Conhecendo os Finalistas da WSOP: Mark Newhouse

Por: 03/11/2013

Na sequência da série sobre os nove finalistas do Main Event da World Series of Poker, conheça agora a história de Mark Newhouse, 8º melhor jogador com 7.350.000 fichas.

Mark “Newhizlle” Newhouse tem 28 anos e nasceu em Chapel Hill, North Carolina. Após acompanhar a vitória de Chris Moneymaker na WSOP 2003, Mark começou a jogar poker com colegas de trabalho; um expediente de meio turno na cadeia de lojas de material de escritório Staples.

Já na faculdade, a Appalachian State University, Mark passava boa parte do tempo jogando poker online no seu dormitório. Especialista em Limit Hold’em, subiu de limites até conquistar um bankroll de US$ 100 mil. No segundo semestre da faculdade, Mark disse adeus e se mudou para a ensolarada Califórnia, com a ideia de viver do poker a partir da proximidade com o Commerce Casino.

O plano deu certo. Jogando stakes de $1 mil/$2 mil online e até $5 mil no Commerce Casino, Mark Newhouse viu seu bankroll chegar aos US$ 500 mil, quando aconteceu seu big hit – a vitória no WPT Borgata Open de 2006, que lhe rendeu US$ 1,5 milhão pelo título. Com isso, seu bankroll ultrapassou os US$ 2 milhões. Mas o que poderia ser o caminho para uma vida com mais sucessos e fortuna, tornou-se seu pior pesadelo.

“É bem complicado ter muito dinheiro quando se tem 21 anos”, disse Newhouse em uma entrevista concedida a ESPN. Emprestando muito dinheiro a amigos, viajando, fazendo festas, e jogando newhouse2qualquer tipo de jogo, sem escolher adversários, Mark viu seu bankroll praticamente desaparecer. Com o ego inflado e o emocional abalado, o dinheiro perdeu o valor: “Houve um ponto em que eu nem me importava mais. Lembro que cheguei a ter somente US$ 400 mil (1/5 do seu bankroll original), e me senti completamente falido. Achei que nada mais valia a pena, a vontade que tinha era de pôr fogo nessa grana”.

Mas os seus amigos e também jogadores, Joe Cassidy e Huck Seed, o ajudaram a mudar sua perspectiva, ele conta: “Eles me ajudaram muito a cuidar do meu estado mental, aprender a ter disciplina e ter minha mente sempre voltada para as decisões certas. Aprendi a dar valor para cada dólar novamente”.

Após anos cometendo “todos os erros possíveis”, segundo o próprio, Newhouse acredita que sua falta de disciplina e inexperiência de vida foram fatores cruciais para seu declínio: “Há muitas lições de vida que somente o poker pode te proporcionar, que não podem ser aprendidas em outro lugar, e você precisa cometer esses erros e aprender com o processo. Controle de bankroll é algo de extrema importância. Não ter um ego e se achar melhor que todo mundo, não confiar em qualquer pessoa que você conhece. Saber parar quando você está perdendo, ter um controle emocional. Disciplina é fundamental”.newhouse3

Depois de todos esses erros, Mark Newhouse tem a chance de sua vida. Com 7,35 milhões de fichas, ele é o oitavo colocado entre os nove finalistas ao prêmio mais importante do poker. Mesmo shortstack, com apenas 18 big blinds, ele sabe que o importante é dobrar para poder colocar pressão em alguns oponentes, mas, mais do que isso, ele planeja jogar sólido: “Eu preciso dobrar, mas só quero jogar de forma sólida, tomar boas decisões. Tudo pode acontecer em um torneio”.

E ele tem razão. No sétimo dia do Main Event, Mark Chegou a ocupar a liderança do torneio com 22 milhões de fichas. Após perder um belo pote, viu seu stack diminuir a cada mão, e a eliminação parecia questão de tempo: “Tive uma sequência de mãos horríveis, nada dava certo, até que o dinner brake (pausa para janta) me salvou. Aqueles 90 minutos de pausa me permitiram colocar a cabeça no lugar e voltar para o jogo”.

Mesmo com um stack pequeno, Mark pode surpreender. O fato de já ter acumulado uma boa grana com o jogo, e de já ter passado por períodos obscuros, pode lhe tirar algum peso das costas ao tomar decisões, experiência que poucos jogadores têm. Alguém que sabe que foco e disciplina importam até mais que a própria técnica, tem toda a condição de se tornar campeão mundial.

Nome: Mark Newhouse.

Local de Nascimento: North Carolina, EUA.

Stack: 8º – 7.35 milhões de fichas (18 big blinds).

Melhor resultado ao vivo: Campeão WPT Borgata Open 2006 (US$ 1,52 milhão).

Melhor Resultado Online: Campeão do Sunday Million do PokerStars em 2009 (US$ 245 mil).

Ganhos em Torneios: US$ 1,9 milhão.

Jogo Principal: Cash Game ao vivo.

 

Outras partes da série:

Conhecendo os Finalistas da WSOP: JC Tran

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Amir Lehavot

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Marc-Etienne McLaughlin

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Jay Farber

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Ryan Riess

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Michiel Brummelhuis

Conhecendo os Finalistas da WSOP: Sylvain Loosli

 

Vários livros da Loja MaisEV podem te ajudar a chegar longe em torneios de poker, seja no clube da sua cidade ou na WSOP.


Veja mais:

Salas de Poker