Entrevista – Ícaro “Maneh” Bombonato

Por: 17/12/2008

Ícaro Bombonato: Tenho 26 anos, moro em Andradas, uma cidade pequena do Sul de Minas, sou um cara bem divertido e comigo nunca tem tempo ruim. Fora o poker, eu pratico voo-livre, especificamente o paraglider ou parapente, além de caminhar com meus cachorros e curtir com minha mulher. No poker, atualmente tenho jogado NL100 profissionalmente, dado coach p/ Small Stakes, geralmente NL25 e NL50 e também tenho feito vídeos para a Universidade do Poker.

MaisEV: Há quanto tempo você joga poker? Seu início foi difícil? Como você construiu o seu bankroll?

Ícaro Bombonato: Jogo real money desde Setembro de 2006, comecei nos SnG com um deposito de $50 após ler uns 3 livros e jogar play money, cheguei a uns $130 e quebrei… Depois depositei mais $100, estudei mais e desde então nunca mais depositei novamente. Construi meu BR basicamente nos SnG ateh uns $750, quando resolvi assinar uma escola de poker. Como na época o Pokerxfactor tinha uma taxa de adesão muito alta e meu BR não podia aguentar, resolvi assinar a CardRunners, mesmo sabendo que era mais específica para Cash Games. Vi uns 80 vídeos no primeiro mês e resolvi migrar para NL25 com um BR já “confortável” de 30 buy-ins.
MaisEV: Você se considera um jogador tight ou loose? Quão agressivo?
Ícaro Bombonato: Tenho jogado bem loose ultimamente, mas estou fazendo uns ajustes para ficar mais tight, principalmente fora de posição. Acho que até o flop eu sou bem agressivo, mas no turn e no river eu preciso melhorar um pouco minha agressivade.
MaisEV: Quais são as suas maiores qualidades no game?

Ícaro Bombonato: Acho que leitura de mãos e saber jogar em posição.

MaisEV: Qual foi o seu melhor resultado jogando poker?

Ícaro Bombonato: Acho que uns 12 buy-ins em Cash Game em uma tarde.

MaisEV: Você já teve um mês “down” no poker? Como foi essa experiência?

Ícaro Bombonato: Já tive dois meses break-even e não foi muito agradável, por isso acabei tendo que descer da NL200 para NL100.

MaisEV: Como é a sua rotina atualmente?

Ícaro Bombonato: Rotina sempre foi um problema para mim e ultimamente venho tentando conseguir ter uma. Hoje estou tentando acordar até umas 10:30 e fazer coisas que me permitam ter a tarde e o comeco da noite livres para jogar, como ir ao clube, ver algum vídeo, ler o fórum e por ai vai.

MaisEV: Qual(is) jogador(es) estrangeiros você admira e por quê? E brasileiros?

Ícaro Bombonato: Estrangeiros são: Taylor Caby (GreenPlastic/GP) e Cole South(CTS). O GP porque foi o instrutor da CardRunners que eu mais me identifiquei quando assinei o site e que praticamente eu “tentava imitar” qquando comecei nos cash games. Devo ter visto todos os 80 vídeos dele em um mês ou pouca coisa mais que isso logo que assinei o site. E o CTS, pelos vídeos que ele tem feito ultimamente. Apesar de serem poucos, dá pra ver que o cara é muito acima do nível dos outros instrutores.
No Brasil eu não tenho “ídolos”, mas respeito e gosto de vários jogadores. O Akkari, Raul e CK, como não poderia deixar de ser, pois eles que deram um empurrão no poker brasileiro. E no Cash eu respeito e curto vários jogadores do fórum, no qual a maioria deles eu tenho uma amizade boa.

MaisEV: Você já leu livros sobre poker? Quais lhe trouxeram mais benefícios?

Ícaro Bombonato: Já li alguns, mas não sei dizer ao certo quais. Também não terminei de ler vários outros. Acho que a soma de todos os livros, dá uma boa base nos fundamentos do jogo, não muito mais que isso; Mas se tivesse que indicar algum para quem está comecando, iria de No Limit Holdem Theory And Pratice (NLHTP).

MaisEV: Você usa algum software de poker? Se sim, qual?

Ícaro Bombonato: Uso o HoldemManager, o SpadeEye e o Poker Stove.

MaisEV: Se você tivesse que dar um único conselho para um iniciante, qual seria?

Ícaro Bombonato: Pegue um coach assim que puder.

MaisEV: Se você tivesse que começar hoje do zero a sua carreira, com um bankroll de $150 dólares, como o faria? O que jogaria e em o que investiria? E se o bankroll fosse de $1000 dólares?

Ícaro Bombonato: Acho que jogaria NL10. Não investiria em nada, apenas tentaria aproveitar todos os bônus e promoções possíveis. Com um BR de $1000 eu jogaria nl50 e adotaria a mesma linha de investir em bônus e promoções.

MaisEV: Qual é o jeito mais rápido de aprender a jogar poker?

Ícaro Bombonato: Coach, vídeos, fóruns e livros, respectivamente.

MaisEV: Você já fez alguma loucura com o dinheiro ganho jogando poker? Faria-a novamente? Como você gasta e administra as suas finanças atualmente?

Ícaro Bombonato: Nenhuma loucura, mas também nunca deixei de fazer nada que eu quisesse. Eu também estou procurando melhorar nisso, pois eu nunca me preocupei muito em controlar as coisas, se eu tenho vontade de fazer/comprar algo, eu vou e faço e depois eu vejo como vou pagar hehehe.

MaisEV: O que você pretende fazer daqui pra frente na sua carreira de jogador de poker? Onde você se vê daqui a 3 anos?

Ícaro Bombonato: Evoluir cada vez mais e subir os limites. Daqui 3 anos eu espero estar jogando e batendo limites bem mais altos e acho que se eu estiver bem estabilzado ao menos na NL1K eu vou estar satisfeito. Aliás, quero conseguir isso bem antes dos 3 anos e vou me dedicar pra isso.

MaisEV: Como você conheceu o MaisEV? E que parte(s) do MaisEV você mais gosta/freqüenta e porquê?

Ícaro Bombonato: Conheci o MaisEV desde que foi criado pelo Roberto Riccio, que me chamou pra conhecer o fórum e ser moderador. Ultimamente frequento mais a seção de Cash Games.

MaisEV: Mande uma mensagem aos usuários do MaisEV.

Ícaro Bombonato: ShipShipMacGrip!
Quem não gostou tá de All-in na próxima!


Veja mais:

Salas de Poker