Nicolau Villa-Lobos

Por: 01/04/2017

Saiba mais sobre Nicolau Villa-Lobos, que saiu da sombra do pai para se tornar um dos principais jogadores brasileiros

Nicolau Villa-LobosA luz dos holofotes não é estranha para Nicolau Villa-Lobos. Acostumado com as luzes da ribalta desde criança, o filho do ex-guitarrista da icônica banda Legião Urbana encontrou no poker uma paixão similar a que seu pai teve na música, e igual sucesso.

Mas as circunstâncias que o levaram para o poker não foram nada glamourosas. Em 2007, Nicolau passou por uma cirurgia no curação que exigiu que ele se afastasse dos esportes que tanto amava, como futebol e surfe. Assim, conheceu o poker, que satisfez sua necessidade por competição naquele período.

Com o passar do tempo, tornou-se jogador profissional, chegando até ao heads-up do BSOP Rio de Janeiro em 2012 e sendo campeão do UKIPT Edimburgo no começo de 2013.

Mas ele só chegou de fato ao centro das atenções quando conquistou a maior premiação brasileira em um torneio online, um prêmio de US$ 472 mil em um evento do Spring Championship of Online Poker (SCOOP) do PokerStars.

Ele, que já havia vencido UKIPT Edimburgo, alcançou seu grande momento – e um dos melhores resultados brasileiros em torneios ao vivo – quando chegou ao 2heads-up no evento High Roller da World Series of Poker Europa, e só perdeu o título para o melhor jogador da atualidade, Daniel Negreanu.

2013 foi de fato o grande ano na carreira de Nicolau Villa-Lobos. Além das conquistas acima, ele ainda foi 18º no EPT Barcelona em setembro e 13º no EPT Londres em outubro. Tudo isso fez com que ele fosse escolhido como jogador brasileiro do ano no ranking Global Poker Index.

Hoje, Nicolau Villa-Lobos acumula mais de US$ 3 milhões de ganhos em torneios ao vivo e online, e representa o 888poker junto com Bruno Kawauti e Bruno Foster.

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.
Danilo Telles

Veja mais:

Salas de Poker