“Quem Não Quer Ser um Milionário?”, Diz Doug Polk em Mão de Ricardo Souza; Assista o Vídeo

Por: 12/07/2018

“Não defendo o call, mas há aspectos positivos na mão”, diz Doug Polk sobre polêmica jogada de Ricardo Souza que o eliminou do Main Event.

mão ricardo souza doug polk 450A mão em que Ricardo Souza foi eliminado do Main Event da WSOP continua gerando repercussão. Desta vez foi o high stakes pro/youtuber Doug Polk quem comentou a mão.

Em um longo vídeo publicado em seu canal intitulado “Desperdiçando a oportunidade de uma vida”, Doug começa a dissertar sobre a ação com uma brincadeira em cima do popular jogo de TV “Quem Quer Ser Um Milionário”, que ficou ainda mais popularizado pelo filme homônimo vencedor de oito Oscar em 2009.

“Quem NÃO quer ser um milionário?”, pergunta Doug, ao mostrar a mão e prover as seguintes opções a Ricardo:

A: Fold

B: Definitivamente fold

C: Oh meu deus, fold

D: Call

“Você não vê com frequência alguém arriscar o seu torneio pagando com 9-8 em um pote com tanta agressão”, começa Doug, mas que pondera e explica que a mão não é tão ruim quanto muita gente da comunidade supôs.

“Quero deixar claro que não é uma jogada boa, mas não é tão ruim quanto parece à primeira vista […]. Isto é o Main Event, e o torneio tem uma dinâmica esquisita que outros torneios não têm. Quando chegamos a quatro, cinco mesas, como nesta situação, ninguém quer ir para casa e todos querem chegar à mesa final. Muito jogadores tentam capitalizar sobre essa fraqueza e, honestamente, provavelmente é uma boa estratégia ser mais agressivo. Essa lógica é irrelevante para quem tem K-K, você 3-beta e pode acontecer qualquer coisa. Mas essa linha encontra sentido na mão de Phan, que tem 10-7. Essa mão é um lixo. Não digo que você não pode blefar, você deve blefar, mas o ideal é fazer isto com uma mão com um ás, para diminuir a quantidade de ases nas mãos dos adversários, ou uma mão mais conectada ou algo do mesmo naipe.

Sei que há um payjump de US$ 40 mil, mas é mais importante pensar na sua situação no torneio mais adiante e, nada disso me convence de qualquer coisa além de ‘vamos foldar esse 9-8’. Me parece que Souza estava tiltado ao perder a mão anterior, mas vamos pensar em algumas coisas que podem ser a parte boa desse call. Há uma tonelada de dead money, e isto é a melhor coisa dessa jogada. Esta mão seria linda se Gerrits (que tem K-K) tivesse um lixo e Phan se encontrasse com 10-7 contra 9-8. Quando os outros jogadores foldam e você está em all-in contra o range de Phan, que pode ser bem amplo, você vai precisar de coisa entre 29%, 30% de equidade para a jogada ser ChipEV+. Eu não estou levando em conta que o problema é que você cai do torneio, o que é péssimo, mas se falarmos de um ponto de vista de puramente ChipEV, você não está distante dessa equidade contra Phan. O grande problema é que isso não inclui os outros jogadores. Vez ou outra você vai estar muito atrás de Garrets ou Campo, e isso também deve ser levado em conta. O lado bom é que quando Garrets shova vai haver mais dead money, e você vai precisar de 23%, 24% de equidade, mas você estará em uma situação muito pior já que ele terá algo como AK+, QQ+.

O que é engraçado nesse cenário é que o 9-8 têm 26% de equidade contra AK+, QQ+. Mesmo que a mão pareça horrível, quando pensamos puramente em termos de odds e todo o dead money, a situação é breakeven e levemente vencedora.

O ICM importa. Muita gente tende a dar muita importância ao jogo com ICM, você precisa dar valor a um big stack, mas mesmo quadriplicando, o stack de Ricardo ainda fica no meio ou na parte debaixo da tabela.”

Confira a análise completa de Doug no bem humorado, e longo, vídeo.

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter

 

CLIQUE AQUI E ABRA A SUA CONTA NO 888POKER, PATROCINADOR OFICIAL DA WSOP.

 

Alex Faccini

Alex Faccini

Conheceu o poker em 2006 através da ESPN, em uma mesa que contava com Sam Farha e Phil Ivey. Se apaixonou pelo jogo e pela malandragem de Farha, o único jogador com sangue HUE BR. Passou pelas faculdades de Direito e Publicidade, sem concluir nem uma, nem outra. Apaixonado por cinema, música, literatura e outras artes mais, aprendeu a jogar sinuca em botecos com tiozinhos tomando cachaça, e tem a certeza que vivemos em uma Matrix. Sempre se esquece de encher as formas de gelo.

Veja mais:

Salas de Poker