Clique Aqui [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes - Página 806

Lista de Usuários Marcados

Página 806 de 5221 PrimeiroPrimeiro ... 30670675679680480580680780881685690613061806 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 8.051 a 8.060 de 52208
Like Tree62264Likes

Tópico: [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes

  1. #8051
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.224
    Citação Postado originalmente por Cão Ver Post
    jenios ^^


    podia fazer uma tirinha esse post. postar em tudo que eh lugar. haha

    E um dos gênios ali, o Guido Mantega, culpa os EUA pelo crescimento moderado do Brasil em 2013:
    http://economia.uol.com.br/noticias/...ca-dos-eua.htm


    O engraçado é que nenhum outro país sul americano (todos cresceram mais que o dobro que o Brasil), nenhum tigre asiático (também cresceram bem mais) e nenhum BRIC (também cresceram mais), nenhum deles culpou os EUA...
    http://dinheiropublico.blogfolha.uol...ja-mapa-mundi/


    Só não vão comparar o crescimento do Brasil com Europa né, a comparação é entre emergentes.
    Cão, Tche_88, Dellbono and 1 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #8052
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.224
    Brasil cresceu 2%

    Peru 6,2%, toda américa do sul em média mais de 5%, Argentina 5,2% (não tem crise lá?).

    China 8,2%, Índia 4,8% e Indonésia 6,1%.

    Em média todos emergentes cresceram mais que o Brasil e não foi só ano passado, foi em grande parte do governo Lula e Dilma. Eu acho muito errado comparar o cenário econômico do governo Lula com o do FHC, o correto é comparar um governo com os outros países em geral no mesmo período. Por exemplo o preço das commodities teve um aumento gigantesco no cenário internacional depois que o Lula foi eleito, isso favorece muito as exportações e a entrada de dolares tanto por elas quanto por investimento externo em empresas nacionais que aumentariam seus lucros pelo preço dos commodities.
    lagostinha, Cão, Tche_88 and 7 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #8053
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.226
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Brasil cresceu 2%

    Peru 6,2%, toda américa do sul em média mais de 5%, Argentina 5,2% (não tem crise lá?).

    China 8,2%, Índia 4,8% e Indonésia 6,1%.

    Em média todos emergentes cresceram mais que o Brasil e não foi só ano passado, foi em grande parte do governo Lula e Dilma. Eu acho muito errado comparar o cenário econômico do governo Lula com o do FHC, o correto é comparar um governo com os outros países em geral no mesmo período. Por exemplo o preço das commodities teve um aumento gigantesco no cenário internacional depois que o Lula foi eleito, isso favorece muito as exportações e a entrada de dolares tanto por elas quanto por investimento externo em empresas nacionais que aumentariam seus lucros pelo preço dos commodities.
    Isso eh mto obvio. Eu canso de argumentar isso para os pro-Lula, mas os caras parece que fingem nao entender.
    lagostinha, Nacht, phelps and 1 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #8054
    Expert Avatar de Nacht
    Data de Ingresso
    09/02/10
    Posts
    3.571
    Citação Postado originalmente por ekalil Ver Post
    Citação Postado originalmente por arthurmc13 Ver Post
    Citação Postado originalmente por Dellbono Ver Post
    Infelizmente alguns fingiram não compreender o Plano Real:

    Lula:
    “Esse plano de estabilização não tem nenhuma novidade em relação aos anteriores. Suas medidas refletem as orientações do FMI (…) O fato é que os trabalhadores terão perdas salariais de no mínimo 30%. Ainda não há clima, hoje, para uma greve geral, mas, quando os trabalhadores perceberem que estão perdendo com o plano, aí sim haverá condições” (O Estado de S. Paulo, 15.1.1994)


    .
    “O Plano Real tem cheiro de estelionato eleitoral” (O Estado de S. Paulo, 6.7.1994)


    .
    Guido Mantega:
    “Existem alternativas mais eficientes de combate à inflação (…) É fácil perceber por que essa estratégia neoliberal de controle da inflação, além de ser burra e ineficiente, é socialmente perversa” (Folha de S. Paulo, 16. 8.1994).


    Marco Aurélio Garcia:

    “O Plano Real é como um “relógio Rolex, destes que se compra no Paraguai e têm corda para um dia só (…) a corda poderá durar até o dia 3 de outubro, data do primeiro turno das eleições, ou talvez, se houver segundo turno, até novembro” (O Estado de S. Paulo, 7.7.1994).


    Gilberto Carvalho:

    “Não é possível que os brasileiros se deixem enganar por esse golpe viciado que as elites aplicam, na forma de um novo plano econômico” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto).


    Aloizio Mercadante:

    “O Plano Real não vai superar a crise do país (…) O PT não aderiu ao plano por profundas discordâncias com a concepção neoliberal que o inspira” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto)


    Vicentinho, atual líder do PT na Câmara dos Deputados:

    “O Plano Real só traz mais arrocho salarial e desemprego” (“O Milagre do Real”).

    E ninguém postou a noticia que vi ontem na Folha: "Petistas rebatem PSDB e dizem que governo Lula salvou o plano Real".
    É um partido muito cara de pau, mas eles conhecem o field e vai ter muito nego comprando essa idéia.
    Eh esse tipo de coisa que sempre me irritou na esquerda em geral. Eh claro que todo mundo quer o poder e, quando ja esta la, quer se manter. Mas o PT faz isso melhor do que ninguem. Quando era oposicao, era sempre desse jeito, metendo o pau em TUDO que a situacao fazia, mesmo que fosse algo bom. Agora que eh governo ha anos, montou um esquema pra se perpetuar no poder mto forte.

    Realmente eles conhecem o field. Pais tendo centenas de manifestacoes, e prognosticos de Dilma reeleita no 1o turno. Nao da pra entender.
    Por que? Bolsa-família.

    Mas não deveria ser reeleita.

    Além do lembrado acima: fracasso total no que diz respeito ao pífio crescimento econômico (se é que houve crescimento realmente) melhor evidenciado pela comparação com os países vizinhos e demais emergentes. Poderia ter feito as reformas (prometidas, frise-se) que o Brasil necessita e não fez.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #8055
    Grinder Avatar de arthurmc13
    Data de Ingresso
    01/05/10
    Posts
    222
    Citação Postado originalmente por Nacht Ver Post
    Citação Postado originalmente por ekalil Ver Post
    Citação Postado originalmente por arthurmc13 Ver Post
    Citação Postado originalmente por Dellbono Ver Post
    Infelizmente alguns fingiram não compreender o Plano Real:

    Lula:
    “Esse plano de estabilização não tem nenhuma novidade em relação aos anteriores. Suas medidas refletem as orientações do FMI (…) O fato é que os trabalhadores terão perdas salariais de no mínimo 30%. Ainda não há clima, hoje, para uma greve geral, mas, quando os trabalhadores perceberem que estão perdendo com o plano, aí sim haverá condições” (O Estado de S. Paulo, 15.1.1994)


    .
    “O Plano Real tem cheiro de estelionato eleitoral” (O Estado de S. Paulo, 6.7.1994)


    .
    Guido Mantega:
    “Existem alternativas mais eficientes de combate à inflação (…) É fácil perceber por que essa estratégia neoliberal de controle da inflação, além de ser burra e ineficiente, é socialmente perversa” (Folha de S. Paulo, 16. 8.1994).


    Marco Aurélio Garcia:

    “O Plano Real é como um “relógio Rolex, destes que se compra no Paraguai e têm corda para um dia só (…) a corda poderá durar até o dia 3 de outubro, data do primeiro turno das eleições, ou talvez, se houver segundo turno, até novembro” (O Estado de S. Paulo, 7.7.1994).


    Gilberto Carvalho:

    “Não é possível que os brasileiros se deixem enganar por esse golpe viciado que as elites aplicam, na forma de um novo plano econômico” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto).


    Aloizio Mercadante:

    “O Plano Real não vai superar a crise do país (…) O PT não aderiu ao plano por profundas discordâncias com a concepção neoliberal que o inspira” (“O Milagre do Real”, de Neuto Fausto de Conto)


    Vicentinho, atual líder do PT na Câmara dos Deputados:

    “O Plano Real só traz mais arrocho salarial e desemprego” (“O Milagre do Real”).

    E ninguém postou a noticia que vi ontem na Folha: "Petistas rebatem PSDB e dizem que governo Lula salvou o plano Real".
    É um partido muito cara de pau, mas eles conhecem o field e vai ter muito nego comprando essa idéia.
    Eh esse tipo de coisa que sempre me irritou na esquerda em geral. Eh claro que todo mundo quer o poder e, quando ja esta la, quer se manter. Mas o PT faz isso melhor do que ninguem. Quando era oposicao, era sempre desse jeito, metendo o pau em TUDO que a situacao fazia, mesmo que fosse algo bom. Agora que eh governo ha anos, montou um esquema pra se perpetuar no poder mto forte.

    Realmente eles conhecem o field. Pais tendo centenas de manifestacoes, e prognosticos de Dilma reeleita no 1o turno. Nao da pra entender.
    Por que? Bolsa-família.

    Mas não deveria ser reeleita.

    Além do lembrado acima: fracasso total no que diz respeito ao pífio crescimento econômico (se é que houve crescimento realmente) melhor evidenciado pela comparação com os países vizinhos e demais emergentes. Poderia ter feito as reformas (prometidas, frise-se) que o Brasil necessita e não fez.
    Cara, acho que o Bolsa-família é responsável por uma boa parte desses votos, mas acho que a principal causa é a adoção desse discurso do nós contra eles que serve para justificar tudo. Além disso uma maciça propagando usando até as empresas públicas (CAIXA, BB e Petrobrás) para tal convencendo que tá tudo bem e todos somos felizes, que o Brasil começou nos últimos 12 anos, incluindo ai a GLOBO que tem sido governista como sempre foi desde a Ditadura.
    Aumento de gastos públicos (com baixíssimo investimento), fazendo com que o o desemprego baixe no curto prazo, mas imo não tem muito como se sustentar no longo prazo.
    Esse prazo chegou agora para a Venezuela e mais dia menos dia continuando com essa política vai chegar nossa vez.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #8056
    Expert Avatar de PabloDefederico
    Data de Ingresso
    26/10/10
    Posts
    3.458
    essa é fresquinha, pqp looool

    Alerto o Brasil que este é só o 1º passo, diz Barbosa após absolvição no STF - Notícias - Política

    veja o do Joaquim, depois do velhim careca pqp lol
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #8057
    Expert Avatar de Nacht
    Data de Ingresso
    09/02/10
    Posts
    3.571
    Concordo Arthur. O uso da máquina tb é relevante claro.
    Correção: Bolsa-família e funcionalismo público.
    Diz a lenda que funcionário público não vota no PSDB.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #8058
    Administrador Avatar de Alvinho
    Data de Ingresso
    08/09/07
    Posts
    48.548
    O PT gastou quase 50% a mais na última campanha presidencial po. O aparelhamento do estado + 10% de dízimo ao partido estão enchendo os cofres do partido. O PT fez um plano pra ficar no poder pra sempre e por enquanto tá dando certo.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #8059
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.724
    Citação Postado originalmente por Fonteles Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por Fonteles Ver Post
    Sobre a questão da flexibilização dos benefícios trabalhistas em que medida vcs querem relativizar o princípio mais fundamental do direito trabalhista que é a de justamente proteger a parte economicamente mais fraca?

    Eu pergunto isso pq a razão de ser do direito do trabalho é a de justamente proporcionar medidas que reconheçam a desigualdade de fato entre sujeitos partícipes de uma relação jurídica nitidamente desigual econômica, hierárquica e intelectualmente. Não podemos esquecer, também, que o direito do trabalho surge historicamente como uma reação à exploração desmedida do trabalho humano.

    Diante dessas observações iniciais eu penso, como já expliquei, que a relativização deste princípio fundamental deve ser considerada quando o empregador, conquanto em posição de superioridade em relação ao empregado, não está em uma relação tão desigual como vista em outras situações. Uma relação entre uma faxineiro e uma multinacional é diferente do exemplo da pequena pizzaria que o ekalil citou. E é nesta situação que eu acredito que benefícios trabalhistas clássicos, como o 13º podem ser relativizados para hipóteses como um 13º que seja a metade do salário do empregado. Ou uma participação de lucros quando o comércio está mais aquecido, como no fim do ano. Exemplos não faltam.

    Mas o que eu observo neste tópico é que vocês pensam que o direito do trabalho tem que sair da esfera pública, pois, segundo vcs, o empregado está numa relação de igualdade com o empregador. Que é possível o empregado discutir os termos contratuais, mesmo aqueles que lhe conferem uma oportunidade de melhorar, um pouco, sua qualidade de vida, como as horas extras, benefícios relativos à trabalhos perigosos, insalubres, noturnos, etc. Isso pq vcs acreditam que nesta hipótese ambos os lados se beneficiarão. O que os faz pensar que isso seria possível?
    Ninguém falou isso. O que tem sido dito é que o dirigismo não precisa ser tão grande (o que é óbvio, estamos falando de uma lei com mais de 70 anos...).

    E, IMO, o que mais fode é a bosta da Justiça do Trabalho. Não bastasse a legislação já ser anacrônica e inflexível, nós temos uma Justiça do Trabalho absurdamente paternalista e atécnica, que passa por cima dos mais comezinhos princípios de direito ao interpretar a já anacrônica legislação. Fodam-se a técnica e os princípios gerais de direito, eles acham que sua "missão" é tão importante que vale tudo.
    É um alívio ler isso. Pq a autonomia da vontade, princípio civilista clássico, é muito mitigada no direito trabalhista, eis a necessidade do princípio protetor (o que é diferente de paternalismo, como vc deve saber) e da matéria ser de ordem pública.

