Polícia Civil investiga jogador que deu golpe de R$ 5 milhões em cavaladas no poker

Por: 31/07/2020

Dentista de Brasília prometia até 15% de retorno nos torneios mas deu o golpe e mudou para os EUA

Ferrari CaliforniaUma prática comum no meio do poker profissional se tornou alvo de uma investigação da Polícia Civil do Distrito Federal após um jogador dar um golpe de aproximadamente R$ 5 milhões.

Segundo reportagens do Planalto em Pauta e do programa sensacionalista Cidade Alerta, a história começou quando o dentista Hiroshi Tanaka Júnior convenceu um grupo de oito empresários da elite brasiliense a investirem em suas habilidades no poker, prometendo retorno entre 8% e 15% sobre seus ganhos.

De fato, a famosa cavalagem é prática recorrente no poker e faz parte da economia do jogo profissional. Para muitos jogadores, representa uma chance de jogar retas e séries de torneios que de outra maneira não seriam possíveis, não por falta de aptidão, mas apenas por questões de bankroll. Não seria exagero dizer que todos os jogadores profissionais de poker fazem uso da cavalagem, seja investindo em jogadores ou vendendo parte de sua ação em eventos.

Infelizmente, como em qualquer atividade que envolva dinheiro, há sempre alguém disposto a se aproveitar de outros, e este parece o caso de Hiroshi Tanaka Júnior, figura recorrente nos clubes de poker e, principalmente, home games de Brasília.

Ainda segundo a reportagem, um dos alvos de Hiroshi chegou a investir R$ 760 mil nas retas do jogador mas, por não se tratar de mídia especializada em poker, não há detalhes de quais torneios ou mesas seriam jogados.

“Realmente, ele é extremamente articulado e convincente. Demonstrava saber jogar poker. Resolvi investir nele e fiz transferências bancárias que variavam de R$ 100 mil a R$ 200 mil por diversas vezes”, contou a vítima, anonimamente, ao site Metrópoles.

Sempre que questionado por seus investidores, Hiroshi dava novas promessas de lucro fácil, também no mercado financeiro e reforçava que precisava de mais dinheiro para investir. Mas, em vez de pagar seus apoiadores, o dentista preferia desfilar pelas ruas da capital em uma luxuosa Ferrari Califórnia, estimada em R$ 850 mil. O automóvel está registrado no nome de um amigo e foi colocado a venda em uma concessionária de luxo.

Apesar de parecer sensacionalista, a história foi confirmada ao MaisEV por jogadores regulares de Brasília, que também preferiram permanecer anônimos.

“O Hiroshi jogava um home game de R$ 50/R$ 100 e R$ 100/R$ 200, jogo com figurões de Brasília. Sempre jogava cavalado e chegou a vender ação para um PCA (PokerStars Caribbean Adventures), jogou torneio de US$ 1.000 lá”, disse nossa fonte.

O caso é investigado pela 19ª Delegacia de Polícia, que indica que Hiroshi Tanaka Júnior saiu do país às pressas e agora encontra-se em Orlando, nos Estados Unidos. O delegado do departamento tenta agora identificar outras pessoas prejudicadas pelo jogador.

Caso precise comprar fichas para as principais salas de poker, indicamos a DM Créditos

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker