Nick Petrangelo Lidera Mesa Final Fortíssima do $100K da WSOP

Por: 04/06/2018

Nick Petrangelo busca conquistar o quarto bracelete da WSOP em difícil mesa.

nick petrangelo 450A WSOP mal começou, mas um dos eventos mais prestigiados da série, o Evento #5 (US$ 100.000 High Roller Big Stacks, NLH), já está na sua mesa final.

E como o buy-in sugere, o torneio recebe apenas a nata – e um ou outro aventureiro – do poker mundial, e os nomes da mesa final não são diferentes.

A liderança é do craque americano Nick Petrangelo, que chega ao dia decisivo com 12.200.000 fichas, 61 big blinds quando o jogo recomeçar com os blinds em 100.000/200.000 big blind ante 200.000.

Logo em seguida aparece o fortíssimo Bryn Kenney, com 10.200.000 fichas. Se conquistar o título Bryn ultrapassa Phil Ivey e Fedor Holz na lista de maiores vencedores do mundo em torneios ao vivo. O americano Elio Fox, campeão do primeiro bracelete do ano da WSOP, é o terceiro colocado com 8.620.000, pouquíssimo a frente do alemão Andreas Eiler, que tem um stack de 8.490.000. O alemão Aymon Hata, que tem apenas US$ 300 mil em prêmios na carreira é o quinto colocado, com 7.280.000, e  embaixador do 888poker Stephen Chidwick completa os seis finalistas, com 5.740.000.

A mesa final de oito jogadores também teve as presenças de Jason Koon (7º- US$ 372.894) e Adrian Mateos (8º- US$ 295.066). O alemão Fedor Holz foi o bolha da FT, embolsando US$ 240.265 pelo nono lugar.

A mesa final será transmitida a partir das 18 horas (de Brasília), pelo Poker Go. Os seis já garantiram US$ 484.551 e o campeão irá embolsar US$ 2.910.227

 

Curta a página do MaisEV no Facebook siga-nos no Twitter

 

CONFIRA OS MELHORES ACESSÓRIOS PARA JOGAR POKER.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker