por Ryan Riess, que mostrou K-T e ficou perto do título ao ver o J-T do seu adversário precisando de um dos oito outs – que surgiu com um 9 no turn que dobrou o stack de Farber e lhe garantiu uma sobrevida.

Um flush no river ainda deu mais emoção ao confronto, com Farber diminuindo a diferença em fichas ao ver Riess pagar com Q high.

Mas todas as coisas devem terminar, e o heads-up chegou ao final na mão 261, quando Jay Farber apostou suas últimas 14 milhões de fichas com Q5 e Ryan Riess pagou com AK. O flop 4JT  deu esperanças a Jay Farber, que precisava de um 5 para continuar na disputa pelo título, mas o turn 3 e o river 4 encerraram o sonho do amador de derrotar o profissional e repetir o feito de Chris Moneymaker contra Sam Farha em 2003.

Jay Farber leva US$5.1 milhões pelo segundo lugar, um belo incremento para quem tinha pouco mais de US$ 20 mil em premiações.

Já Ryan Riess entra para a história do poker ao conhecer a restrita graça de se tornar campeão do mundo. Além do bracelete, com valor estimado em US$ 500 mil, Ryan conquista US$ 8.3 milhões pela vitória no Main Event da WSOP.

Com sete dias de duração antes da mesa final, o Main Event da WSOP teve premiação total de US$ 59 milhões e 6.352 jogadores, incluindo vários brasileiros como Bruno Kawauti, nosso melhor representante terminando na 15ª posição.

Veja abaixo como foi a mão que consagrou Ryan Riess como campeão mundial de poker de 2013:

 

Resultado final do Main Event da World Series of Poker:

1º – Ryan Riess: US$ 8.3 milhões

2º – Jay Farber: US$ 5.1 milhões

3º – Amir Lehavot: US$ 3.7 milhões

4º – Sylvain Loosli: US$ 2.7 milhões

5º – JC Tran: US$ 2.1 milhões

6º – Marc McLaughlin: US$ 1.6 milhão

7º – Michiel Brumellhuis: US$ 1.2 milhão

8º – David Benefield: US$ 944 mil

9º – Mark Newhouse: US$ 733 mil

 

 

Na Loja MaisEV você encontra tudo que é necessário para, um dia, ser campeão mundial, assim como Ryan Riess.


Veja mais:

Salas de Poker