Jogando Pocket Pairs Baixos em 6-Max

Por: 07/04/2009

Jogando Pares

Se todos foldarem até mim, eu abro pocket pairs baixos. Eu abro até under the gun.

Se alguém der raise na minha frente e eu tiver posição, eu normalmente pago com pocket pairs baixos. Esses pares se tornam fortes nas seguintes circunstâncias:

• O preflop raiser é loose depois do flop.
• O preflop raiser é tight preflop, especialmente se ele joga “fit-or-fold” fora de posição depois do flop.
• Os blinds são loose ou ruins.

Com posição, eu estou jogando os pocket pairs baixos por duas razões: para tentar limpar alguém se eu flopar um set, ou para tentar roubar potes onde meus oponentes fora de posição parecem fracos. Contra jogadores loose postflop, eu estou mais tencionado a roubar potes enquanto eu estiver uma chance decente de limpa-los porque eles terão um par alto como uma boa parte do seu range.

Os pares se tornam fracos (possivelmente ao ponto de não pagar com eles) nas seguintes circunstâncias:

• O preflop raiser é um LAG que briga por potes fora de posição mesmo depois que erra o flop.
• Os blinds gostam de dar 3-bet e squeeze, ou um dele está short-stack e é provável de jogar tight ou foldar preflop.
• O preflop raiser está short-stack e/ou o preflop raise é excessivamente alto.

Jogadores LAG que brigam por potes são traiçoeiros, porque jogadores LAG são difíceis de limpar porque tendem a ter um range fraco e são difíceis de roubar porque eles brigam por potes. Os 3-bets e os tamanhos dos stacks se tornam uma falta de implied odds para limpar seus oponentes e uma falta de alavancagem para roubar potes.

Dos blinds eu posso pagar um único raise preflop com pares baixos contanto que dois ou mais jogadores já estejam no pote.

Não Jogar Pares

Essas são as principais circunstâncias onde eu possa não jogar um par. Primeiro, se eu estou nos blinds e contra alguém que fez um raise preflop de 3.5x eu posso ou não jogar um par baixo. Eu normalmente pago contra tight raisers, particularmente com jogadores eu sinto que tenho um bom controle depois do flop. Eu gosto de tight raisers porque eles são mais fáceis de limpar, e é um bônus se eles freqüentemente entregam a força de suas mãos cedo. Eu também estou inclinado a pagar contra jogadores muito ruins. A qualquer momento que o spot na mesa abra, eu estou pagando com qualquer pocket pair.

Mas contra TAGs difíceis abrindo de late position e LAGs difíceis, eu não gosto de pagar preflop raises de tamanho decente com pares baixos fora de posição. Você não vai pegar seu oponente com uma boa mão sempre depois do flop, então seus sets freqüentemente não serão pagos. Se seu oponente jogar a posição bem e usar alavancagem, nem sempre você levará seu para baixo para o showdown sem melhorar. Então os pares baixos podem se tornar desvantajosos.

Às vezes eu largo os pares baixos nessas situações, e outras vezes eu dou 3-bet com eles. O 3-bet é um 3-bet light, e eu tento isso quando eu sei que meu oponente está abrindo muito light e terá que foldar uma grande porcentagem dos meus 3-bets. Pocket pairs oferecem a vantagem extra de que quando seus 3-bets lights são pagos, é muito mais fácil ir all in se flopar um set. No geral, um 3-bet é muito para pagar preflop, só pra tentar flopar um set, mas às vezes seu fold equity preflop é suficiente para que você não precise ver um flop e limpar seus oponentes freqüentemente para equilibrar e fazer a jogada lucrativa.

Se houver um raise e um call antes de mim nos blinds, embora eu possa ocasionalmente estar tentado a tentar um 3-bet squeeze com pocket pair, normalmente eu apenas pago. A mão tem mais valor para jogar por um call contra dois jogadores do que apenas contra um.

A outra principal circunstância onde eu largo pares baixos é quando há um 3-bet, particularmente quando estou fora de posição. Naturalmente eu vou pagar um min-3-bet ou um pequeno 3-bet, mas um do 3-bet do tamanho do pote o próximo disso é muito grande para eu pagar com um pocket pair baixo com o plano de jogar “fit-or-fold” postflop. Em outras palavras, em um jogo $1-$2 com stacks de $200, se eu abro para $7 e então alguém no Button faz $24 e chega em fold até mim, eu tipicamente foldo. Se meu oponente é garantido de ter AA ou KK quando ele dá 3-bet, então pode valer à pena pagar por implied odds. Mas contra um 3-bet que pode ser light, eu não vou limpar meu oponente com a freqüência suficiente quando eu acertar o flop para justificar desembolsar $17 preflop.
Se há uma chance decente de eu ganhar o pote quando eu errar meu set, então pagar o 3-bet se torna mais razoável. Se eu estou em posição, por exemplo, ou se meu oponente vai jogar uma estratégia terrível como 3-bet só com pares altos e AK e apostar o flop com pares e dar check com seu AK sem melhorar.

Sumário

As principais situações onde eu posso foldar pocket pairs baixos é se eu estiver heads-up e fora de posição contra um raiser relativamente loose que joga bem postflop ou quando eu abro com o par e tomo um 3-bet. No primeiro caso, eu às vezes foldo o par, às vezes pago, e às vezes dou 3-bet. No último caso, eu normalmente foldo para o 3-bet, mas posso pagar contra um oponente ruim, e eu posso até ir all in com o par se eu acho que meu oponente está dando 3-bet muito light.

A maioria das outras situações eu jogo os pares baixos, aumentando com eles se chega em fold ou limp até mim, e pagando se alguém já tiver aumentado.

Se você tiver dúvidas sobre os termos utilizados neste artigo, veja nosso dicionário de termos de poker.

Este artigo foi originalmente postado no fórum estadunidense Two Plus Two e traduzido pela equipe do site Teorias do Poker.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais: