WSOP – Jarvis, Pechie e Lamb Campeões

Por: 28/06/2011

Evento #40

Se em 2010 o sonho ficou pela metade, dessa vez Matt Jarvis pode finalmente comemorar empunhando o bracelete de ouro.

 

Há apenas 7 meses o canadense de 27 anos de idade, sentava na mesa final mais importante do poker, como um dos november nine, finalizando com a 8ª posição e o prêmio de $1.045.743.

Agora Jarvis seguiu seu caminho até o topo e tornou-se campeão do Evento #40 – $5000 No Limit Hold’em Six Handed, superando 731 adversários em um field nada fácil e recebendo a premiação de $808.538 e o ambicionado bracelete de ouro.

O americano Justin Flitz foi o obstáculo final, e não foi um adversário tranqüilo, valorizando a vitória de Jarvis. Pela 2ª colocação, ele levou a soma de $499.855.

O heads-up teve 4 horas de duração, com a liderança e a chance de vitória mudando de mãos muitas vezes, sendo que Jarvis foi o jogador que pode encontrar o momento certo de firmar sua vantagem e definir tudo.

O evento teve prize pool de $3.440.400, pagando 78 lugares, e oferecendo um prêmio mínimo $9.289.

Evento #41

O americano de 26 anos de idade, natural de Putnan em Connecticut, Justin Pechie, foi o campeão do Evento #41 – $1500 Limit Hold’em Shootout, levando seu primeiro bracelete de ouro.

 

Profissional do poker há 6 anos, após a Black Friday pensava seriamente em mudar-se para o Canadá, mas resolveu fazer uma última grande viagem a Las Vegas para jogar o WSOP deste ano, e parece que valeu a pena.

Para vencer Pechie precisou ser o melhor em 3 mesas consecutivas, e por esta vitória recebeu o prêmio de $167.060, acumulando agora $530,894 em ganhos na sua carreira de WSOP.

O evento teve 538 participantes, que geraram a prize pool de $726.300, com faixa de premiação atingindo até o 60º lugar, concedendo recompensa mínima $4.118.

Evento #42

O campeão do Evento #42 – $10.000 Pot Limit Omaha e novo detentor de um bracelete de ouro é Ben Lamb, americano de 26 anos de idade, profissional do poker, natural de Tulsa.

 

Ben Lamb estava exultante com sua vitória, afinal a proeza de vencer um torneio do WSOP é emocionante certamente, mas vencer após o anti-clímax de ter sido vice-campeão em outro evento, deve ser algo realmente incrível.

Foi o que aconteceu com Lamb, ele havia perdido o título do evento $3.000 Pot Limit Omaha, vencido por Sam Stein.

Sobre a vitória o jogador declarou: “A sensação é incrível. O dinheiro é bom, mas o bracelete fica comigo para sempre.”

O dinheiro bom que Lamb citou foi a premiação de $814.436 pela vitória neste torneio, mais os $259.918 daquele em que foi vice-campeão, que somados ultrapassam qualquer quantia que um jogador já tenha ganho em Pot Limit Omaha em uma única edição das séries.

O adversário de Lamb no heads-up foi o finlandês Sami Kelopuro, que pela 2ª colocação levou o prêmio de $503.173.

O evento teve field de 361 jogadores, prize pool de $3.393.400 e faixa de premiação contemplando os 36 melhores colocados, oferecendo a quantia mínima de $20.699.

Felipe “Mojave” participou deste evento, conquistando o 14º lugar e $41,637.


Veja mais:

Salas de Poker