Caso de “ghosting” leva a perda de título do WCOOP 2018, com prêmio de $1.3 milhão

Por: 02/03/2020

Campeão do Main Event do WCOOP 2018, wann2play usou de prática ilegal e perdeu o título

wann2play wcoop ghosting 450Depois de dois anos, o jogador argentino Ezequiel Waigel conseguiu justiça pela denúncia na mesa final do Main Event do World Championship of Online Poker (WCOOP) de 2018, na época vencido pelo jogador holandês wann2play.

Ao chegar no heads-up, Ezequiel “exe88888” Waigel percebeu grande diferença no estilo de jogo do campeão em relação a momentos antes do torneio, quando restavam ainda 100 jogadores na disputa.

Após terminado o evento, ele conversou com amigos e foi aconselhado a entrar em contato com o PokerStars, que congelou a conta de wann2play e o prêmio de US$ 1.352.967 enquanto investigava o caso. A conclusão chegou na última quinta-feira, 27, quando o a sala informou que o prêmio seria dividido entre os participantes.

O título de campeão foi transferido para o argentino Ezequiel Waigel, que também ganhou mais US$ 272.000, além dos US$ 1.257.203 que havia conquistado pelo segundo lugar.

Esta é a segunda vez na história do WCOOP que um vencedor perde o título por desrespeitar os termos do PokerStars. Em 2007, a sala bloqueou os US$ 1.2 milhão ganhos por Mark Teltscher, que venceu o Main Event jogando na conta de sua irmã, Natalie Teltscher.

A prática de ghosting é conhecida e condenada por toda a comunidade de jogadores, e acontece quando um jogador assume um torneio no lugar de outro, geralmente em retas finais.

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.
Danilo Telles

Veja mais:

Salas de Poker