Clique Aqui Mensagens de sabedoria e reflexão para o auto-conhecimento

Lista de Usuários Marcados

Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 13
Like Tree2Likes

Tópico: Mensagens de sabedoria e reflexão para o auto-conhecimento

  1. #1
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467

    Mensagens de sabedoria e reflexão para o auto-conhecimento

    Fala galera!

    Criei essa página para auto-conhecimento.

    https://www.facebook.com/sabedoriaconsciente9/

    Mensagens de sabedoria e reflexão.

    Quem se interessar, dá uma olhada.

    Atualizarei diariamente.

    Com amor, rendo graças.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #2
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467


    Excelente vídeo só para dar um gostinho.

    Grande abraço!
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #3
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    Uma nova consciência e uma moralidade totalmente nova são necessárias para dar origem a uma mudança radical na cultura e na estrutura social presentes.Isto é bem claro, no entanto, as pessoas, quer as «progressistas» quer as «conservadoras», e também as que defendem a revolução violenta parecem não dar atenção a essa necessidade. Qualquer dogma, qualquer fórmula, qualquer ideologia fazem parte da consciência velha, são elaboradas pelo pensamento, cuja atividade origina fragmentação - a «Esquerda», a «Direita», o «Centro», etc.. Esta atividade separativa tem levado ao derramamento de sangue, quer da «Direita», quer da «Esquerda», ou ao totalitarismo. É isto que vemos acontecer à nossa volta. Percebe-se a necessidade da mudança social, econômica e moral, mas a resposta vem da consciência velha, sendo o pensamento o principal ator.


    A desordem, a confusão e o sofrimento em que se encontram os seres humanos situam-se na área da consciência velha, e sem a mudarmos profundamente, toda a atividade humana - política, econômica ou religiosa - apenas levará à destruição de cada um de nós e da própria Terra. Isto é evidente para todas as pessoas de bom senso. Temos de ser uma luz para nós mesmos; e esta luz é a lei. Não há outra lei moral. Todas as outras são feitas pelo pensamento, e por isso são fragmentárias e cheias de contradições. Ser uma luz para nós mesmos significa que não seguimos a luz de outrem, por muito razoável, lógica, tradicional e convincente que pareça. Não podemos ser uma luz para nós mesmos se estivermos sob a influência das pesadas sombras da autoridade, do dogma, de uma conclusão. A verdadeira moralidade não é criada pelo pensamento; não é resultado da pressão do meio em que se vive, não vem do ontem, da tradição. Nasce do amor. E o amor não é desejo e prazer. A satisfação sensorial ou sexual não é amor.


    Ser livre é ser uma luz para si mesmo; não é, portanto, uma abstracção, algo elaborado pelo pensamento. A verdadeira liberdade psicológica consiste em estarmos libertos da dependência, do apego, da ânsia de experiências «espirituais». Estar liberto da estrutura condicionante do pensamento é ser uma luz para si próprio. Toda a ação acontece então nesta luz e assim nunca é contraditória. A contradição só existe quando a ação está separada dessa luz, quando o ator está separado da ação e projeta um ideal. O ideal - que se sobrepõe à realidade presente é uma atividade estéril do pensamento, e não pode coexistir com esta luz, um exclui o outro. Quando o «observador» (o «eu» com os seus preconceitos, conclusões, etc.), está presente, esta luz não está. A estrutura do «observador» é construída pelo pensamento, que nunca é livre, que nunca é novo (porque nasce da memória, da experiência, do conhecimento acumulado). Para que esta luz exista, não há «como», não há sistema algum. Só há o ver, que é a ação necessária. Temos de ver, mas não através dos olhos de outro. Esta luz, esta lei, não é «nossa» nem é de outro. É apenas luz. E ela é amor.


    Jiddu Krishnamurti
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #4
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    O cérebro evoluiu, cresceu, mas continua a ser um cérebro muito velho. Como evoluiu através do tempo, ele funciona em termos de tempo. No momento em que dizemos «Eu serei», isso também é tempo. Quando dizemos «Tenho de fazer isso», é também no tempo. Tudo o que fazemos implica tempo e os nossos cérebros estão condicionados não apenas pelo tempo cronológico mas também pelo tempo psicológico. O cérebro evoluiu através de milênios e a própria ideia, a própria questão de saber se ele pode parar o tempo é um processo paralisante. É um choque para ele. Uma parte da meditação consiste em descobrir por nós, se o tempo psicológico pode parar.

    Não se pode fazer isto dizendo: «O tempo tem de parar»; isso não tem nenhum significado. Será possível ao cérebro compreender que o futuro que ele imagina não existe? Vivemos ou no desespero ou na esperança. Uma parte do tempo consiste na natureza destrutiva da «esperança»: «Sou desgraçado, infeliz, inseguro; espero vir a ser feliz»; ou na fé, essa invenção dos sacerdotes por todo o mundo: «Estás infeliz mas tem fé em Deus, e tudo correrá pelo melhor.» Ter fé em qualquer coisa implica tempo. Poder-se-á aceitar que, psicologicamente, não há «amanhã»? Faz parte da meditação descobrir que, psicologicamente, não há «amanhã». Esperar o que quer que seja, o prazer de antecipar coisas, está envolto em tempo. O que não quer dizer que tenhamos de pôr de lado a esperança, temos é que compreender o movimento do tempo.

