Gus Hansen: “Faço a Pior Seleção de Mesa e Tenho o Pior Tilt do Mundo”

Por: 22/01/2015

Gus Hansen falou sobre os motivos que o levam a ser o maior perdedor do poker online.

Na segunda parte da entrevista realizada pelo site dinamarquês pokernyherdene.com, Gus Hansen demonstrou uma espantosa sinceridade ao assumir que é um jogador ultrapassado e citar seus maiores desafios com o jogo.

Fatores como tilt, seleção de mesa horrível, estar tecnicamente abaixo dos outros jogadores explicam como ele perdeu quase US$ 21 milhões na carreira no Full Tilt.

“Você tem que ser honesto e admitir quando alguém ultrapassa você tecnicamente, e isso tem ficado evidente com os meus resultados em um longo período”, disse ele.

A seleção de mesa de fato não ajuda, já que Gus Hansen enfrentou com frequência os maiores especialistas de Omaha, Hold’em, Stud e Razz: “Se você olhar a minha seleção de mesa, verá que, provavelmente, é a pior já vista, então é justo atribuir parte [do fracasso] a isso”.

Já quando o assunto é tilt, ele admite que essa é uma área que precisa melhorar: “O meu tilt deve ser o pior do mundo. A minha teimosia é a pior”.

Afastado do poker online, sem ter jogado uma mão nesse ano, Gus disse que pode voltar a aparecer no online para jogar stakes menores, como $25 / $50 para aprender algo com bons jogadores, e que deve se manter afastado de stakes maiores, como $200 / $400. Na primeira parte da entrevista, ele disse que não pensa em poker e que deve jogar stakes tão baixos como $2 /$4 para se manter em forma.

VEJA TAMBÉM: Gus Hansen Jogará $2 /$4 e $5 / $10 no Online

Abaixo, você confere o vídeo com legendas em inglês.

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Confira aqui vários livros de estratégia de Holdem, Omaha e outras modalidades.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker