Quem é Pedro Corrêa, o qualifier brasileiro do 8-Team na WSOP 2018

Por: 05/07/2018

Saiba mais sobre Pedro Corrêa, jogador profissional integrante do 8-Team do 888poker

Pedro CorreaO 888poker promove neste ano a segunda edição do “8-Team”, que neste ano estreou no dia 1C do Main Event da World Series of Poker 2018.

Sete equipes, cada uma representando um país diferente com um capitão embaixador do 888poker, um convidado e um qualifier. A seleção que fizer mais pontos ganha três vagas para o Main Event da WSOP 2019.

CLIQUE AQUI E ACOMPANHE AO VIVO OS BRASILEIROS DO 8-TEAM NO MAIN EVENT DA WSOP

No último ano, o Brasil foi campeão com João Souza Monteiro, que se classificou com um satélite de apenas $30 e terminou no 583º lugar, faturando $22,449. Nesse ano, o Brasil parece querer ainda mais na equipe formada pela capitã Vivi Saliba, a convidada Bruna Unzueta e o qualifier online Pedro Corrêa, único homem do time.

Do mercado financeiro às fichas de poker

Até ano passado, Pedro Corrêa, de 34 anos, trabalhava no mercado financeiro como operador. Ele aprendeu poker em 2006 durante a faculdade (ele inclusive aprendeu muito com o livro de Phil Hellmuth), e sempre gostou de traçar a familiaridade entre o jogo e o mercado de ações.

No poker, ele já tem vitórias expressivas, e chegou ao posto de melhor brasileiro ranqueado no PocketFives (neste ano ficou na 15ª posição), com mais de $3 milhões de faturamento online. Em 2018, ele já tem um segundo lugar em grandes torneios online e duas cravadas, além de uma série de aparições em mesas finais. Para completar, ele ainda foi vice no $215 Sunday Mega Deep do 888poker no último mês.

Já nos torneios Live, ele conta com US$ 225.134 de lucro, incluindo a cravada de US$ 127.264 no Brazilian Series of Poker (BSOP) 2013, em São Paulo. Mais recentemente, ele ficou em sexto no BSOP São Paulo 2018, levando US$ 23.194.

“Eu tirei esse ano só pra jogar, depois de fazer uma poupança trabalhando no mercado, mas ainda estou à procura em oportunidades na área”, disse Pedro a caminho de Las Vegas, onde ele sonha com o sucesso nos feltros. “Já que eu tenho conquistado bons resultados online, estou aproveitando muito bem essa pausa”.

Próxima parada: Vegas e o 8-Team

Esse período sabático não é feito apenas de férias pra Pedro Corrêa. Ele já esteve em Las Vegas muitas vezes e costuma jogar o Main Event todos os anos, só tendo ficado de fora em 2014. Naquele ano ele jogou eventos paralelos, chegando ao 23º lugar no Evento #60: $1,500 No-Limit Hold’em da WSOP levando US$ 17.577. Agora, ele está em busca do seu primeiro ITM no Main Event.

E esta pode ser sua grande chance de conquistar esse objetivo e ainda ter um bônus pra voltar no próximo ano, graças ao 8-Team, “Gostei do formato e da chance de ganhar um pacote para o evento do próximo ano”, ele disse quando perguntado sobre o que mais lhe agradou.

E de que forma ele estuda o poker e traça sua estratégia? “Eu aprendi muito vendo e ouvindo o Patrick ‘Pads’ Leonard e “Bencb”, acho que eles têm um nível muito alto de jogo e levam ele a um novo patamar quando falam sobre isso”, disse ele. “O Brasil também tem muitos bons jogadores, é difícil escolher o melhor, mas eu gosto muito do Thiago Crema; ele é muito bom”.

Pedro garantiu ainda que não sente o peso da “camisa” ao representar o Brasil no Main Event. “Não sinto a pressão, vou tentar executar meu Plano A e quem sabe chegar longe aqui”.

Você pode seguir o progresso do 8-Team Brasil e torcer por Pedro Corrêa no Main Event da WSOP no Twitter dele @pedrohennn e aqui no MaisEV, é claro.

CLIQUE AQUI E ACOMPANHE AO VIVO OS BRASILEIROS DO 8-TEAM NO MAIN EVENT DA WSOP

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker