Negreanu Fatura US$ 134 Mil em Sessão de Cash Game no Aria

Por: 08/02/2016

Negreanu jogou por seis horas e experimentou jogos até então desconhecidos.

O Team Pro PokerStars Daniel Negreanu falou sobre uma recente sessão de cash games ocorrida na última semana no Aria Resort & Casino.

No início do ano, o canadense falou sobre suas metas para 2016, e uma delas era jogar 200 horas de cash games com a intenção de arrecadar US$ 250 mil. E já em sua primeira sessão o craque conquistou pouco mais da metade do valor pretendido.

“Recebi um convite (mais sobre isso a seguir), de um jogo caro de mixed game no Aria. Era uma mistura única de jogos, dos quais vários eu nunca havia jogado. Um dos que jogamos foi o PLO Flips, onde todos os jogadores colocam US$ 10 mil no pote, o dealer distribui quatro cartas para cada um e abre o bordo. É apenas uma mão, a não ser que um jogador opte pelo jogo novamente e, neste caso, ele coloca US$ 1 mil adicionais ao pote e transforma o jogo em EV+ para todos, menos para ele.

Outra variante jogada foi a Very Crazy Pineapple, um jogo parecido com o Holdem, onde você recebe três cartas e tem que descartar uma após o turn.

A estrutura de blinds e antes muda em alguns jogos, mas boa parte deles apresentava blinds em $300 / $600 com antes de $600 em uma mesa 7-handed. Além dos mencionados, jogamos:

Pot Limit 2-7 Razzflip plo negreanu
Pot Limit Double Draw 5 Card Draw High
Pot Limit Badugi
Pot Limit 2-7 Triple Draw
No Limit Hold’em
2-7 No Limit Single Draw
Pot Limit Omaha
Pot Limit Omaha H/L

Sem ter jogado metade dessas variantes, fiquei em dúvida sobre o quanto levar à mesa. Comprei US$ 500 mil mas dei o buy-in de somente US$ 100 mil”.

Mesmo sem dominar metade dos jogos, Negreanu se saiu bem e gostou da experiência. O Team Pro também deu a sua opinião sobre a formação desses jogos, que não são públicos, o porquê disso acontecer e a importância de mais jogos serem popularizados.

Algumas impressões:

– A popularização dos jogos mistos é importante para o futuro crescimento do jogo. Com jogos como o No-Limit Hold’em próximos de serem resolvidos, devemos sempre pensar em inovar com novos formatos que são divertidos e interessantes.

– Não há tempo para pensar no jogo. Os jogadores são convidados, mas se você for um daqueles que leva muito tempo a agir, não será convidado novamente. Perguntei a alguns jogadores o motivo deles não participarem de torneios caros e todos foram taxativos ao dizer que o ritmo é muito lento. E eles não se referiam somente aos dois jogadores mais conhecidos por demorar com a ação, Byron Kaverman e Christoph Vogelsang, mas sim ao ambiente como um todo. Estes tipos de jogadores destroem os torneios caros. Se todos fossem como eles, estes torneios não existiriam pois ninguém quer jogar 15 mãos, ou menos, por hora.

– A maneira como esses jogos acontecem mudou desde o tempo que eu grindava. Antigamente, se houvesse um lugar vago e você tivesse o buy-in, era só sentar. Já na noite passada, havia três mesas caras no Bellagio e no Aria, e em todas elas você deveria ser convidado para participar. Se você é um nit ou demora muito a agir, não será mais convidado. Não vejo problemas com isso. Se amadores não querem a participação de profissionais, eles podem começar uma mesa com todos os lugares ocupados”.

Como a realização de jogos privados é ilegal em Las Vegas, a maneira encontrada por estes magnatas para burlar a proibição é combinar um determinado horário para os jogos começarem. Todos os convidados aparecem no horário estipulado, acabando, assim, com os assentos disponíveis.

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

Veja os melhores livros de estratégia para cash games.


Veja mais:

Salas de Poker