Clique Aqui Ataques em Paris - Página 62

Lista de Usuários Marcados

Página 62 de 72 PrimeiroPrimeiro ... 12526061626364 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 611 a 620 de 714
Like Tree1371Likes

Tópico: Ataques em Paris

  1. #611
    Chip Leader Avatar de alfredo_NO
    Data de Ingresso
    16/10/11
    Posts
    1.288
    Citação Postado originalmente por zombie Ver Post
    Esse lance de dificuldade de interpretação de "livros sagrados" é verdade, mas tb é superestimado.

    Sim, a bíblia é um livro extenso, foi escrito por autores diversos e em diferentes épocas, e além disso ainda existem problemas com a tradução e contextualização.

    Mas do jeito que vcs falam parece que ela é completamente indecifrável pra alguém com intelecto médio e vontade de compreender.

    Eu já li o livro, bem como um monte de outros livros densos de teologia que a interpretam e explicam (é... eu sei... [Facepalm]). Não fiz como "ateu de má vontade", na época eu realmente achava que haviam verdades espirituais pra serem apreendidas ali.

    Não sou nenhum erudito, tão pouco quero tentar tirar onda de sabichão. Mas, anyway, tem muita coisa ali que é inadmissível que esteja num texto inspirado por deus, pelo menos um deus com as caracteristicas do deus cristão... Se vc partir do princípio que deus é cruel e limitado muita coisa passaria a fazer sentido.

    A verdade é que a maioria dos autores sabia muito menos sobre o mundo natural do que vc sabia na quarta série (mesmo se era um aluno medíocre), e isso transparece frequentemente.

    E quando deus faz seus pronunciamentos a profetas, ditando leis, ameaçando infiéis, etc. Vc tem poucas alternativas religiosas coerentes pra justificar o fato de ele estar dizendo absurdos.

    Vc poderia considerar que o texto está incorreto, que o profeta mentiu, ou whatever... Mas essas não são explicações que o cristianismo aceita. E isso não vale só pra fanáticos, como foi citado aí em algum momento. Essa é a resposta padrão do cristianismo, todo o texto foi divinamente inspirado.

    Então o que resta racionalizar e dar desculpas, e eu já conheço as principais... "Era outra aliança", "Jesus veio pra desfazer a velha lei" (essa ele próprio diz que é mentira), "agora é o tempo da graça", etc.

    Imo nada disso explica pq deus, em algum momento, instruía quanto a forma correta de comercializar escravos, punia vítimas de estupro com a morte, exigia sacrifícios de sangue, ordenava massacres punitivos contra culturas diferentes, e centenas de etcs.

    Se vc é um cristão modernoso que nunca leu a bíblia, acha que ela é mesmo um livro velho cheio de bullshit, e que deus só inspirou as suas partes favoritas do novo testamento, esse post pra vc vai parecer desnecessário. Mas assim como no caso do Caio Fábio, que foi citado a pouco, a sua visão não reflete a posição oficial da religião que vc pensa seguir.
    As dificuldades de interpretação da bíblia são principalmente relacionadas às profecias bíblicas, essas passagens do antigo testamento se você levar em conta a cultura em que foram escritas da pra entender sim, agora se você quer que os textos se moldem à sua forma de pensar ou tudo que vai contra seus princípios é injusto e desumano, aí não tem jeito.

    Quando Deus faz seus pronunciamentos com ameaças, elas são direcionadas principalmente a quem acredita nele e não somente aos infiéis.

    Em outro post você colocou um versículo onde Deus se dirigia com ameaças a samaria(reino de israel), como se o texto fosse uma ameaça a infiéis, sendo que na verdade não era.

    Quem acredita em Deus, crê também que o pecado ofende a Deus e que quem pecar se não se arrepender vai ser castigado.

    Se eu acredito que Deus me criou, que ele deixou diretrizes pra eu seguir e sou consciente que se não seguir vou ser punido, fica mais fácil entender as ameaças.

    Agora se eu acredito que existo por si só, que Deus é um cara que não tem nada a ver com minha vida e fica me ameaçando, aí é complicado, não da pra entender mesmo não.

