Super Treta: Entenda o Desacordo Entre Doug Polk e Fernando Habegger

Por: 24/07/2018

Fernando Habegger acusou empresa de Doug Polk de dívida de US$ 90 mil.

doug-polk-fernando-habegger-450Pode pegar a pipoca, prezado leitor.

O assunto mais em voga nos últimos dias reúne Doug Polk, jogador de high stakes, youtuber e um dos donos do site Upswing Poker, e Fernando Habegger, suíço conhecido pelo screen name JNandez87 e especialista em Pot-Limit Omaha.

A série de acusações entre os dois reúne promessas, dívidas, xingamentos e permite aos espectadores uma leve bisbilhotada nos bastidores de um dos negócios mais conhecidos do poker online.

A ideia desta matéria é trazer um resumo (de mais de hora e meia de vídeo), para que os leitores tirem as suas próprias conclusões sobre quem está certo e quem está errado.

AS ACUSAÇÕES DE FERNANDO

2015 – Fernando é convidado por Doug Polk para realizar vídeos para a sua escola online com um percentual de 25% do faturamento bruto. Por ser um fã de Doug, ser relativamente desconhecido do cenário e com desejo de projetar uma carreira no meio como instrutor, Fernando aceita o acordo mas afirma que não vai criar apenas um tipo de curso, e sim que planeja criar mais produtos no futuro e que irá rever o percentual para 50% ou 75%, acordo que ele diz que Doug parece, em sua opinião, ter aceitado.

2017 – Fernando grava o curso PLO University, que tem um valor de US$ 999 e é lançado no Upswing em abril de 2017. Ele voa para Las Vegas para acompanhar o lançamento do curso e descobre que Joey Ingram, sócio da Upswing e com grande presença na comunidade de poker, tem um acordo de 25% sobre cada afiliado (que abre conta na escola através dos seus links) e que o valor de 25% destinado a Fernando é abatido desse percentual. Ou seja, ao invés de receber 25% dos US$ 999 (~US$ 250), Fernando descobre que receberá 25% dos US$ 749 (~US$ 187,50) remanescentes.

Com estimativa de 300 vendas do curso, o programa se mostra um sucesso e são vendidos cerca de mil assinaturas. Fernando recebe cerca de US$ 200 mil ao longo de seis meses.

Outubro 2017 – Fernando tem um novo produto, o PLO Lab, e contrata um funcionário para ajudá-lo na produção de vídeos com a promessa de um pagamento de 20% do que receber da Upswing. A Upswing envia um contrato aumentando a porcentagem de Fernando para 30% e não de pelo menos 50%, como teria sido acordado. Por conta da proximidade da data de lançamento, Fernando aceita mas mostra-se insatisfeito com a continuidade do acordo de afiliados de Joey Ingram, que desta vez receberá 25% da assinatura mensal de US$ 100, em um novo modelo de negócios. Dos 140-180 assinantes do novo produto através dos links de Joey, apenas 5 não haviam adquirido o primeiro produto de Fernando. Fernando acha injusto pagar duas vezes uma cota de afiliado pelos mesmos clientes.

Fernando mostra-se insatisfeito com o acordo e Joey diz que a única solução possível é sair da Upswing Poker, o que é impossível, para Joey. Fernando lê o contrato e percebe que pode sair da companhia a qualquer momento. Avisa os donos da Upswing e recebe ameaças de que ele cairá no ostracismo e que a sua reputação será afetada a ponto de não trabalhar com mais ninguém da indústria. Durante uma ligação com os donos, Doug diz que ele não pode sair da companhia, até ser informado por Matt Coleta, um dos sócios, de que o contrato não é de longo prazo e que ele pode, sim, abandonar o barco.

Fernando decide costurar uma estratégia de aviso aos clientes da sua saída junto com a Upswing Poker mas é cortado dos grupos da empresa de todas as mídias sociais e Doug Polk faz o anúncio antes, sem aviso, e de forma enviesada.

Após cumprir os três meses previsto no contrato para a sua saída (uma espécie de aviso prévio), Fernando espera receber cerca de US$ 90.000, de acordo com os seus cálculos, mas a Upswing chega um número bem diferente, de US$ 1.200.

Morando na Suíça e tendo que brigar judicialmente nos Estados Unidos, Fernando decide não enfrentar a corte devido a distância, custos e ao tamanho da Upswing, e aceita o crédito de US$ 1.200, que afirma ainda não ter recebido.

AS RESPOSTAS DE DOUG POLK

Doug respondeu as acusações com um vídeo demonstrando documentos e screen shots.

Segundo ele, o curso PLO University vendeu US$ 650 mil e rendeu comissão de US$ 57 mil para afiliados. Do valor de US$ 650 mil, Fernando recebeu US$ 162.720.

Já do curso PLO LAB, Fernando teve direito a US$ 84.714, totalizando US$ 247.434.

Os pagamentos foram realizados através do PayPal, de US$ 122.777, e US$ 93.764 foram depositados na conta de Fernando no Banco Credit Suisse, restando a este um crédito de US$ 30.893.

Do valor total, houve US$ 75.402 em reembolsos, sendo Fernando responsável por US$ 22.620 (30%). Com US$ 8.272 de diferença, Doug subtraiu os US$ 1.272 pagos a Fernando e informou que os US$ 7 mil restantes, segundo ele, referem-se à compras teste do sistema. Doug não apresentou os comprovantes exatos desses números. Outro ponto que chama a atenção é que Doug não levou em consideração os números de Joey Ingram. Uma vez que cabe o desconto de Fernando referente aos reembolsos, também deve caber um débito a Joey. “Eu não olhei os números de Joey” disse Doug.

Durante os mais de 30 minutos de vídeo Doug avisa que irá processar Fernando e que pode, inclusive, buscar o ressarcimento de todo e qualquer valor pago devido à quebra de confidencialidade, prevista em contrato.

Abaixo, os dois longos vídeos, além de um podcast de Joey Ingram e Doug Polk sobre o tema.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

CONHEÇA O BARALHO QUATRO CORES MAISEV, IDEAL PARA JOGOS AO VIVO.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker