PokerStars Processa Erick Lindgren em US$ 2,5 Milhões

Por: 04/02/2015

Dívida herdada pelo PokerStars foi contraída pelo Full Tilt, que enviou dois cheques do mesmo valor a Erick Lindgren.

O PokerStars, através de sua controladora, a Rational FT Entreprises, entrou com uma ação na Corte Federal dos Estados Unidos no último dia 30 contra Erick Lindgren. A empresa pede o ressarcimento de US$ 2,5 milhões.

A maior parte do valor foi creditada a Erick erroneamente. O Full Tilt enviou um cheque de US$ 2 milhões como pagamento por sua relação com a sala e, uma semana depois, enviou um cheque de mesmo valor. Valor que Erick não devolveu e utilizou.

Outros US$ 531.807 serviram como empréstimo para que o jogador participasse de torneios e promovesse a sala.

Eick Lindgren dois braceletes da WSOP, dois títulos do WPT e uma carreira com mais de US$ 9 milhões em ganhos. Mas, apesar dessa soma toda, parece que será difícil para o PokerStars reaver seu dinheiro. Erick tem um histórico de vício em apostas esportivas, e chegou a dar entrada em clínicas de reabilitação a fim de tratar o problema. Em 2012 ,ele entrou com pedido de falência na justiça americana, processo que passa por uma detalhada auditoria em que são calculados os ativos e passivos do requerente.

full tilt erick lindgren

Erick fez parte do time de pros que recebiam royalties do Full Tilt.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Clique aqui e veja livros com histórias curiosas sobre o mundo do poker.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker