POLÊMICA: Mike Leah é Campeão do Main Event do WPT Fallsview em Acordo Incomum

Por: 14/02/2018

Título de Mike Leah foi decidido em acordo e gerou situação constrangedora.

mike leah campeao wpt fallsview 450O canadense Mike Leah desejava tanto vencer um Main Event do WPT que fez disso seu principal objetivo do ano. E logo em fevereiro, o craque conquistou o cobiçado título, mas em um acordo que gerou muita polêmica.

Na decisão contra o compatriota Ryan Yu, os jogadores optaram por um acordo que surpreendeu muita gente: a divisão dos prêmios por ICM mais a vitória, o troféu e o assento no valor de US$ 15 mil ao Tournament of Champions, evento restrito aos campeões de Main Event dos torneios da série.

A decisão gerou uma situação muito particular: com o título “definido”, mas precisando ser jogado, a saída de Ryan Yu foi “entregar” a vitória a Mike. Desta forma, ocorreram mãos inesperadas, como Ryan aplicando um reraise para 5 milhões de fichas e foldando após Mike ir all-in, ficando com um stack remanescente de 1,7 milhões. Logo após, Ryan aumentou para 1,7 milhão e deu fold no all-in de Mike, sobrando com um stack de apenas 40.000 fichas, menor que o small blind. Após Ryan dobrar algumas vezes o mini stack, Mike conseguiu, enfim, vencer o confronto.

O acordo por ICM garantiu US$ 358.531 a Mike, o troféu e o assento de US$ 15.000 no Tournament Of Champions deste ano, além de poder dar a entrada nos futuros torneios dos campeões como campeão de um Main Event da WPT. Já Ryan Yu embolsou US$ 239.023 com o vice.

A estranha situação gerou a indignação de muitos jogadores, que criticaram a “compra” do troféu por Mike Leah.

Em um textão no Facebook, Mike se defendeu e expôs os motivos do acordo: “Eu queria vencer esse torneio mais do que posso me lembrar. […] conferimos os stacks e nos informaram que deveríamos jogar. Ryan e eu percebemos que a maneira mais fácil de encerrar o torneio seria colocando boa parte do seu stack na mesa e foldando para um shove, e foi isso que fizemos, de maneira óbvia, contando piadas e nos divertindo. Ambos estávamos bem felizes com o resultado. Mas agora, analisando em retrospecto, percebo o quão embaraçoso deve ter sido para o WPT, para a equipe de cobertura, e para os fãs do jogo com os históricos de mãos ridículos e tendo que ver o torneio ser decidido desta forma”.

Apesar de ser a primeira vitória de Mike Leah em um Main Event da WSOP, o canadense já contava com três títulos de paralelos da série.

Disputado no Niagara Fallsview Casino Resort, em frente às cataratas do Niágara, no Canadá, o WPT Fallsview teve buy-in de CAD$5.000 (cerca de US$ 4.000), e as 517 entradas geraram um prizepool de US$ 1,8 milhão.

RESULTADO DA MESA FINAL DO MAIN EVENT DO WPT FALLSVIEW

1º – Mike Leah (Canadá) – US$ 358.531

2º – Ryan Yu (Canadá) – US$ 239.023

3º – Timothy Rutherford (Canadá) – US$ 176.412

4º – Carlos Villamarin (Estados Unidos) – US$ 131.603

5º – Daniel Wagner (Estados Unidos) – US$ 99.245

6º – Joe Ferrier (Canadá) – US$ 75.666

 

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

AQUI VOCÊ ENCONTRA OS MELHORES SOFTWARES PRA POKER ONLINE.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

*Sorry, no posts matched your criteria.*

Salas de Poker