Daniel Negreanu defende recreativos em bate-papo com Jaimes Stample

Por: 03/03/2020

Para Daniel Negreanu a longevidade do poker passar pela valorização dos recreativos

daniel negreanu Daniel Negreanu foi o convidado do 15º Weekly Poker Showdown, um bate-papo sobre o jogo comandado pelo partypoker Team Pro Jaime Stamples. Durante o programa Negreanu abordou diversos assuntos como sua saída do PokerStars e a recente chegada ao GGPoker. O “Kid poker” também defendeu a valorização dos recreativos em detrimento dos profissionais. Segundo ele dados da indústria demonstram que os  amadores estão tendo cada vez menos sessões vitoriosas e por isso estão desistindo cada vez mais cedo. Para o canadense dono de mais de US$ 42 milhões de ganhos em torneios ao vivo os jogadores que depositam, e perdem, são o principal pilar do ecossistema do poker online e eles estão sendo espantados. O panorama feito pelo astro dos feltros sobre o cenário mundial de poker não se deteve a um só tópico, temas como quem é a nova geração de jogadores, high stakes onlinenegatividade da sociedade também foram debatidos. Para finalizar o entrevistado contou um pouco sobre sua vida pessoal e seu casamento, além de dar algumas dicas literárias. Veja a entrevista na integra:

 

08:00 Início da entrevista 09:30 Sonho com o Poker Pro 12:20 Master Class 15:00 Erros dos iniciantes 19:50 Nova geração de jogadores 24:40 Dicas de gerenciamento de bankroll 29:00 Mudança do PokerStars para o GGPoker 33:00 Competição estimula os negócios 35:00 Novos Jogadores ganham 39:00 Recreativos devem ser protegidos 41:30 Profissionais de poker como modelos 42:20 Mantenha os depositantes felizes 44:00 High stakes online desaparecendo 45:30 Jogos particulares nos cassinos 48:30 Gus Hansen e outros “maus jogadores” 50:20 Negatividade na sociedade 52:00 Torneio Privados 53:30 Planos pessoais 55:40 Vida conjugal 59:10 Dicas de livros 1:01:20 Hóquei no gelo

Alex Resende

Alex Resende

Envolvido com tecnologia desde muito jovem, encontrei nas ciências biológicas minha verdadeira vocação. Aprecio no poker a atmosfera e toda a gama de variáveis que uma pessoa tem que lidar a cada jogada.

Salas de Poker