Clique Aqui Amigos de Marx vs. Amigos de Mises: defenda aqui o seu time - Página 18

Lista de Usuários Marcados

Página 18 de 26 PrimeiroPrimeiro ... 81617181920 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 171 a 180 de 259
Like Tree258Likes

Tópico: Amigos de Marx vs. Amigos de Mises: defenda aqui o seu time

  1. #171
    Expert Avatar de ex-ReiDaCacheta
    Data de Ingresso
    02/08/08
    Localização
    Off Poker
    Posts
    4.273
    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2087

    Sete provas de que o governo faz mal à saúde

    1. O governo cobra 41% de imposto sobre o protetor solar
    Usar protetor solar é um ato simples para evitar câncer de pele, doença que atinge 180 mil brasileiros por ano. Mas quem optar por seguir as recomendações médicas e usar o produto terá que pagar 41% de imposto (veja aqui também). Com os tributos, o protetor solar brasileiro é um dos mais caros do mundo.

    2. O governo proíbe remédios contra câncer (e prende quem os traz ao Brasil)

    A primeira regra do tratamento de câncer é que tempo é tudo. Quanto antes o tumor for tratado, maior a chance de sobrevivência. Seria bom avisar isso para a Anvisa.

    Há pelo menos onze remédios contra câncer já aprovados pelo FDA (a Anvisa americana) e por agências europeias que não podem entrar no Brasil porque a Anvisa tarda em aprová-los. Essa burocracia está criando um mercado negro de remédios no Brasil. Em março, uma operação da Receita Federal combateu o crime terrível, cruel e hediondo de trazer remédios importados a doentes brasileiros.

    3. Campanha contra o agasalho

    A Campanha do Agasalho todo mundo conhece, mas pouca gente sabe que há no Brasil uma campanha com o objetivo contrário: cobrar mais de quem quer se proteger do frio.

    Desde 2012, o governo sobretaxa em 97% o valor dos cobertores vindos do Uruguai, Paraguai e da China. O motivo da sobretaxa é que os produtos são muito baratos, e poderiam ameaçar fabricantes nacionais.

    4. A Anvisa dificulta a importação de equipamentos médicos modernos

    Até 2010, clínicas e hospitais interessados em adquirir máquinas e equipamentos mais modernos podiam importar qualquer produto que tivesse alguma certificação internacional. De repente, porém, decidiu-se que somente equipamentos certificados pela própria Anvisa entrariam no país.

    Detalhe: a agência demora em média quatro anos para analisar e certificar equipamentos que já são usados em todo o mundo.

    Hospitais que em 2015 quiserem comprar equipamentos que emitem menos radiação só podem escolher os lançados até 2011.

    5. Carro mais seguro paga mais imposto

    Em 2011, montadoras da Ásia chegaram ao Brasil oferecendo carros com airbags duplos e laterais e freios ABS, na mesma faixa de preços dos "peladões" nacionais.

    A reação do governo não foi aplaudir ou celebrar a inovação, mas sobretaxar os veículos para que eles deixem de competir com os das montadoras nacionais. Até hoje, as importadoras não voltaram ao patamar de vendas anterior. (Ver aqui, aqui, aqui e aqui)

    6. O governo restringe o número de médicos no país

    O Brasil tem 2 médicos por mil habitantes, e boa parte deles concentrados em grandes cidades. É menos do que a meta do Ministério da Saúde (2,5 por mil).

    Como piorar esse quadro? Dificultando a criação de cursos de medicina.

    Desde 2013, para se abrir uma nova turma é necessário esperar que os funcionários do Ministério da Educação lancem um edital autorizando o negócio. Um menor número de médicos significa, por oferta e procura, serviços piores e preços maiores por consulta.

    7. O governo proíbe cigarros que provocam menos câncer

    Cigarros eletrônicos têm dez vezes menos substâncias cancerígenas que cigarros comuns e não produzem fumaça, apenas vapor, sem prejudicar a saúde de quem vive perto de fumantes.

    Por isso os "e-cigarettes" são febre no mundo todo — com exceção da Turquia e do Brasil.

    Desde 2009, a Anvisa proíbe a venda do produto por aqui. O mais incrível é que os diretores da Anvisa dizem que têm como objetivo aprimorar, e não atrapalhar, a saúde no Brasil.
    Última edição por ex-ReiDaCacheta; 04-05-2015 às 12:15.
    RRiccio, Cão, Stolf and 3 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #172
    World Class Avatar de Airton_Neto
    Data de Ingresso
    06/04/11
    Posts
    6.141
    HUEBR



    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #173
    World Class Avatar de aerolitos
    Data de Ingresso
    15/09/09
    Posts
    5.984
    Desde quando Mises defendia a meritocracia?
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #174
    Administrador Avatar de RRiccio
    Data de Ingresso
    06/09/07
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    4.776
    Images
    9
    Citação Postado originalmente por Airton_Neto Ver Post
    HUEBR



    Não é isso que meritocracia defende. E sim que dado que duas pessoas diferentes tenham a mesma produtividade (ie. valor para demais seres humanos), elas sejam remuneradas igualmente.

    Este não é o caso hoje, principalmente em Estatais. Por exemplo, se o João tem uma produtividade igual à da Maria mas trabalha numa Petrobras e a Maria numa empresa privada, é extremamente provável que o João seja remunerado 5-10 vezes mais que a Maria.

    Isso não tem absolutamente nada a ver com você não cuidar bem do pobre com menor possibilidade de produtividade futura. É por isso que deve existir um safety net.

    Inclusive o governo atual pune enormemente essas crianças pobres ao investir o dinheiro do ensino em faculdades ao invés do ensino básico.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #175
    World Class Avatar de Airton_Neto
    Data de Ingresso
    06/04/11
    Posts
    6.141
    Citação Postado originalmente por RRiccio Ver Post
    Citação Postado originalmente por Airton_Neto Ver Post
    HUEBR



    Não é isso que meritocracia defende. E sim que dado que duas pessoas diferentes tenham a mesma produtividade (ie. valor para demais seres humanos), elas sejam remuneradas igualmente.

    Este não é o caso hoje, principalmente em Estatais. Por exemplo, se o João tem uma produtividade igual à da Maria mas trabalha numa Petrobras e a Maria numa empresa privada, é extremamente provável que o João seja remunerado 5-10 vezes mais que a Maria.

    Isso não tem absolutamente nada a ver com você não cuidar bem do pobre com menor possibilidade de produtividade futura. É por isso que deve existir um safety net.

    Inclusive o governo atual pune enormemente essas crianças pobres ao investir o dinheiro do ensino em faculdades ao invés do ensino básico.
    Postei a imagem pelo troll, mas desconfio seriamente que a meritocracia seja um daquelas conceitos que, à medida que o tempo foi passando, foi de mão em mão e sendo revestido sempre com um conteúdo novo. Pra saber o "real" conceito (se é que isso existe de fato), só voltando no tempo e consultando o valor que os autores deram a ele em seus discursos.

    Alguém sabe dizer quando o termo surgiu pela primeira vez na linguagem da economia?
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #176
    Expert Avatar de Sam Farha - Spinoza
    Data de Ingresso
    15/05/13
    Posts
    4.420

    Eu nunca li esse tópico todo e resolvi fazer isso agora.
    Fiquei maravilhado com esse post!
    Mano, IMHO é daí que vem todo o imbróglio de se tentar construir uma teoria economica.
    Pq?
    Ora pq ela ESSENCIALMENTE diz respeito a como os humanos se comportam ou podem se comportar.
    Ta aí o CERNE NEUVRALGICO da parada: O que é a NATUREZA HUMANA?

    Essa parada tem um zilhao de meandros e significacoes que sao discutidas até hoje em dia numa complexidade enorme.
    A minha opiniao é que a maior parte da nossa sociedade (desde o senso comum, passando pela política, até a Ciência e outras áreas do saber e da prática e da moral) ainda dão um parecer favoravel ao que se designa: a Razão Tradicional Ocidental.
    Essa formulacao da Razao vem desde de Platao, ganhou força com Descartes e se consolidou com Kant.
    MUITAS das nossas intituicoes de hoje em dia funcionam segundo uma moral kantiana aonde distinguem soberanamente Alma X Corpo, Pensamento X Matéria, Vontade X Desejo, Razão X Emocao.
    Daí é bem comum todos dizerem e acreditarem: eu ajo por finalidade (causas finais) e essas minhas acoes me distinguem dos animais irracionais.
    Eles dizem que somos dotados de uma vontade absoluta em si mesma.
    E essa vontade é expressada pelo livre arbitrio, de sorte que esse livre arbitrio é livre de QUALQUER determinacao.
    O livre arbitrio, no Homem, seria outra dimensao da nossa realidade.
    O livre arbitrio é por DEFINICAO incausado.
    É algo que surge do nada, simplificando.
    Por isso é uma OUTRA dimensao.
    Vc percebe claramente que a maioria das pessoas acham que fazem o que deliberaram soberanamente pela razão, sem com isso sequer cogitarem que essa deliberacao tem uma CAUSA.
    Como disse antes, o livre arbitrio é INCAUSADO, SOBERANO e INDETERMINADO.
    Reafirmo: a maioria das pessoas até hoje em dia pensam assim tranquilamente.
    Um dos maiores motivos pra essa adesao total é a questao da liberdade.
    Segundo eles, caso o livre arbitrio nao existisse, tb nao existiria liberdade, o que para eles é um absurdo evidente.
    Acontece que a propria definicao de liberdade deles está errada.
    A liberdade nao é a ilusao de poder fazer qualquer coisa.
    A liberdade (aqui no sentido spinozista) é a conciencia da NECESSIDADE.
    A pessoa livre é aquela que consegue perceber melhor aonde é possível se mover com mais independencia, levando em consideraçao a sua natureza e a Natureza.
    Ser livre é ser capaz de conseguir (entendendo da melhor forma possivel como a sua natureza em consonancia com a Natureza) escolher entrar em fluxos, correntes de causalidades e determinacoes que compoem a Natureza como um todo.

    Agora explicando uma coisa interessantissima.
    Spinoza foi o PRECURSOR do inconsciente como ser que perfaz a nossa realidade de uma forma gigantesca.
    Na sua filosofia ele define uma Teoria do Conhecimento onde mostra claramente que agimos as cegas em grande maioria.
    Ele define que nós temos 3 generos de conhecimento:

    1) Por ouvir dizer (ou conhecimento pelos efeitos);
    2) Conhecimento racional (ou conhecimento pelas causas);
    3) Conhecimento intuitivo.

    Como disse antes, a maioria das pessoas nascem e morrem, utilizando por quase toda a sua vida, na grande maior parte apenas o primeiro genero do conhecimento.
    Ou seja: conhecem pelos efeitos, tendo um conhecimento parcial, e sendo apenas um joguete da Natureza.
    A maioria se acha livre, mas na verdade está sendo conduzido por uma causalidade que desconhece.
    É como se as pessoas achassem que bateram num muro por livre arbitrio e nao por uma determinacao que lhes foge a consciencia.
    Eles nao sabem que o Motor do mundo humano são as EMOCOES.
    É o desejo, o amor e a tristeza que nos move MUITO mais do que uma abstracao ponderavel e racional da realidade.
    Isso nao existe de fato.
    Spinoza vai dizer que pra gente deixar de ser esse joguete, a gente tem que comecar a entender (através das cusas) o que e pq algo nos alegra.
    E com isso ir atras dos bons encontros e tentar evitar os maus encontros.
    Ou seja, Spinoza percebe que nao dá pra fugir das emocoes e que, ao contrário, o lance mesmo é tentar usá-las o quanto possível, conhecendo-as.
    Ir atras dos bons encontros e fugir dos maus encontros!

    Antonio Damasio, percebendo essa denuncia que a ala opositora (Spinoza, Nietzsche, Freud, Foucault, Deleuze ... ) da Razao Tradicional vem batendo, foi tentar ver se isso tinha conexao com a neurociencia.
    Daí ele faz um expurgo do Descartes e um elogio ao Spinoza.
    Antonio Damasio está se insurgindo contra a Razao vigente.
    A razao tradicional kantiana.
    Em seus estudos ele diz que a área das emocoes sao um dos principais motores das nossas acoes!

    A liberdade é a consciencia das emocoes para o nosso usufruto e nao o seu controle irrealizavel através da razao.

    Enfim, eu curto muito essa discussao toda e to aqui pra continua-la se quiserem.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #177
    World Class Avatar de aerolitos
    Data de Ingresso
    15/09/09
    Posts
    5.984
    vou responder ao estilo esquerdista
    ex-ReiDaCacheta and Tupac like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #178
    World Class Avatar de aerolitos
    Data de Ingresso
    15/09/09
    Posts
    5.984
    Na verdade eu até achei interessante o post, porém está claro que o objetivo do seu discurso é exaltar Spinoza de Chauí e você não consegue perceber que Mises foi além de Kant.

    Você não pode jogar Mises no mesmo balaio que outros racionalistas, pois os modelos de Mises não são modelos matemáticos, na verdade são modelos lógicos.. O aspecto onde Mises segue Kant é a ideia de "eu não conheço a realidade tal qual ela é", o conhecimento da realidade é mediado pelo próprio sujeito, conhecemos o objeto apenas pelos olhos do sujeito.

    A discussão não é sobre a natureza humana, pois qualquer que seja a conclusão, sempre será incerta. Mises fala sobre a ação humana. O homem age com incerteza no tempo.

    Ou seja você não poder dizer que Mises e Kant são a mesma coisa.

    Spinoza diz que agimos as cegas, mas não é bem isso, Mises demostra isso com a crítica ao empirismo de que, não importa a quantidade de experiencias você tenha acumulado sobre algo, as possibilidades são infinitas, pois o tempo não para, logo o grau de incerteza do homem quando age é sempre o mesmo.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #179
    Expert Avatar de Sam Farha - Spinoza
    Data de Ingresso
    15/05/13
    Posts
    4.420
    Citação Postado originalmente por aerolitos Ver Post
    Na verdade eu até achei interessante o post, porém está claro que o objetivo do seu discurso é exaltar Spinoza de Chauí e você não consegue perceber que Mises foi além de Kant.

    Você não pode jogar Mises no mesmo balaio que outros racionalistas, pois os modelos de Mises não são modelos matemáticos, na verdade são modelos lógicos.. O aspecto onde Mises segue Kant é a ideia de "eu não conheço a realidade tal qual ela é", o conhecimento da realidade é mediado pelo próprio sujeito, conhecemos o objeto apenas pelos olhos do sujeito.

    A discussão não é sobre a natureza humana, pois qualquer que seja a conclusão, sempre será incerta. Mises fala sobre a ação humana. O homem age com incerteza no tempo.

    Ou seja você não poder dizer que Mises e Kant são a mesma coisa.

    Spinoza diz que agimos as cegas, mas não é bem isso, Mises demostra isso com a crítica ao empirismo de que, não importa a quantidade de experiencias você tenha acumulado sobre algo, as possibilidades são infinitas, pois o tempo não para, logo o grau de incerteza do homem quando age é sempre o mesmo.
    Voce nao ta entendo bem.
    Kant nunca foi racionalista no sentido do que significou o Racionalismo como corrente de pensamento.
    A sua principal obra se chamava Crítica da Razão Pura.
    Kant veio para matar e enterrar a Razão como conhecimento da realidade.
    Quando eu me refiro a Kant, estou enfatizando a sua moral.
    Aliás, como deixei claro, estou enfatizando a moral do Pensamento Ocidental que tem como cume Kant.

    Nem li A Acao Humana do Mises, mas aposto que essa obra nao tem nada a ver com Antropologia ou qualquer reflexao sobre o agir humano, senao como uma moral.

    Eu tb nao entendi sua defesa em relacao ao Mises, como contrário ao Kant.
    Voce nao disse aqui que agimos por finalidade?
    Ora, segundo voce mesmo, isso nao tem nada a ver com Mises.
    Pelo contrário, agir por finalidade é puro kantismo.
    Mais do que isso, o fundamento mor da moral kantiana se baseia exatamente nessa premissa, sem a qual a Razao Pratica de Kant desmorona: o agir humano tem em vista fins, de sorte que essa caracteristica corrobora a ordem moral e transcendente idealizada por Kant, que pode ser seguida por qualquer um.
    O imperativo categorico nunca seria possivel sem isso.

    Entao voce é kantiano e nem percebeu
    Nao to entendendo nada!
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #180
    World Class Avatar de aerolitos
    Data de Ingresso
    15/09/09
    Posts
    5.984
    Em qual momento eu disse que Mises era contrário a Kant?
    Mises é adepto de Kant no sentido de conhecimento subjetivo, a incerteza de Hume.

    Eu achei interessante notar que você considera Kant como o ultimo degrau da moral ocidental, assim como também considera Hegel o logus encarnado, a encarnação máxima do espirito universal, o único capaz de derrotar goku.

    Este tópico é sobre Mises, o que a Marilena Chaui fala sobre o Mises e a escola austríaca?
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Página 18 de 26 PrimeiroPrimeiro ... 81617181920 ... ÚltimoÚltimo

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados