Chris Ferguson Provoca Ira da Comunidade Com Atrasado Pedido de Desculpas Pela Black Friday

Por: 25/05/2018

Sete anos depois Chris Ferguson expõe ferida não cicatrizada da Black Friday

chris

Se você chegou no mundo poker nos últimos sete anos talvez tenha não ouvido falar tanto sobre a Black Friday ou mesmo sobre Chris Ferguson.

Mas o fato é que no dia 15 de abril de 2011, o governo americano agiu contra as empresas de poker online que operavam em seu território. Grande salas como PokerStars, UB e AbsolutePoker tiveram suas atividades cessadas no país. Porém o caso mais controverso foi o do Full Tilt Poker que nunca chegou a pagar todos os jogadores que tinham dinheiro em suas contas no site.

Ferguson além de sócio do Full Tilt era um dos principais garotos propaganda da marca, e nunca fez nenhuma declaração sobre os acontecimentos da época.

Recentemente Chris “Jesus” Ferguson, como também é conhecido devida às suas longas cabeleira e barba, voltou ao cenário mundial de poker ao participar da WSOP 2017, gerando mal estar entre os jogadores, já que ele até então não havia se pronunciado sobre o ocorrido anos atrás que deixou milhares de pessoas sem dinheiro.

Agora, um vídeo de 42 segundo divulgado pelo profissional, onde ele se desculpa pelos longos anos de silêncio, foi o suficiente para inflamar a comunidade que clama por respostas.

“Eu gostaria de aproveitar esta breve oportunidade para conversar com a comunidade do poker, que eu amo e com quem tenho um relacionamento de longa data. Lamento muito que não tenha conseguido impedir a Black Friday.  Depois da Black Friday, trabalhei incansavelmente para garantir que todos os jogadores fossem reembolsados , e peço desculpas se o processo foi tão longo. Entendo que deveria ter feito uma declaração pública muito antes, e eu agradeço o fato de que meus fãs, e toda a comunidade do poker, tiveram tanta paciência e agradeço-lhes pelo apoio. Um dia a verdadeira história do Full Tilt Poker será contada, assim como muitos de vocês, eu espero por esse dia. Espero ver todos vocês na World Series of Poker neste verão. Obrigado e boa sorte”.

Instantaneamente,.reações e respostas começaram a aparecer nas redes sociais.

Daniel Negreanu ficou surpreso com o tempo que demorou para que Ferguson pedisse desculpas: “Tão emocionante, me fez chorar. Minha previsão: isso não vai ajudá-lo em muita coisa. Pelo contrário “.

Phil Hellmuth, por outro lado, apoiou Ferguson e sugeriu que a verdadeira história por trás do Full Tilt ainda não é conhecida.

Patrick Leonard, embaixador do partypoker disse em seu tweet: “Parece que os terroristas o fizeram de reféns e forçaram-no a ler a declaração”. Depois acrescentou que, apesar de tudo, ele sente que Ferguson não é uma pessoa ruim e que sente sinceridade na fala. “Eu acho que quando saírem todos os detalhes, ele será o ‘menos pior’, mas talvez eu esteja errado. Ele parece uma criança inocente no corpo adulto, é muito triste “.

Joey Ingram, famoso podcaster de poker, também se declarou. “Se as pessoas não associadas com o Full Tilt sabem a verdade, porque não dividem com todo mundo?”, escreveu. “Como alguém pode culpar ‘haters’ por estarem bravos com uma companhia que roubou centenas de milhões de dólares dos jogadores e mal falou nisso em oito anos?”

Mais e mais respostas não param de chegar a publicação de Ferguson e, com o iminente começo da WSOP, a discussão está longe de chegar ao fim.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

CONHEÇA O BARALHO QUATRO CORES MAISEV.

Alex Resende

Alex Resende

Envolvido com tecnologia desde muito jovem, encontrei nas ciências biológicas minha verdadeira vocação. Aprecio no poker a atmosfera e toda a gama de variáveis que uma pessoa tem que lidar a cada jogada.

Veja mais:

Salas de Poker