    Jiddu Krishnamurti
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #5
    World Class Avatar de lagostinha
    Data de Ingresso
    27/09/07
    Posts
    27.573
    Images
    2
    Mano NGM mais acessa esse fórum
    Ficou dias cheio de spams aí de bots floodando merda em vários tópicos

    Parece q nem a moderação entra mais aqui lol
    Q decadência
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #6
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    Poxa, que pena.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #7
    World Class Avatar de MAXPRO
    Data de Ingresso
    17/10/07
    Localização
    Terreiro
    Posts
    8.715
    Sick ressurgimento.
    E ai Gabriel, beleza?
    Como passou os últimos tempos?
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #8
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    Grande MAX!

    Na paz e você?

    Passei de forma tranquila, nada demais...

    Grande abraço pra você!
    Picinin likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #9
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    Será possível viver cada dia sem qualquer espécie de comparação? Exteriormente, temos de comparar dois materiais, entre a cor de um tecido e a cor de outro tecido. Mas, psicologicamente, interiormente, será que podemos libertar-nos totalmente da comparação, isto é, libertar-nos da medida? Medida é um movimento do pensamento. Assim, poderá o pensamento parar? Muitos de nós tentam parar o pensamento, o que é impossível. Pode-se dizer por um segundo: «Parei o pensamento», mas isso é um ato forçado, de pressão, é como pensar e dizer: «Contei um segundo enquanto não estava a pensar».


    Quem tenha entrado a fundo nesta questão, pergunta se o pensamento é capaz de parar. O pensamento nasce do que é conhecido. Conhecimento adquirido é o conhecido, e o conhecido é o passado. Pode esse pensamento parar? Seremos capazes de nos libertarmos do conhecido? Funcionamos sempre a partir do conhecido, e tomamo-nos extraordinariamente hábeis e imitadores, e sempre comparando. Estamos constantemente a tentar ser alguma coisa. Portanto, poderá o pensamento ficar em suspenso? Já falamos de medida, de controle, da importância dos sentidos e do seu lugar correto.


    Tudo isto faz parte da meditação. Poderá o cérebro, que tem milhões de anos, que está pesadamente condicionado, tão cheio de tudo que o homem tem adquirido através dos séculos, esse cérebro que atua mecanicamente a todo o momento, poderá esse cérebro libertar-se do conhecido, e nunca, nunca envelhecer fisicamente? Não perguntais por vezes se esse cérebro será capaz de largar o seu fardo, ficar liberto e nunca se deteriorar? Isto quer dizer nunca registrarmos nada psicologicamente, nunca registrar elogios, insultos, imposições, pressões, mas conservar sempre a «fita de registro» como nova. Inocência quer dizer um cérebro que nunca foi ferido psicologicamente. Inocência quer dizer ausência de sofrimento, de conflito, de mágoa, de dor.


    Jiddu Krishnamurti
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #10
    Chip Leader Avatar de gabrielrgvas
    Data de Ingresso
    23/09/08
    Localização
    Cristo Redentor
    Posts
    1.467
    Não sigam ninguém - incluindo este orador. Não aceitem o que alguém diz, porque cada um de vós tem de ser uma luz para si próprio. Temos de manter-nos completamente por nós mesmos, porque cada um é o mundo e o mundo é cada um de nós; temos de nos libertar das coisas do mundo, o que significa estarmos livres do «eu», do ego e de todas as suas agressões, vaidade, insensatez, ambição. Portanto, o que é meditação? Como vamos descobrir? É óbvio que para vermos qualquer coisa muito claramente a mente tem de estar muito silenciosa. Se eu quiser escutar aquilo que está a ser dito, tenho de dar atenção a isso, e essa atenção tem a qualidade do silêncio.


    Para descobrir não apenas o sentido das palavras, mas ir mais além, tenho de escutar muito atentamente. Nesse escutar não vou interpretar o que o outro está dizendo, não vou julgar, não vou avaliar; vou escutar de fato as palavras e também o que está para além delas, sabendo que a palavra não é a coisa a que ela se refere e que a descrição não é o que é descrito. Assim, escuto o outro com total atenção. Nessa atenção não há o «eu» como aquele que escuta, o «eu» que se separa a si próprio daquele que está a falar, que separa o «eu» e o «tu».


    Assim, a mente que é capaz de escutar totalmente aquilo que está a ser dito e de ir mais além da palavra, tem de dar uma atenção total. Isto acontece quando olhamos para uma árvore com grande atenção, ou quando ouvimos música, ou quando se escuta alguém que nos está a dizer alguma coisa muito urgente, muito séria. Esse estado de atenção, no qual o «eu» está totalmente ausente, é meditação. Porque nesse estado não há direção, não há fronteiras que o pensamento tenha construído à volta da atenção.


    Jiddu Krishnamurti
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados