O que é EV

Por: 30/11/2009

No poker existem alguns conceitos que fazem toda a diferença se aplicados corretamente ao seu jogo.

O EV, “Expected Value”, é um desses.

Também conhecido como Valor Esperado ou Expectativa, o EV é de grande importância dentro das estratégias de poker.

Se você tiver quaisquer aspirações de vencer no poker por uma quantia significativa de tempo/mãos você deve aprender a fazer jogadas +EV e a não fazer jogadas –EV.

O termo tem origem na matemática probabilística, e é usado na avaliação positiva (+EV) ou negativa (-EV) de um resultado médio a longo prazo, dentro de um cenário específico.

O conceito de EV compreende a análise de sua expectativa em uma determinada mão, levando em conta as variáveis do cenário e seus possíveis resultados, para saber se ela lhe será interessante ou não, se aquela situação se repetir várias vezes.

Para calcular o valor esperado, você pega todos os resultados possíveis, multiplica cada um pela probabilidade de aquele resultado acontecer, e então adiciona todas essas multiplicações.

Para entender melhor, aqui temos um exemplo simples:

Uma pessoa coloca 5 bolinhas numeradas de 1 a 5 num saco, e aposta $5,00 dele contra R$1,00 seu, que você não consegue adivinhar qual número vai sair.

Você aceita ou não a aposta? A expectativa é positiva ou negativa?

Na média, você vai acertar apenas uma vez e errar 4 vezes nas suas suposições, ou seja, suas probabilidades são de 4-1.

Se você apostar 5 vezes, em média, vai perder R$1,00 quatro vezes e ganhará R$5,00 uma vez. Você ganha R$1,00 a cada 5 apostas, tendo um +EV de R$0,20 – uma expectativa positiva de 20 centavos.

Os bons jogadores de poker aprendem a jogar, na maior parte do tempo, apenas quando tem a expectativa a seu favor.

Digamos que você esteja numa situação de flush draw, em que você imagina que seu adversário tenha um par. Para vencer esta mão, você precisa de uma carta de copas.

Hero
Villain

Nas mãos você tem duas cartas de copas, e na mesa há mais duas.

Das 13 cartas de copas, sobram 9 para sair. No total são 46 cartas incógnitas para você e seis que você conhece.

A probabilidade de sair uma carta de copas é de nove em 46 – 9/46, e simplificando este número teremos, 1/5,1 ou 0,19.

Então você tem aproximadamente 19% de chances de que a próxima carta seja de copas, ou diríamos que, em média, a cada 5 cartas que são distribuídas, você completa seu flush.

1/5 das vezes você ganha.

4/5 das vezes você perde.

Para pagar uma aposta que seu adversário faça no turn, você tem de avaliar se na vez que você vence, você ganha o suficiente para compensar a perda nas outras 4 vezes em que perde.

Tem de descobrir se sua expectativa, neste caso, é +EV ou –EV.

Nove vezes em 46, você vence – aproximadamente 19% das vezes.

Trinta e sete vezes em 46, você perde – aproximadamente 80% das vezes.

Você tem de calcular quanto ganharia nas nove vezes e quanto perderia nas 37 vezes.

Para completar os dados, digamos que você tem de pagar uma aposta de 20 e o pote é de 100, já com a aposta de seu adversário.

Em 20% das vezes você paga 20 e ganha 100. Em 80% paga 20 e perde esses 20.

Calculando o EV temos:

(9/46 x 100) + (37/46 x -20) = +3,48

Em média, o ganho desta jogada é de 3,48. A expectativa é positiva, por isso deve pagar.

Não se esqueça de que vai perder quatro vezes e ganhar uma, mas essa jogada vencedora irá compensar todas as outras.

Mesmo que comece perdendo, não se esqueça que jogou corretamente. Se a situação se repetir cem vezes em média, por exemplo, você terá obtido um lucro de 348.

É importante notar que o EV e o resultado real podem variar enormemente durante qualquer período de curto prazo. Nós podemos, por exemplo, rodar a mão 100 vezes, e você vencer todas as 100. Isso significa que o EV mudou?

Você também pode dar azar e perder 25 vezes em 100. Isso quer dizer que o EV é menor agora?

Não. O EV continua o mesmo.

Toda vez que você fizer essa jogada você “ganhará”, e quanto mais vezes você repeti-la, mais perto seu resultado real chegará da média calculada.

Depois de ter jogado uma quantidade suficiente de mãos (uma infinita quantidade) seu resultado real será igual à soma de todos os EV das jogadas que você fez. Quanto mais seu número de mãos tender ao infinito, mais próximo seus resultados reais se aproximarão desse valor teórico.

Então, em teoria, toda vez que você faz uma jogada –EV você está “perdendo dinheiro” independente do resultado real da mão, e inversamente, toda vez que você é o favorito em uma mão você está “ganhando dinheiro”.

O resultado atual de uma mão não interessa, desde que minha análise do EV seja feita e essa jogada seja +EV, no longo prazo eu espero vencer toda vez que fizer essa jogada.

O jogador precisa ter claro em mente, que sempre que determinar na mesa que uma jogada é +EV, deve executá-la toda vez. Senão estará perdendo dinheiro no longo prazo.

Em última análise é o EV que decide qual é seu winrate real, você não pode bater isso, ou escapar disso. No longo prazo eventualmente seus resultados totais irão expressar seus resultados esperados.

Compreendendo de que maneira a análise do EV lhe trará compensações, cabe ao jogador preparar-se, levando em consideração o tempo e a variância. Se por exemplo não tiver bankroll para jogar a longo prazo, pode quebrar, pelo fator da variância, antes mesmo que sua expectativa positiva comece a se realizar.

Se na maioria das suas sessões perdedoras você está +EV, você está jogando bem e eventualmente os resultados reais irão encontrar seus resultados em EV, você será um vencedor no longo prazo, mesmo que perca no curto prazo.


Veja mais:

Salas de Poker