Luan Leonel comenta desafio de US$ 250 mil

Por: 11/06/2021

Luan Leonel, o “pseudofruto” do Cardroom Poker Team, fala sobre seu último desafio, de ganhar US$ 250 mil em 250 dias

Sem dúvida, Luan “pseudofruto” Leonel é um dos principais nomes do poker brasileiro. Ex-mágico, hoje ele é jogador profissional, criador e instrutor da Cardroom Poker Team, e recentemente lançou um desafio em que pretende chegar a US$ 250.000 em ganhos ao longo de 250 dias.

Aqui, conversamos sobre a proposta do desafio, sua rotina e também sobre a Cardroom Poker Team. Confira!

Vamos começar falando do challenge de US$ 250 mil. Qual foi a motivação?

Luan Leonel Pseudofruto

O desafio é de 250 dias com US$ 250 mil, estou com mais de 50 dias, e mais de US$ 200 mil de lucro aproximadamente, mais uns US$ 15 mil de rakeback.

A ideia principal era me motivar e motivar os meus jogadores. Lembrando que nesse desafio eu posto diariamente sempre que jogo apenas para o time elite.

Esse não é o primeiro desafio, você já fez outros como o de US$ 1.000 em 10 dias uns anos atrás. Já falhou em algum desses desafios? Se sim, como isso te afetou?

Eu fiz 3 desafios que me lembre, consegui em 2 e falhei em 1. Porém foram de períodos pequenos de puro volume, coisas idiotas que não aconselho a ninguém a fazer. Tem que aceitar a variância e tentar jogar bem da forma que se sentir bem mesmo. Poker é foda pra cabeça e se forçar muito chega a fazer mal pra saúde.

Os desafios afetam sua rotina de jogo e estudo? Como é sua rotina normalmente?

Afetam pra melhor. A minha rotina é a seguinte:

Na segunda-feira eu tiro as dúvidas do grind de sábado e domingo, todas pegando as frequências do Hand 2 Note e locando no Pio (exceto quando já tenho simplificado, aí é só conferir ), e tiro o resto do dia de folga.

Terça eu dou aula individual para o time elite principal, geralmente marco 3 aulas. Na quarta eu acordo às 12:45 e começa a jogar as 12:50, só faço um café e sento na frente do PC. Quinta aula individual e monto a aula que darei em grupo para o elite (sempre aulas locadas e simplificadas).

Sexta dou a aula e cuido de outros negócios ou faço algo pra Card, vou no banco, sei lá. É o dia que tiro pra descansar mas estou sempre atolado de coisas pra fazer. Sabádo e domingo eu grindo geralmente, e diariamente respondo as dúvidas da galera.

Falando no time, vocês expandiram e estão aceitando jogadores de fora do Brasil. Como é trabalhar com um time nesse nível?

O time hoje tem mais de 400 jogadores em todas as modalidades, para mim é desafiador, mas eu amo e me vejo fazendo isso por um bom tempo ainda. Eu gosto de ser grind, eu gosto de ser professor e eu tenho tesão. Não tenho o pique que tinha há 3 anos, mas hoje sou mais disciplinado.

Dá muito trabalho, mas é o que eu quero pra minha vida e espero aguentar manter o bom nível e a dedicação por mais uns 7 anos pelo menos.

Para comprar ou vender créditos de poker, sem burocracia e com segurança. Acesse a ROYALpag.com. Receba em 5 minutos.

Danilo Telles

Danilo Telles

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Salas de Poker