Phil Hellmuth faz história e conquista 16º bracelete

Home » Phil Hellmuth faz história e conquista 16º bracelete

Phil Hellmuth conquistou sua primeira joia em 2-7 e ampliou ainda mais o recorde como maior vencedor da World Series of Poker. Saiba mais e relembre as vitórias.

Sejamos francos: não deve ser fácil ser Phil Hellmuth. O nome que ficou conhecido no mundo do poker como “Poker Brat”, algo como “pirralho do poker”, que se comporta muitas vezes como um adolescente mimado às mesas – especialmente após sofrer alguma bad beat ou ser vítima de jogadas “estranhas” (segundo o próprio) – se tornou uma das maiores personalidades do jogo devido ao seu estilo nas mesas e, principalmente, por ser um dos maiores nomes da história do poker. Pois ontem, dia 17, o controverso jogador ampliou ainda mais o recorde de maior vencedor da World Series of Poker e chegou ao seu 16º título com a vitória no Evento #31 (US$ 1.500 No-Limit 2-7 Lowball Draw).

“Eu queria um bracelete de 2-7 desde os anos 80 porque era o bracelete mais legal de ganhar. Era o único torneio que Chip Reese, Doyle Brunson, Billy Baxter, Johnny Chan, Bob Stupak e todos os grandes nomes apareciam para jogar todos os anos. Fiquei em segundo uma vez contra Billy e outra contra John Juanda. Esta noite, finalmente ganhei um”. disse o campeão antes de reiterar o desejo por um bracelete na modalidade à esposa.

A primeira joia de Hellmuth no 2-7 ocorreu em uma difícil mesa final que contou com as presenças de Chris Vitch, Rep Porter e Kevin Gerhart, todos donos de pelo menos um bracelete da série, e dos fortes Jake Schawartz e Dario Sammartino. Enquanto o primeiro tem US$ 3,2 milhões em prêmios no currículo, o segundo é o maior vencedor da Itália, com mais de US$ 14,5 milhões em forras.

Phil começou a mesa final oficial com o segundo maior stack e viu dois adversários caírem rapidamente. A queda de Sammartino, então chip leader no início da FT e um dos jogadores mais técnicos entre os finalistas, na sexta posição, abriu espaço a Hellmuth, que chegou ao heads-up contra Jake em pequena desvantagem.

Em meia hora, Phil conseguiu assumir a ponta mas teve que batalhar por mais duas horas até minar completamente o stack do adversário e pôr as mãos no desejado bracelete e no prêmio de US$ 84.851.

O primeira conquista de Hellmuth teve como palco o Main Event de 1989, quando venceu o bicampeão Johnny Chan para se tornar, até então, o mais jovem ganhador do Main Event, recorde que seria quebrado apenas 19 anos depois por Peter Eatsgate. Seu último bracelete antes da 16ª vitória teve como palco o $5,000 No Limit Hold’em, em 2018 (abaixo, a lista de todas as 16 conquistas de Phil).

Nesse ínterim, o jogador que nasceu no estado de Wisconsin, no meio-oeste americano, colecionou polêmicas. Conhecido pelo seu comportamento intempestivo às mesas, Phil é frequentemente flagrado xingando os adversários após ser derrotado e é acusado por muitos membros da comunidade de ser privilegiado pela WSOP, uma vez que raramente sofre punições.

Embora com a sua autobiografia intitulada pelo apelido provocativo, o craque ensaiou uma guinada no modo como deseja ser percebido e, anos atrás, publicou um livro chamado “Positivity”, em que busca mudar a compreensão sobre sua personalidade e seu estado mental com uma atitude menos tóxica. Entretanto, dias atrás o “Poker Brat” voltou a entrar em campo quando, durante a mesa final que culminou com o primeiro bracelete de Anthony Zinno em 2021, Phil disparou palavrões e aos oponentes e chegou a prometer “botar fogo em tudo”.

Seja como for, o comportamento de Hellmuth é um deleite para as câmeras e produz adoração e ódio aos telespectadores. Fato é, também, que o recorde de Hellmuth deve perdurar por muito tempo. Enquanto Doyle Brunson e Johnny Chan aparecem raramente nos torneios da WSOP e possuem idade muito mais avançada que o jogador de 57 anos, Phil Ivey, outro nome com 10 conquistas, também não grinda os eventos da série tanto quanto o dono de 16 joias.

“Há muita habilidade nestes torneios. É mais difícil ganhar os mixed games. Se eu conseguir ganhar quatro ou cinco braceletes nos mixed games, acho que isso dirá muito sobre meu legado. Acho que estou jogando um monte de jogos em nível mundial agora”, disse ele, que complementou afirmando achar possível chegar a marca de até 24 braceletes.

Com 272 entradas, o Evento #31 da WSOP distribuiu US$ 363.120 aos 41 melhores colocados.

OS 16 BRACELETES DE PHIL HELLMUTH

AnoEventoPrêmio
1989$10,000 WSOP Main EventUS$ 755.000
1992Event #8: $5,000 Limit Hold’emUS$ 188.000
1993Event #7: $2,500 No-Limit Hold’emUS$ 173.000
1993Event #8: $1,500 No-Limit Hold’emUS$ 161.400
1993Event #9: $5,000 Limit Hold’emUS$ 138.000
1997Event #15: $3,000 Pot-Limit Hold’emUS$ 204.000
2001Event #3: $2,000 No-Limit Hold’emUS$ 316.550
2003Event #12: $2,500 Limit Hold’emUS$ 171.400
2003Event #32: $3,000 No-Limit Hold’emUS$ 410.860
2006Event #34: $1,000 No-Limit Hold’emUS$ 631.863
2007Event #15: $1,500 No Limit Hold’emUS$ 637.254
2012Event #18: $2,500 Seven Card RazzUS$ 182.793
2012WSOPE €10,000 Main Event€1.022.376 (US$ 1.333.841)
2015Event #17: $10,000 Razz ChampionshipUS$ 271.105
2018Event #71: $5,000 No Limit Hold’emUS$ 485.082
2021Event #31: $1,500 No-Limit 2-7 Lowball DrawUS$ 84.851

RESULTADO DA MESA FINAL DO EVENTO #31 WSOP 2021

#JogadorPaísPrêmio
1Phil HellmuthEUAUS$ 84.851
2Jake SchwartzEUAUS$ 52.502
3Chris VitchEUAUS$ 36.387
4Rep PorterEUAUS$ 25.661
5Joshua FarisEUAUS$ 18.421
6Dario SammartinoItalyUS$ 13.463
7Jason LipinerEUAUS$ 10.023
8Kevin GerhartEUAUS$ 7.602

Para comprar ou vender créditos de poker, sem burocracia e com segurança. Acesse a ROYALpag.com. Receba em 5 minutos.

Salas de poker
partypoker
4,8 rating
Bônus de boas-vindas com até $30 em ingressos SPINS
GGPoker
4,8 rating
Bônus de boas-vindas de 100% até US$ 600
Bodog
4,5 rating
Bônus de boas-vindas de até US$ 1.000
PokerKing
4,3 rating
Bônus de boas-vindas de 100% até US$ 2.000
PokerStars
4,0 rating
Bônus de boas-vindas de 100% até $600 e $30 grátis
888poker
3,8 rating
Bônus de boas-vindas de 100% até US$ 400
Código de bônus
Código de bônus WELCOME100