Viktor Blom Explica Porque Não Jogou a WSOP

Por: 31/07/2014

Copa do Mundo foi um dos fatores que fez Viktor Blom evitar a World Series of Poker neste ano.

 

Em uma entrevista recente ao site Nutblocker, Viktor Blom revelou o motivo pelo qual deixou de participar da World Series of Poker deste ano, entre outros assuntos como o momento mais marcante de sua carreira.

Em relação à World Series of Poker, Viktor Blom explica que a Copa do Mundo teve grande impacto na sua decisão de não participar do mundial.

“Eu não fui à WSOP neste ano porque prefiro estar na Suécia do que em Las Vegas durante o verão. Além disso, a Copa do Mundo ocupou boa parte do meu tempo e ajudou a preencher as lacunas de quando não há ação nos cash games”.

Quando questionado sobre o momento que mais o marcou no poker,  a resposta de Viktor Blom foi impressionante, já que esperava-se que ele falasse sobre alguma de suas muitas mãos e sessões milionárias.

“Além de atravessar upswings de milhões de dólares, eu diria que meu momento mais memorável no poker até agora foi quando comecei a jogar. estava jogando um torneio de small stakes (custava $6 ou $11) e cheguei na mesa final. Meus amigos estavam assistindo e foi emocionante chegar tão longe”.

“O maior erro que vejo em jogadores de small stakes é não saber quando parar de jogar. A maioria dos jogadores de small stakes tem a mentalidade de que pararão de jogar se estiverem vencendo e continuar jogando se estiverem perdendo. Na minha opinião deveria ser o contrário”.

Apesar de não haver notícias sobre a participação de Viktor Blom em apostas paralelas, ele também revela que não só faz apostas como é um grande perdedor.

“Não sei qual foi o valor exato da maior aposta paralela que já fiz, mas sei que estou com muito prejuízo nessas apostas”.

Viktor Blom

O fenômeno sueco também deu conselhos para jogadores que tem dificuldades em superar grandes perdas no poker.

“Pra desestressar de uma sessão perdedora, eu gosto de curtir com os amigos. Nós não falamos sobre poker e eu tento fazer algo completamente diferente. Acho que a melhor maneira de superar uma perda é fazer algo que tire o poker da sua cabeça completamente”.

No final, Viktor Blom deu o que segundo ele é o maior conselho que pode dar a um jogador de poker, e que não foge ao que todo grande jogador de sucesso já sabe.

“Se eu pudesse voltar no tempo e aconselhar a mim mesmo (ou qualquer outro jogador querendo ser vencedor no longo prazo), seria ter um gerenciamento de bankroll que se enquadre nas suas necessidades e respeitá-lo.

Você precisa adequá-lo às suas necessidades específicas para que não corra o risco de quebrar. Você também precisa jogar sempre com um limite de perdas, para que quando perder aquela quantia em um único dia não sofrer grandes impactos no seu bankroll.

O último conselho que dou é que você deve parar de jogar se sentir que está indo muito mal. Se você não estiver se sentindo bem no jogo, mesmo que você só tenha perdido dois buy-ins, é melhor parar. Algumas vezes simplesmente não é o seu dia e você estará no caminho da destruição não importa o que fizer”.

 

Clique aqui para ler a entrevista completa (em inglês) no site Nutblocker.

 

Siga o MaisEV no Twitter e curta nossa página no Facebook.

 

Confira os melhores livros de estratégia de poker na Loja MaisEV.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker