Ariel Bahia Lidera Sete Brasileiros no Dia 2 do Evento #28 da WSOP

Por: 12/06/2019

Ariel Bahia e mais três brasileiros tem stacks acima da média, confira.

ARIEL BAHIA 450Das 2.477 entradas realizadas no Evento #28 ($1.000, NLH), apenas 372 jogadores ensacaram fichas ao final dos 15 níveis de blinds de 40 minutos, entre eles sete brasileiros.

O maior stack brasuca é o de Ariel Bahia, dono de 209.000 fichas. Também passaram acima da média de 143.179 fichas Lauriê Tournier e Pedro Madeira, com 158.000 fichas, cada, e José Carlos Brito, com 152.000 fichas. Renato Kaneoya (144.000), Caio Hey (86.000) e Marcello Azevedo (83.500), completam o time brasileiro.

A ponta é do alemão Giuseppe Pantaleo, dono de 498.000 fichas. Ele é seguido pelo americano Steven Mcnally, com 442.500, e o chinês Yang Zhang, com 418.500, completa o pódio.

Entre os destaques estão o holandês Pim de Goede, dono da conta ForMatherRussia e vice-campeão do MILLIONS Online do partypoker (345.000), Marvin Rettenmaier (299.500), Maria Konnikova (293.500), Shaun Deeb (252.500), Phil Hellmuth (160.500), Ali Imsirovic (116.000) e Ryan Riess (63,500).

O Dia 2 está em disputa desde às 16 horas (de Brasília), com os blinds em 2.500/5.000 big blind ante 5.000. Todos os jogadores já garantiram pelo menos US$ 1.500, e o campeão irá embolsar US$ 341.854.

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

CONHEÇA O BARALHO DE QUATRO CORES MAISEV PARA JOGOS AO VIVO.

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker