Mesmo Com US$ 2,7 Mi em Ganhos em 2017, Negreanu Encerra o Ano no Vermelho, Entenda

Por: 02/01/2018

Daniel Negreanu divulgou saldo geral de 2017 e dos últimos cinco anos.

DANIEL NEGREANU 450O Team Pro PokerStars Daniel Negreanu não é apenas um dos jogadores de poker mais carismáticos do mundo, mas também um dos mais transparentes. E foi com muita transparência que o jogador divulgou seus resultados do último ano.

Com um bom desempenho na WSOP, onde o canadense fez quatro mesas finais e onze ITM’s, Negreanu também brilhou em torneios caros como o WPT Super High Roller, com buy-in de US$ 100.000, e no Super High Roller do Aria, de mesmo valor. No total, o craque faturou US$ 2.792.104 em 2017, mas o valor não foi suficiente para fechar o ano com saldo positivo. Foram US$ 2.874.164 gastos em buy-in, resultando em um prejuízo de US$ 86.140, um resultado “breakeven”, segundo o craque.

Tive um ano de resultados decentes, mas quando analiso os números percebo que fiquei breakeven. Acho que 2017 é uma ótima ilustração da ilusão de que um jogador faturar US$ 2 milhões no ano não pode ser considerado um grande feito. Antigamente, antes dos Super High Roller, fechar o ano com US$ 2 milhões em ganhos era garantia de um ano lucrativo. Mas a verdade é que se um jogador participa da agenda inteira de high rollers e puxa US$ 2 milhões, é praticamente certo que ele teve um ano negativo. E isso fora as despesas.

Para Negreanu, o resultado é considerado breakeven por conta da média dos buy-ins durante o ano. Foram 71 torneios disputados em 2017, com média de entrada de US$ 40.481.

O craque ainda afirmou que banca 100% dos seus torneios e que o resultado não leva em conta acordos com o PokerStars e com o Poker Central, onde recebe entradas ou parte do buy-in de determinados eventos. Com o Big One For One Drop retornando à grade da WSOP neste ano, ele pretende vender pelo menos 50% da ação no torneio.

RESULTADOS DE DANIEL NEGREANU ANO A ANO

2013
Eventos: 66
Cashes: 13
ITM % 19.7
Buy ins: US$ 1.211.883
Prêmios: US$ 3.203.423
Lucro: US$ 1.963.500
Média de Buy In: US$ 18.363
Ganho por hora: US$ 3.200

2014
Eventos: 56
Cashes: 13
ITM % 23.2
Buy ins US$ 3.183.926
Prêmios: US$ 10.284.090
Lucro: US$ 7.100.164
Média de Buy In: US$56.855
Ganho por hora: US$ 14.045

2015
Eventos: 49
Cashes 11
ITM % 22.4
Buy ins US$1.513.125
Prêmios: US$2.482.479
Lucro: US$ 952.920
Média de Buy In: US$ 30.880
Ganho por hora: US$3.388

2016
Eventos 49
Cashes: 10
ITM % 20.4
Buy ins US$ 1.546.355
Prêmios: US$300.431
Lucro: (-US$ 1.246.693)
Média de Buy In: US$31.558
Ganho por hora:(- US$ 3.097)

2017
Eventos: 71
Cashes: 21
ITM % 29.6
Buy ins US$ 2.874.164
Prêmios: US$2.792.104
Lucro: (-US$ 86,140)
Média de Buy In: US$ 40.481
Ganho por hora: (-$144)

TOTAL EM CINCO ANOS

Eventos: 291
Cashes: 68
ITM % 23.4
Buy Ins US$ 10.329.453
Payouts US$ 19.062.527
Lucro: US$ 8.733.074
Média de Buy In: US$ 35.496
Ganho por hora: (Horas 2.565) US$ 3.405

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

CONFIRA OS MELHORES LIVROS PARA TORNEIOS.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker