[VIDEO] Run It Once Poker faz seu primeiro teste de jogo a dinheiro real

Por: 18/09/2018

Sala de Phil Galfond, Run It Once abriu as portas para um breve teste real de cash games

Run-It-OnceO tão aguardado Run It Once Poker, sala de poker do jogador profissional Phil Galfond, fez seu primeiro teste aberto com jogo a dinheiro real.

O teste foi realizado na quinta-feira, 13 de setembro, com jogadores convidados dentre aqueles que se inscreveram no site, e durou três horas.

Neste tempo, os jogadores puderam fazer depósitos reais (recebendo um crédito de €30 em depósitos de €10, como agradecimento pela participação, e usar este valor em mesas de cash game.

Estavam disponíveis mesas com limites €0.05/€0.10 six-max, nas modalidades No-Limit Hold’em e Pot-Limit Omaha. Com apenas estas possibilidades, o lobby apareceu bastante simples, mas que já permitiu ver o design claro e amigável da sala. Ao selecionar o jogo, também foi possível ver o número máximo de seis mesas e um buy-in fixado de 100 big blinds.

Durante as três horas de teste, os jogadores puderam experimentar os principais diferenciais da sala em relação aos concorrentes: os avatares dinâmicos, e os nomes aleatórios.

Os avatares dinâmicos são a maneira do software – que não permitirá softwares HUD – de indicar o estilo de jogo de seus oponentes na mesa. Conforme você for jogando com aquela pessoa, o software mostrará expressões faciais estilizadas referentes à imagem que se tem daquele jogador: alguém que jogou poucas mãos terá um avatar dormindo, outro que jogou agressivamente terá um avatar raivoso.

O software também permitirá que se faça marcações de cores e anotações sobre os adversários, mas estas só ficarão disponíveis por quatro horas.

Os nomes dos jogadores também são selecionados aleatoriamente nas mesas. Um oponente com o nome “Rusty F” pode ser mostrado como “Jim T” para outro jogador.

Outros diferenciais são a falta de chat, substituído por um simples envio de emojis, e a falta de uma opção de sit out, fazendo com que a única maneira de ficar fora das mãos é deixar esgotar-se o tempo. Também foi notório que não havia a possibilidade de redimensionar as mesas, nem um hand replayer para o histórico de mãos.

Além do teste, Phil Galfond falou em seu blog sobre o lançamento da sala, declarando que não conseguirá cumprir a meta de lançamento ainda neste ano, por estar “buscando a perfeição”.

 

 

Fonte: Pokerfuse

 

 Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

CADASTRE-SE AGORA NO PARTYPOKER ATRAVÉS DESTE LINK E CONCORRA A PRÊMIOS SENSACIONAIS NO CORRIDA DE PONTOS

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.
Danilo Telles

Veja mais:

Salas de Poker