    Você pode ser muito inteligente e argumentar bem, mas não pode querer definir tudo e dar a palavra final. Em relação as alianças não é uma desculpa, é uma realidade a bíblia está cheia de textos que fazem distinção entre o antigo e o novo concerto.

    Já que a antiga aliança não foi abolida explica pra nós esses versículos:

    4
    Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

    A ordenança anterior é revogada, porquanto era fraca e inútil
    ( pois a lei não havia aperfeiçoado coisa alguma ), sendo introduzida uma esperança superior, pela qual nos aproximamos de Deus
    Hebreus 7:18,19

    Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores.
    Pois se aquela primeira aliança fosse perfeita, não seria necessário procurar lugar para outra.
    Deus, porém, achou o povo em falta e disse: "Estão chegando os dias, declara o Senhor, quando farei uma nova aliança com a comunidade de Israel e com a comunidade de Judá.
    Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados quando os tomei pela mão para tirá-los do Egito; visto que eles não permaneceram fiéis à minha aliança, eu me afastei deles", diz o Senhor.
    Hebreus 8:6-9

    Em relação à escravidão Deus nunca ORDENOU, o que Deus fez foi REGULAMENTAR algo que já existia. E considerando a escravidão no meio do povo de Israel com a escravidão dos outros povos do mundo antigo, a praticada em Israel era bem mais branda.

    O pensamento humano está em constante evolução, hoje é moleza condenar a escravidão, mas será que no mundo antigo alguém chegasse abolindo a escravidão seria compreensivo para a mente humana considerando a cultura do mundo antigo?

    Pra tentar entender melhor o exemplo acima, vamos pegar o exemplo do uso da calça:

    Até o final do século XiX e início XX as mulheres usavam calças somente pra trabalhar, com o passar do tempo umas começaram a usar pra passear pelas cidades.

    Essas mulheres eram chamadas de prostitutas, vagabundas e imorais.

    Se alguém em nossos dias achar que uma mulher que usa calça é imoral e prostituta, vai ser considerado um doente mental, um completo demente ignorante.

    Sendo assim, todos que nos séculos passados condenavam o ouso da calça são ignorantes, dementes e malucos? Será que se alguém tentasse de uma vez mostrar aos povos passados que o uso da calça era normal iria conseguir de imediato? Claro que não, isso exige tempo.

    Existe um abismo entre escravizar alguém e usar uma calça, o que tentei mostrar é que pra muitos conceitos e práticas caírem por terra exige tempo não tem como mudar de uma hora pra outra.

    Em relação ao massacre a outros povos, parece que pra você Israel vivia em um mundo imaginário mais ou menos assim: fronteiras definidas, rodeado de vizinhos pacíficos e tendo a proteção dos EUA e armas nucleares, tipo todos os povos eram pacíficos e israel atacava porque Deus é ruim e queria destruir outros povos.

    Agora se você aceitar a realidade de que no mundo antigo, as guerras por posse de terra eram generalizadas e uma questão de sobrevivência, ajuda um pouco a compreender.

    Sobre um aluno de quarta série de hoje saber mais que a maioria dos escritores bíblicos, isso é meio complicado não? Porque basicamente as informações que temos deles são da própria bíblia, e quando a bíblia diz que o autor era um pescador analfabeto pra você isso é uma verdade já que vai lhe ajudar a desqualificar a bíblia.

    Já os outros textos com opiniões que vão contra os seus interesses não são verdades, ou seja só é verdade na bíblia o que lhe interessa?

    Entre os escritores bíblicos encontramos de tudo, pecadores, boiadeiros, escribas e médicos. Isso reflete o amor de Deus que não faz distinção de pessoas e ama a todos.
    Última edição por alfredo_NO; 23-11-2015 às 09:47.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #612
    World Class Avatar de DiegoSestito
    Data de Ingresso
    23/06/12
    Localização
    A, A
    Posts
    7.725
    Citação Postado originalmente por alfredo_NO Ver Post
    Citação Postado originalmente por zombie Ver Post
    Esse lance de dificuldade de interpretação de "livros sagrados" é verdade, mas tb é superestimado.

    Sim, a bíblia é um livro extenso, foi escrito por autores diversos e em diferentes épocas, e além disso ainda existem problemas com a tradução e contextualização.

    Mas do jeito que vcs falam parece que ela é completamente indecifrável pra alguém com intelecto médio e vontade de compreender.

    Eu já li o livro, bem como um monte de outros livros densos de teologia que a interpretam e explicam (é... eu sei... [Facepalm]). Não fiz como "ateu de má vontade", na época eu realmente achava que haviam verdades espirituais pra serem apreendidas ali.

    Não sou nenhum erudito, tão pouco quero tentar tirar onda de sabichão. Mas, anyway, tem muita coisa ali que é inadmissível que esteja num texto inspirado por deus, pelo menos um deus com as caracteristicas do deus cristão... Se vc partir do princípio que deus é cruel e limitado muita coisa passaria a fazer sentido.

    A verdade é que a maioria dos autores sabia muito menos sobre o mundo natural do que vc sabia na quarta série (mesmo se era um aluno medíocre), e isso transparece frequentemente.

    E quando deus faz seus pronunciamentos a profetas, ditando leis, ameaçando infiéis, etc. Vc tem poucas alternativas religiosas coerentes pra justificar o fato de ele estar dizendo absurdos.

    Vc poderia considerar que o texto está incorreto, que o profeta mentiu, ou whatever... Mas essas não são explicações que o cristianismo aceita. E isso não vale só pra fanáticos, como foi citado aí em algum momento. Essa é a resposta padrão do cristianismo, todo o texto foi divinamente inspirado.

    Então o que resta racionalizar e dar desculpas, e eu já conheço as principais... "Era outra aliança", "Jesus veio pra desfazer a velha lei" (essa ele próprio diz que é mentira), "agora é o tempo da graça", etc.

    Imo nada disso explica pq deus, em algum momento, instruía quanto a forma correta de comercializar escravos, punia vítimas de estupro com a morte, exigia sacrifícios de sangue, ordenava massacres punitivos contra culturas diferentes, e centenas de etcs.

    Se vc é um cristão modernoso que nunca leu a bíblia, acha que ela é mesmo um livro velho cheio de bullshit, e que deus só inspirou as suas partes favoritas do novo testamento, esse post pra vc vai parecer desnecessário. Mas assim como no caso do Caio Fábio, que foi citado a pouco, a sua visão não reflete a posição oficial da religião que vc pensa seguir.
    As dificuldades de interpretação da bíblia são principalmente relacionadas às profecias bíblicas, essas passagens do antigo testamento se você levar em conta a cultura em que foram escritas da pra entender sim, agora se você quer que os textos se moldem à sua forma de pensar ou tudo que vai contra seus princípios é injusto e desumano, aí não tem jeito.

    Quando Deus faz seus pronunciamentos com ameaças, elas são direcionadas principalmente a quem acredita nele e não somente aos infiéis.

    Em outro post você colocou um versículo onde Deus se dirigia com ameaças a samaria(reino de israel), como se o texto fosse uma ameaça a infiéis, sendo que na verdade não era.

    Quem acredita em Deus, crê também que o pecado ofende a Deus e que quem pecar se não se arrepender vai ser castigado.

    Se eu acredito que Deus me criou, que ele deixou diretrizes pra eu seguir e sou consciente que se não seguir vou ser punido, fica mais fácil entender as ameaças.

    Agora se eu acredito que existo por si só, que Deus é um cara que não tem nada a ver com minha vida e fica me ameaçando, aí é complicado, não da pra entender mesmo não.

    Você pode ser muito inteligente e argumentar bem, mas não pode querer definir tudo e dar a palavra final. Em relação as alianças não é uma desculpa, é uma realidade a bíblia está cheia de textos que fazem distinção entre o antigo e o novo concerto.

    Já que a antiga aliança não foi abolida explica pra nós esses versículos:

    4
    Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

    A ordenança anterior é revogada, porquanto era fraca e inútil
    ( pois a lei não havia aperfeiçoado coisa alguma ), sendo introduzida uma esperança superior, pela qual nos aproximamos de Deus
    Hebreus 7:18,19

    Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores.
    Pois se aquela primeira aliança fosse perfeita, não seria necessário procurar lugar para outra.
    Deus, porém, achou o povo em falta e disse: "Estão chegando os dias, declara o Senhor, quando farei uma nova aliança com a comunidade de Israel e com a comunidade de Judá.
    Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados quando os tomei pela mão para tirá-los do Egito; visto que eles não permaneceram fiéis à minha aliança, eu me afastei deles", diz o Senhor.
    Hebreus 8:6-9

    Em relação à escravidão Deus nunca ORDENOU, o que Deus fez foi REGULAMENTAR algo que já existia. E considerando a escravidão no meio do povo de Israel com a escravidão dos outros povos do mundo antigo, a praticada em Israel era bem mais branda.

    O pensamento humano está em constante evolução, hoje é moleza condenar a escravidão, mas será que no mundo antigo alguém chegasse abolindo a escravidão seria compreensivo para a mente humana considerando a cultura do mundo antigo?

    Pra tentar entender melhor o exemplo acima, vamos pegar o exemplo do uso da calça:

    Até o final do século XiX e início XX as mulheres usavam calças somente pra trabalhar, com o passar do tempo umas começaram a usar pra passear pelas cidades.

    Essas mulheres eram chamadas de prostitutas, vagabundas e imorais.

    Se alguém em nossos dias achar que uma mulher que usa calça é imoral e prostituta, vai ser considerado um doente mental, um completo demente ignorante.

    Sendo assim, todos que nos séculos passados condenavam o ouso da calça são ignorantes, dementes e malucos? Será que se alguém tentasse de uma vez mostrar aos povos passados que o uso da calça era normal iria conseguir de imediato? Claro que não, isso exige tempo.

    Existe um abismo entre escravizar alguém e usar uma calça, o que tentei mostrar é que pra muitos conceitos e práticas caírem por terra exige tempo não tem como mudar de uma hora pra outra.

    Em relação ao massacre a outros povos, parece que pra você Israel vivia em um mundo imaginário mais ou menos assim: fronteiras definidas, rodeado de vizinhos pacíficos e tendo a proteção dos EUA e armas nucleares, tipo todos os povos eram pacíficos e israel atacava porque Deus é ruim e queria destruir outros povos.

    Agora se você aceitar a realidade de que no mundo antigo, as guerras por posse de terra eram generalizadas e uma questão de sobrevivência, ajuda um pouco a compreender.

    Sobre um aluno de quarta série de hoje saber mais que a maioria dos escritores bíblicos, isso é meio complicado não? Porque basicamente as informações que temos deles são da própria bíblia, e quando a bíblia diz que o autor era um pescador analfabeto pra você isso é uma verdade já que vai lhe ajudar a desqualificar a bíblia.

    Já os outros textos com opiniões que vão contra os seus interesses não são verdades, ou seja só é verdade na bíblia o que lhe interessa?

    Entre os escritores bíblicos encontramos de tudo, pecadores, boiadeiros, escribas e médicos. Isso reflete o amor de Deus que não faz distinção de pessoas e ama a todos.

    Só vou responder o final, porque pra mim essa discussão ja acabou umas 2 páginas atras..

    Não interessa muito se eles eram médicos, pescadores ou homens "cultos" da época. Qualquer mlk de 11 anos hoje, que frequentou a escola, sabe muito mais do que qualquer sábio da época sabia sobre o universo ainec.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #613
    Chip Leader Avatar de PowerR0x
    Data de Ingresso
    04/07/14
    Localização
    São José do Rio Preto - SP
    Posts
    1.832
    pra mim é meio esquisito Deus regulamentar algo que já existia se nada existia antes dele.
    Seria como se algo acontecesse debaixo do nariz dele e ele sendo conivente com a situação, resolve "regulamentar"

    kct se ele é bom e justo o pensamento lógico não seria proibir?
    ou é bom e justo pro escravo ser escravizado?

    esses pensamentos malucos passados de pastor pra ovelha que me deixam de cara com grande parte das religiões.
    santiago, zombie, ekalil and 2 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #614
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.454
    E é por isso que eu não vejo sentido em ficar discutindo se qualquer religião se sustenta racionalmente. É óbvio que não. E não era esse o ponto quando começou a discussão sobre religião. A discussão é sobre se o islamismo, analisado de um ponto de vista racional e laico, representa um perigo intrínseco maior que as outras religiões.

    IMO, é evidente que sim, porque é muito mais difícil para o islamismo, doutrinariamente, aceitar que a religião deve ficar restrita à esfera privada.
    Cão, ekalil, Bolengo and 9 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #615
    Chip Leader Avatar de alfredo_NO
    Data de Ingresso
    16/10/11
    Posts
    1.288
    Citação Postado originalmente por DiegoSestito Ver Post
    Citação Postado originalmente por alfredo_NO Ver Post
    Citação Postado originalmente por zombie Ver Post
    Esse lance de dificuldade de interpretação de "livros sagrados" é verdade, mas tb é superestimado.

    Sim, a bíblia é um livro extenso, foi escrito por autores diversos e em diferentes épocas, e além disso ainda existem problemas com a tradução e contextualização.

    Mas do jeito que vcs falam parece que ela é completamente indecifrável pra alguém com intelecto médio e vontade de compreender.

    Eu já li o livro, bem como um monte de outros livros densos de teologia que a interpretam e explicam (é... eu sei... [Facepalm]). Não fiz como "ateu de má vontade", na época eu realmente achava que haviam verdades espirituais pra serem apreendidas ali.

    Não sou nenhum erudito, tão pouco quero tentar tirar onda de sabichão. Mas, anyway, tem muita coisa ali que é inadmissível que esteja num texto inspirado por deus, pelo menos um deus com as caracteristicas do deus cristão... Se vc partir do princípio que deus é cruel e limitado muita coisa passaria a fazer sentido.

    A verdade é que a maioria dos autores sabia muito menos sobre o mundo natural do que vc sabia na quarta série (mesmo se era um aluno medíocre), e isso transparece frequentemente.

    E quando deus faz seus pronunciamentos a profetas, ditando leis, ameaçando infiéis, etc. Vc tem poucas alternativas religiosas coerentes pra justificar o fato de ele estar dizendo absurdos.

    Vc poderia considerar que o texto está incorreto, que o profeta mentiu, ou whatever... Mas essas não são explicações que o cristianismo aceita. E isso não vale só pra fanáticos, como foi citado aí em algum momento. Essa é a resposta padrão do cristianismo, todo o texto foi divinamente inspirado.

    Então o que resta racionalizar e dar desculpas, e eu já conheço as principais... "Era outra aliança", "Jesus veio pra desfazer a velha lei" (essa ele próprio diz que é mentira), "agora é o tempo da graça", etc.

    Imo nada disso explica pq deus, em algum momento, instruía quanto a forma correta de comercializar escravos, punia vítimas de estupro com a morte, exigia sacrifícios de sangue, ordenava massacres punitivos contra culturas diferentes, e centenas de etcs.

    Se vc é um cristão modernoso que nunca leu a bíblia, acha que ela é mesmo um livro velho cheio de bullshit, e que deus só inspirou as suas partes favoritas do novo testamento, esse post pra vc vai parecer desnecessário. Mas assim como no caso do Caio Fábio, que foi citado a pouco, a sua visão não reflete a posição oficial da religião que vc pensa seguir.
    As dificuldades de interpretação da bíblia são principalmente relacionadas às profecias bíblicas, essas passagens do antigo testamento se você levar em conta a cultura em que foram escritas da pra entender sim, agora se você quer que os textos se moldem à sua forma de pensar ou tudo que vai contra seus princípios é injusto e desumano, aí não tem jeito.

    Quando Deus faz seus pronunciamentos com ameaças, elas são direcionadas principalmente a quem acredita nele e não somente aos infiéis.

    Em outro post você colocou um versículo onde Deus se dirigia com ameaças a samaria(reino de israel), como se o texto fosse uma ameaça a infiéis, sendo que na verdade não era.

    Quem acredita em Deus, crê também que o pecado ofende a Deus e que quem pecar se não se arrepender vai ser castigado.

    Se eu acredito que Deus me criou, que ele deixou diretrizes pra eu seguir e sou consciente que se não seguir vou ser punido, fica mais fácil entender as ameaças.

    Agora se eu acredito que existo por si só, que Deus é um cara que não tem nada a ver com minha vida e fica me ameaçando, aí é complicado, não da pra entender mesmo não.

    Você pode ser muito inteligente e argumentar bem, mas não pode querer definir tudo e dar a palavra final. Em relação as alianças não é uma desculpa, é uma realidade a bíblia está cheia de textos que fazem distinção entre o antigo e o novo concerto.

    Já que a antiga aliança não foi abolida explica pra nós esses versículos:

    4
    Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

    A ordenança anterior é revogada, porquanto era fraca e inútil
    ( pois a lei não havia aperfeiçoado coisa alguma ), sendo introduzida uma esperança superior, pela qual nos aproximamos de Deus
    Hebreus 7:18,19

    Agora, porém, o ministério que Jesus recebeu é superior ao deles, assim como também a aliança da qual ele é mediador é superior à antiga, sendo baseada em promessas superiores.
    Pois se aquela primeira aliança fosse perfeita, não seria necessário procurar lugar para outra.
    Deus, porém, achou o povo em falta e disse: "Estão chegando os dias, declara o Senhor, quando farei uma nova aliança com a comunidade de Israel e com a comunidade de Judá.
    Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados quando os tomei pela mão para tirá-los do Egito; visto que eles não permaneceram fiéis à minha aliança, eu me afastei deles", diz o Senhor.
    Hebreus 8:6-9

    Em relação à escravidão Deus nunca ORDENOU, o que Deus fez foi REGULAMENTAR algo que já existia. E considerando a escravidão no meio do povo de Israel com a escravidão dos outros povos do mundo antigo, a praticada em Israel era bem mais branda.

    O pensamento humano está em constante evolução, hoje é moleza condenar a escravidão, mas será que no mundo antigo alguém chegasse abolindo a escravidão seria compreensivo para a mente humana considerando a cultura do mundo antigo?

    Pra tentar entender melhor o exemplo acima, vamos pegar o exemplo do uso da calça:

    Até o final do século XiX e início XX as mulheres usavam calças somente pra trabalhar, com o passar do tempo umas começaram a usar pra passear pelas cidades.

    Essas mulheres eram chamadas de prostitutas, vagabundas e imorais.

    Se alguém em nossos dias achar que uma mulher que usa calça é imoral e prostituta, vai ser considerado um doente mental, um completo demente ignorante.

    Sendo assim, todos que nos séculos passados condenavam o ouso da calça são ignorantes, dementes e malucos? Será que se alguém tentasse de uma vez mostrar aos povos passados que o uso da calça era normal iria conseguir de imediato? Claro que não, isso exige tempo.

    Existe um abismo entre escravizar alguém e usar uma calça, o que tentei mostrar é que pra muitos conceitos e práticas caírem por terra exige tempo não tem como mudar de uma hora pra outra.

    Em relação ao massacre a outros povos, parece que pra você Israel vivia em um mundo imaginário mais ou menos assim: fronteiras definidas, rodeado de vizinhos pacíficos e tendo a proteção dos EUA e armas nucleares, tipo todos os povos eram pacíficos e israel atacava porque Deus é ruim e queria destruir outros povos.

    Agora se você aceitar a realidade de que no mundo antigo, as guerras por posse de terra eram generalizadas e uma questão de sobrevivência, ajuda um pouco a compreender.

    Sobre um aluno de quarta série de hoje saber mais que a maioria dos escritores bíblicos, isso é meio complicado não? Porque basicamente as informações que temos deles são da própria bíblia, e quando a bíblia diz que o autor era um pescador analfabeto pra você isso é uma verdade já que vai lhe ajudar a desqualificar a bíblia.

    Já os outros textos com opiniões que vão contra os seus interesses não são verdades, ou seja só é verdade na bíblia o que lhe interessa?

    Entre os escritores bíblicos encontramos de tudo, pecadores, boiadeiros, escribas e médicos. Isso reflete o amor de Deus que não faz distinção de pessoas e ama a todos.

    Só vou responder o final, porque pra mim essa discussão ja acabou umas 2 páginas atras..

    Não interessa muito se eles eram médicos, pescadores ou homens "cultos" da época. Qualquer mlk de 11 anos hoje, que frequentou a escola, sabe muito mais do que qualquer sábio da época sabia sobre o universo ainec.
    Pelo que eu entendi, a intenção dele foi desmerecer os escritores bíblicos tipo " são uns semi-analfabetos não tem como dar credibilidade ao que eles escreveram".

    Agora se eu estiver entendido errado, se for isso que vc disse, tipo "como o pensamento humano evoluiu e o conhecimento é bem mais amplo , hoje uma criança de 11 anos sabe mais que um sábio do mundo antigo, não posso ter minha vida direcionada por esses caras".

    Tipo o mesmo descrédito que é dado à biblia por ser um livro antigo, vai ser dado também aos textos dos filósofos gregos e às descobertas cíentíficas do passado? creio que não.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #616
    World Class Avatar de DiegoSestito
    Data de Ingresso
    23/06/12
    Localização
    A, A
    Posts
    7.725
    Citação Postado originalmente por PowerR0x Ver Post
    pra mim é meio esquisito Deus regulamentar algo que já existia se nada existia antes dele.
    Seria como se algo acontecesse debaixo do nariz dele e ele sendo conivente com a situação, resolve "regulamentar"

    kct se ele é bom e justo o pensamento lógico não seria proibir?
    ou é bom e justo pro escravo ser escravizado?

    esses pensamentos malucos passados de pastor pra ovelha que me deixam de cara com grande parte das religiões.
    É bem obvio como funciona né. A religião acompanha o espirito de época, e a opinião de deus é mutável dependendo da opinião dominante da época. Deus, um ser eterno de sabedoria infinita, que conhece toda a história do universo desde seu inicio até o eu fim, costuma mudar de opinião conforme o povo Judeu (e depois os cristãos no geral) também mudam. Até 1800 a escravidão era OK pra deus, mas ai ele viu que era uma merda e hoje acha zuado.
    santiago, Cão, zombie and 11 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #617
    Chip Leader Avatar de alfredo_NO
    Data de Ingresso
    16/10/11
    Posts
    1.288
    Citação Postado originalmente por PowerR0x Ver Post
    pra mim é meio esquisito Deus regulamentar algo que já existia se nada existia antes dele.
    Seria como se algo acontecesse debaixo do nariz dele e ele sendo conivente com a situação, resolve "regulamentar"

    kct se ele é bom e justo o pensamento lógico não seria proibir?
    ou é bom e justo pro escravo ser escravizado?

    esses pensamentos malucos passados de pastor pra ovelha que me deixam de cara com grande parte das religiões.
    Cara a gente precisa entender que um monte, mas um monte de coisas que aconteceram na bíblia foi totalmente contra ao que Deus ordenou.

    Existem os textos que são ordenanças, e os textos que são registros históricos, Deus inspirou a escrever mas não os atos que foram praticados.

    Você vai encontrar na bíblia um milhão de vezes o povo fazendo exatamente o oposto do que Deus manda, e Deus ordenou que ficasse registrado na bíblia pra servir de lição pras gerações futuras.

    Pela perspectiva cristã, se adão não peca, a humanidade seria eternamente perfeita e sem nenhum mal, não existiria escravidão.

    No mandamento de amar o próximo fica subentendido não escravizar, o problema é que o povo não obedecia, e isso não pode ser colocado como culpa de Deus.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #618
    Expert Avatar de zombie
    Data de Ingresso
    18/11/07
    Posts
    3.668
    Quando me referi ao texto transparecer a ignorância dos autores com relação ao mundo natural, não foi pra desmerecer sábios antigos.

    Apenas apontei uma incongruência. Um deus onisciente que não sabe como o próprio universo que ele criou funciona. A limitação humana é compreensível e não anula a eventual sabedoria que eles possuíssem na época.

    Quando vc vê por exemplo um profeta dizendo que orou e deus "parou o sol" fazendo ele ficar no mesmo lugar no céu, é impossível não notar o ridículo...

    Primeiro pq não é o sol que se move em torno terra (como a igreja demorou, mas reconheceu) e segundo pq se o profeta tivesse feito a terra parar de girar ele teria dizimado a raça humana instantaneamente e nem estaríamos vivos hoje pra ler essa bobagem.

    Ou talvez ele tenha parado mesmo sol, em relação ao centro da via láctea, nesse caso o texto estaria mais correto... Pena que nós estaríamos mortos anyway.

    Exemplos similares não faltam, então não precisa se ater a esse caso específico. Mesmo pq as defesas cristãs de como isso aconteceu são bastante fracas (com destaque para as que citam a NASA, pq essas são engraçadas ^^).

    E essa história de nova aliança não convence, acredite eu conheço as bases do argumento. Não só pq o texto se contradiz a respeito (tendo o próprio Cristo como opositor de Paulo, dizendo que não veio pra modificar a lei, ou alterar as escrituras), mas tb pq mesmo aceitando, pra fins de discussão, que fosse verdade... Ainda assim isso não muda o fato de que a crueldade do deus do antigo testamento é injustificável.

    Como um deus que manda vc invadir o acampamento de outro povo, e transpassar todas as grávidas com lanças, matar crianças, e etc se difere do deus islâmico que vc repudia? E vale lembrar que esse tipo de massacre não é excessão na bíblia. E btw, convenhamos, pouco importa quem era o alvo daquele versículo específico (do jeito que vc colocou foi como se o fato de ser Samaria tornasse tudo sussa).

    Como justificar as várias leis bizarras que já foram citadas e as centenas de similares que não foram? Bater num escravo até quase matar é OK, pq "o dinheiro é seu"? E quanto ao apedrejamento de mulheres estupradas? Suponho que era pq o estupro já estava rolando mesmo, aí deus decidiu regulamentar.

    Supondo que vc já leu os livros que está defendendo, é sério que vc acha que era o melhor que dava pra um deus onisciente ditar como lei? Isso, claro, independente da época.

    Imo um deus bondoso que montasse um livro como esse, cheio de absurdos e crueldade, e depois prometesse o paraíso pra quem aceitasse sem questionar, teria que estar em algum tipo de super "levelamento" cósmico. ^^

    Talvez pra ver quantos iam abaixar a cabeça e concordar pra tentar tirar o seu da reta.
    santiago, TNP, ekalil and 7 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #619
    Expert Avatar de zombie
    Data de Ingresso
    18/11/07
    Posts
    3.668
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    E é por isso que eu não vejo sentido em ficar discutindo se qualquer religião se sustenta racionalmente. É óbvio que não. E não era esse o ponto quando começou a discussão sobre religião. A discussão é sobre se o islamismo, analisado de um ponto de vista racional e laico, representa um perigo intrínseco maior que as outras religiões.

    IMO, é evidente que sim, porque é muito mais difícil para o islamismo, doutrinariamente, aceitar que a religião deve ficar restrita à esfera privada.
    Tb acho que o tópico mudou de rumo com esse lance de religião.

    Mas o ponto de todo o desvio no debate é que imo o cristianismo estar sob controle tem muito mais a ver com "domesticação" histórica do que com a superioridade da religião.

    Se o Islã sobreviver ao teste do tempo,é perfeitamente possível um dia ele ser pacífico e acomodado a sociedade. Com fiéis que negam e justificam suas partes violentas.
    santiago, Picinin, TNP and 9 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #620
    World Class Avatar de DiegoSestito
    Data de Ingresso
    23/06/12
    Localização
    A, A
    Posts
    7.725
    Citação Postado originalmente por zombie Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    E é por isso que eu não vejo sentido em ficar discutindo se qualquer religião se sustenta racionalmente. É óbvio que não. E não era esse o ponto quando começou a discussão sobre religião. A discussão é sobre se o islamismo, analisado de um ponto de vista racional e laico, representa um perigo intrínseco maior que as outras religiões.

    IMO, é evidente que sim, porque é muito mais difícil para o islamismo, doutrinariamente, aceitar que a religião deve ficar restrita à esfera privada.
    Tb acho que o tópico mudou de rumo com esse lance de religião.

    Mas o ponto de todo o desvio no debate é que imo o cristianismo estar sob controle tem muito mais a ver com "domesticação" histórica do que com a superioridade da religião.

    Se o Islã sobreviver ao teste do tempo,é perfeitamente possível um dia ele ser pacífico e acomodado a sociedade. Com fiéis que negam e justificam suas partes violentas.
    O Califado Abássida em meados do século VIII foi mais tolerante e cosmopolita do que qualquer governo semi-teocrático cristão pré renascença.
    santiago, Picinin and zombie like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Página 62 de 72 PrimeiroPrimeiro ... 12526061626364 ... ÚltimoÚltimo

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados