GPI Anuncia Global Poker League, Arena de Poker em 2016

Por: 06/10/2015

Global Poker League mostrará as cartas dos jogadores ao vivo para a platéia

Global Poker League Cube

Alexandre Dreyfus, CEO do Global Poker Index, anunciou hoje a criação de um evento que promete mudar o poker como o conhecemos: a Global Poker League.

O evento se desenrolará por 12 semanas consecutivas e terá formato de equipes, reunindo 12 times de cinco jogadores, divididos em duas conferências: Américas e Eurasia.

As disputas da Global Poker League acontecerão dentro de um cubo portátil que permitirá que os espectadores vejam as cartas dos jogadores enquanto impede estes de ouvir os sons do público devido ao vidro a prova de som.

“Exibições pré-gravadas são o passado do poker, não o futuro”, disse Dreyfus no Twitter. Também na rede social, a ideia foi bem recebida por toda a comunidade do poker.

LEIA MAIS: ALEX DREYFUS, CEO DO GLOBAL POKER INDEX, FALA SOBRE O POKER COMO ESPORTE E OS PLANOS DO GPI 

A ideia é o primeiro passo no caminho para “esportificar o poker”, conforme Alex Dreyfus vem pregando desde o ano passado e pretende “transformar o Global Poker Index no equivalente a NFL, NBA, Nascar, MLB, ATB ou PGA para o poker”, segundo o comunicado oficial para a imprensa.

Também no Twitter, Alexandre Dreyfus disse que não quer competir com os circuitos já consolidados do poker e fará de tudo para que as datas não coincidam com WSOP, WPT ou EPT.

Na verdade, os jogadores deverão participar destes eventos para continuar pontuando no ranking GPI e assim manterem-se qualificáveis para a Global Poker League.


Confira os detalhes de como será o formato da Global Poker League.

– A primeira temporada da Global Poker League acontecerá no primeiro trimestre de 2016.

– Cada time representará uma cidade, de acordo com seus capitães, a partir de São Paulo, Nova York, Los Angeles, San Francisco, Las Vegas, e Toronto para as Américas e Paris, Praga, Barcelona, Moscou e Hong Kong para a Eurásia.

– Os times serão compostos por cinco jogadores, no sistema de drafts: 3 jogadores serão escolhidos no dia dos drafts e outros dois, chamados de cartas selvagens, serão selecionados diretamente pelos capitães.

– Apenas os 100 melhores jogadores do ranking Global Poker Index poderão ser participar.

– A primeira temporada da Global Poker League terá duração de pelo menos 14 semanas em uma série de eventos ao vivo, em estúdio e online.

– A Global Poker League não será jogada em cassinos, mas em locais turísticos. As imagens promocionais mostram o Cubo montado no Egito, com vistas para as três pirâmides de Gizé.

Global Poker League Cube_1

– Todos os eventos serão transmitidos online em tempo real.

Não haverá cadeiras para os jogadores, que deverão ficar de pé durante as disputas.

– As mesas da Global Poker League terão cartas digitais que devem permitir que sejam jogadas quatro vezes mais mãos do que com baralhos físicos. As mesas e fichas também estarão equipadas com tecnologia RFID para transmissão imediata de dados para o público.

Não haverá buy-ins para participar dos eventos. A premiação da Global Poker League virá de patrocínios, cobrança de entradas e produtos de merchandising. Para a primeira temporada, a Mediarex Sports & Entertainment, empresa proprietária do GPI e da Global Poker League, conseguiu um investimento de US$ 4.9 milhões.

 

 

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

A LOJA MAISEV TEM TUDO O QUE VOCÊ PRECISA PARA JOGAR POKER AO VIVO

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker