Com Laudo Favorável, Poker Tem Mais Uma Vitória na Justiça Paulista

Por: 30/08/2011

que o poker é um jogo de habilidade. A notícia foi dada em um comunicado de imprensa da CBTH – Confederação Brasileira de Texas Hold`em.

O primeiro laudo havia sido apresentado em 2006,  durante as investigações após uma ocorrência policial em um clube de poker. Desta vez, as circunstâncias foram parecidas, assim como a conclusão do laudo sobre as “características do jogo de cartas denominado Texas Hold’em”. Entretanto, desta vez foi realizado um estudo bem mais abrangente do que em 2006. O responsável pelo estudo foi o perito Adriano Yonamine.

Segundo Alberoni Lino Castro, Diretor Executivo da CBTH, o recente laudo representa a “maior vitória em busca da legitimação do poker nacional em 2011″.

Confira a seguir, na íntegra, o comunicado da CBTH:

O poker brasileiro, através da Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH) e da Federação de Texas Hold’em do Estado de São Paulo (FTHESP), conseguiu mais uma vitória na luta em busca de sua legitimação. Em recente ocorrência policial em São Paulo, foi encomendado um laudo sobre poker ao Instituto de Criminalística, da Secretaria de Segurança Pública (SSP) paulista. Nele, o perito Adriano Yonamine conclui, mais uma vez, que o poker é um jogo de habilidade.

Delegado do 27º Distrito Policial de São Paulo, Armando Bellio foi o requerente do laudo, exigido pela autoridade afim de “determinar as características do jogo de cartas denominado Texas Hold’em”. Para atender à requisição pericial, o perito relator, Adriano Yonamine, embasou seus trabalhos através de diligência em clubes de poker; leituras bibliográficas, artigos, estudos e sites específicos; fotografias e desenhos esquemáticos; coleta e análise de depoimentos.

“Considerando que a requisição pericial exarada pela Autoridade Policial se deu para determinar as características do jogo de cartas denominado Texas Hold’em, e que nos estudos matemáticos e pesquisas comportamentais relacionadas a esta modalidade de jogo carteado contida em diversos manuais e pesquisas bibliográficas foram encontradas as características abaixo especificadas, infere o perito relator que o jogo de cartas Texas Hold’em tem como requisito preponderante e indispensável a habilidade”, diz o laudo 01/020/21432/2011.

Na sequência, apresenta as diversas características do jogo que levaram o perito a tal conclusão, como “conhecimento de regras específicas; posicionamento do participante na mesa de jogo; circunstâncias de suas cartas nas mãos; circunstâncias das cartas abertas no centro da mesa; capacidade cognitiva, psicológica e sensibilidade visual e comportamental apresentada pelos demais participantes de jogo; conhecimento de regras de estatísticas e aptidão matemática para analisa as possíveis combinações diferentes nas diversas fases da partida; possuir autocontrole emocional e físico para poder dissimular ou impingir aos demais participantes uma idéia errônea sobre suas combinações no decorrer da partida”, entre outras. Com este novo laudo, a CBTH soma, agora, nove documentos de autoridades brasileiras com decisões favoráveis ao poker, todos disponíveis para consulta no site da entidade ( www.cbth.org.br ).

 


Veja mais:

Salas de Poker