    Concordamos também que o "dirigismo" (engraçado esse termo, não concordo muito com ele, mas entendo aonde vc quer chegar) deva ser flexibilizado. Inclusive o Pamplona Filho, não sei se vc o conhece, escreveu um artigo intitulado "A nova face do direito do trabalho e a Globalização", (Revista Direito), que já se tornou clássico como matéria introdutória ao tema aqui discutido.

    E uma das conclusões é a seguinte:

    "Nesta nova sociedade mundial, o espaço destinado ao Direito do Trabalho não mais se restringe a questões de tutela individual de trabalhadores, mas a um sentido mais profundo de proteção, em que o destinatário final da norma não é mais somente o empregado, mas sim a própria comunidade laboral em um prisma amplo."
    (...)
    "Da mesma forma, a necessidade de harmonização das legislações estatais em termos de direito do trabalho, principalmente em matéria de participação dos trabalhadores na gestão (e lucros) da empresa, é outra medida que se impõe para a reflexão deste novo Direito do Trabalho, com um novo perfil que lhe muda a face."
    (...)
    "Além disso, o redimensionamento da atuação do Direito do Trabalho é imposto por aquilo que José Janguiê Bezerra Diniz chama de 'interessantíssimos e macabros fenômenos: a) criação dentro dos blocos econômicos de um imenso exército de reserva; b) a alta rotatividade da mão-de-obra nos empregos e nas regiões; c) o alto número de migrações internas dentro destes blocos; d) a existência de um proletariado altamente qualificado (inclusive com nível universitário); e) o crescimento do desemprego e subemprego, em virtude de que a automação, e o imenso excedente de trabalho farão com que grande parte da população encontre modos 'alternativos' de ganhar a vida'."

    Assim sendo, insisto, a relativização dos princípios mais caros ao direito do trabalho se dá por conta das próprias desigualdades entre as regiões, e por conta do fenômeno da globalização. E, em relação a isso, as regras deveriam ser flexibilizadas em nome das desigualdades existentes entre mega corporações e microempresas. Neste sentido, a necessidade de flexibilização surge como uma necessidade de se proteger essas atividades econômicas menores, visto que desigualdades econômicas gigantescas sempre serão objeto de reflexão do jurista e de proteção do Estado ao elo mais fraco.

    Agora, em relação ao ativismo judiciário eu não sei se isso é algo necessariamente ruim. Será ruim se esses juízes não estão utilizando os princípios gerais do direito no momento de decidirem, o, que concordamos ser algo insensato, para se dizer o mínimo. No entanto, não sei se concordo contigo se isso efetivamente ocorre. Irreal uma sentença que não contenha em seu fundamento tais princípios.

    Sobre o fato da CLT ser antiga, novamente, isso não é algo necessariamente ruim, visto que a Constituição abarcou esses princípios e desenvolveu novos. Ademais, o próprio STF e TST "legislam" com suas súmulas, renovando o direito do trabalho. Concordo que temos que adequá-la a nossa nova realidade (globalização). Mas não sei se concordamos nos termos em que essa adequação deveria ser realizada.
    Essa questão dos efeitos da automação eu até discuti como Diego aqui e, embora essas previsões como a do tal Janguiê existam há uns 150 anos, elas nunca se concretizaram. Mas,em geral, eu concordo com a conclusão do artigo, não se trata mais de tutelar interesses individuais dos trabalhadores, mas sim de criar condições para que as relações de trabalho se desenvolvam segundo princípios que permitam a atividade econômica e o respeito aos direitos dos empregados.

    Quanto à flexibilização, eu concordo também que deveriam haver regimes diferentes para grandes empresas e pequenos e micros. Outro exemplo é o adicional noturno. Há 70 anos atrás, todo mundo dormia as 9pm e acordava as 6am, hoje em dia as grandes cidades funcionam 24 horas, e muita gente mantém horários alternativos. Eu acho razoável pagar o adicional pra quem, por exemplo, trabalha com obra, que é uma atividade essencialmente diurna. Pra um cara que é barman, ou DJ, eu j[á não acho razoável.

    Quanto às bizarrices da JT, eu sempre atuei muito pouco na área, e mesmo assim tenho uma boa quantidade de casos esdrúxulos pra contar. Vou até postar uns dois em spoiler. Além disso, aquele ambiente de balcão de negócios, com juiz chantageando parte pra fazer acordo, é nojento.

    zombie, Fonteles and Dellbono like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #8060
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.226
    Sim, eu entendo tudo isso ai, mas ai eu nao entendo as manifestacoes. Se eu entendo as manifestacoes eu nao entendo como a Dilma pode ganhar no primeiro turno.

    Essa galera que foi pras ruas no ano passado vai votar em quem? Ou vai ver isso eh uma parcela minima do pais. Da impressao que ta todo mundo insatisfeito, mas na real acho que nem ta.
    lagostinha likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados