Phil Hellmuth Lança Sua Autobiografia “Poker Brat” Durante a WSOP

Por: 15/06/2017

Em “Poker Brat”, Phil Hellmuth promete contar detalhes sobre sua vida dentro e fora dos feltros

pbabcover_pb500

Uma das maiores lendas do poker moderno e dono de 14 braceletes da WSOP, Phil Hellmuth, acaba de lançar sua autobiografia, “Poker Brat”, onde promete trazer a tona detalhes de sua vida pessoal e profissional ao longo dos últimos anos como um dos melhores jogador dos feltros mundiais.

Nas mais de 400 páginas de Poker Brat, Phil Hellmuth fala sobre a origem do apelido que lhe acompanha, sua família, o início no jogo e da sua carreira.

“Como consegui me tornar o “pirralho do poker”? Porque eu faço birra quando perco? Pior ainda, porque eu repreendo outros jogadores quando eles me batem em grandes potes? Trata-se de lutar por uma questão de auto-estima! Mas como é possível que eu sofra de baixa auto-estima?”

Quem vê o homem descontraído e vencedor hoje em dia, sentado nas maiores e mais importantes mesas de poker do mundo, não pode imaginar os traumas de infância do jovem Hellmuth.

“Participar da escola secundária foi … a pior experiência da minha vida! Meu primeiro ano foi um desastre … Eu não tinha namorada, eu tinha notas ruins e meus amigos iam e voltam, provavelmente porque eu era muito inseguro e sensível sobre as verrugas nas minhas mãos. Infelizmente, eu aprendi a esconder as costas das minhas mãos em todos os momentos durante a escola, porque eu tive o pior caso de verrugas nas mãos que eu já vi, ou mesmo que eu já ouvi falar. Literalmente, as costas de cada dedo nas duas mãos estavam cobertas de verrugas. Dizer que minhas mãos eram desagradáveis seria ser gentil “.

Além da obra recém lançada o jogador ainda esta trabalhando em mais três outros livros sobre estratégias de jogo que devem chegar ao público em breve.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

VEJA AQUI OS MELHORES ACESSÓRIOS PARA JOGAR POKER

Alex Resende

Alex Resende

Envolvido com tecnologia desde muito jovem, encontrei nas ciências biológicas minha verdadeira vocação. Aprecio no poker a atmosfera e toda a gama de variáveis que uma pessoa tem que lidar a cada jogada.

Veja mais:

Salas de Poker