Clique Aqui [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes - Página 5197

Lista de Usuários Marcados

Página 5197 de 5202 PrimeiroPrimeiro ... 4197469750975147518751955196519751985199 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 51.961 a 51.970 de 52011
Like Tree62128Likes

Tópico: [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes

  1. #51961
    World Class Avatar de JoseIrineu
    Data de Ingresso
    12/09/07
    Localização
    São Paulo, Brasil
    Posts
    18.896
    Images
    16
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por JoseIrineu Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por JoseIrineu Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por sopro Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    A Lei de Cotas é de 2012... E eu acho que o objetivo da lei não é apenas dar mais diplomas, né? O diploma seria apenas o meio.
    Vou falar de orelhada e de experiência própria, mas acho que essa lei aí é de 2012 deve ser uma "uniformização" das cotas e obrigando todas as universidades públicas. Mas existiam cotas antes sim. Em 2007 eu prestei vestibular e tinha cota racial e para quem tinha feito o ensino médio em escola pública.

    Em 2009 prestei novamente, para outra universidade e também tinham cotas, inclusive para indígenas - que na minha turma não preencheu e a vaga "caiu" para a cota racial.

    E quando eu entrei na universidade já haviam bolsas/programas que visavam a manutenção dos alunos mais pobres como um auxílio em parcela única para instalação e outros mensais de acordo com as finanças familiares - que entram no pacote de "ações afirmativas".
    Tinham algumas universidade que adotavam (a primeira é de 205 +ou-),mas em 200 não tinha nenhuma. E "ações afirmativas" em lato sensu assim sempre houve.

    De todo jeito, meu ponto não é esse, é como avaliar se cota deu certo ou não. Que vai aumentar número de negros na universidade é óbvio. Mas o objetivo nunca foi essa, isso seria apenas o meio de reduzir as desigualdades econômicas. Nos EUA, os dados que eu já vio não suportam essa tese (depois de mais de 40 anos de cotas).

    Além disso, como medir os efeitos colaterais?
    É a mesma pergunta de como medir o efeito colateral da legalização da maconha.

    É uma pergunta ruim, porque não tem resposta.

    O que tem que medir é o efeito colateral atual. O efeito colateral de uma etnia consumidora fora do ensino acadêmico a gente já conhece.

    E entrar com cota é um passo, não se sai da universidade com cota, então pera lá.


    Meus pontos principais foram ignorados.

    Sobre efeito colateral do identitarismo, eu já vejo um atual, comum a Brasil e EUA
    Foram ignorados, por isso eu negritei. Foram ignorados porque não respondem a questão principal que eu como ser humano e negro estão levantando. Se a cota não serve, como se resolve o fato de que a sociedade brasileira enxerga o individuo negro como sub humano? Pode destruir qualquer teoria com dados, mas apresenta uma solução concreta. Já temos a certeza que uma etnia que foi escravizada e que na sociedade contemporânea se encontra encurralada, só tem a violência como recurso.

    Eu imagino que deva ser difícil entender, mas luta contra o racismo, não tem relação com o identitarismo. Identitarismo é um fenômeno contemporâneo, liderado pela classe média caucasiana.

    A luta contra o racismo é só um ser humano pedindo o direito de ser visto como tal.
    Não tem solução fácil, não se muda a percepção sem mudar a realidade. E a mudança da realidade definitivamente não passa por separar a sociedade por etnia.

    Essa ideia de que, se não há uma solução definitiva, qualquer solução vale, é exatamente o que os bolsonaristas fazem com a cloroquina. Se a cota não funciona, que se acabe com a cota. Especialmente porque ela viola o princípio da igualdade (não, negro não é substancialmente menos capaz que branco, asiático ou whatever, então não tem que ser tratado diferentemente).

    Eu lembro que discuti isso aqui com você em 2012 e você falou que era só temporário, que era um paliativo, etc. Hoje em dia não fizeram nada do que é realmente necessário para melhorar o problema (investir mais na educação básica), e ninguém cogita acabar com as cotas.
    A sociedade já é separada por etnia. Não entendo qual a dificuldade de entender isso.

    Comparar cota com cloroquina me parece bem desonesto. Sim a etnia negra é substancialmente menos capaz em uma sociedade racista, não é menos capaz biologicamente falando, mas se torna menos capaz quando em uma sociedade baseada em competição, uma etnia inteira não tem acesso a mesma educação. Falo educação só pra ficar em uma situação tangível, os efeitos psicológicos do racismo ainda não são completamente compreendidos, mas não é difícil concluir que viver uma vida inteira tendo que provar seu valor como ser humano, não faz bem pra ninguém.

    A educação igual na base é a solução, mas não é só isso. Educação necessita de um lar estável, que é em grande parte construído com pais capazes de gerar uma renda suficiente pra que a atenção da criança/adolescente não se volte pra problemas que ela não pode resolver. Eu continuo achando que cota é uma situação paliativa, mas como você mesmo disse, a solução não é fácil. Não da pra meter uma geração de cotas e concluir que não funcionou.

    Não sou a favor de lugar de fala, mas também acho pesado alguém que não tem conhecimento ficar falando o que acha tirando do sovaco.

    Pra você poder opinar com acuidade nesse assunto, você precisa entender primeiro o que é racismo e principalmente os efeitos que isso causa no ser humano.
    guioday and Loggan like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #51962
    Expert Avatar de zombie
    Data de Ingresso
    18/11/07
    Posts
    3.672
    Mas é importante dialogar com quem não tem conhecimento, pelo menos se vc quer que se aprenda alguma coisa. É um dos caminhos pelo qual a sociedade muda.

    Se todos adotarmos idéias do tipo safe space, lugar de fala, etc. Cada grupo que discorda do outro vai ouvir apenas a si mesmo. As consequências óbvias disso são ignorância, desconfiança mútua, ressentimento e conflito.

    É do interesse de todos que não cheguemos nesse ponto.

    E é meio óbvio que um estado que cria regras que reforçam a ideia de que a sociedade é dividida em grupos ou "tribos" diversas está flertando com conceitos muito perigosos.

    Em parte perigosos por oferecerem soluções ineficazes, mas principalmente pq a história nos ensina que a nossa espécie entra em guerra quando se divide em tribos.

    As intenções podem ser as melhores, frequentemente elas são... Mas, concordo com o Picinin, já faz tempo que estamos vendo os efeitos colaterais em ambos os lados do espectro político.

    Infelizmente, me parece que isso tende a piorar.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #51963
    World Class Avatar de lagostinha
    Data de Ingresso
    27/09/07
    Posts
    27.508
    Images
    2
    paulo guedes mandou uma proposta unindo o pis e confins o que aumentaria a aliquota pra 12% ao inves dos 3% que eh hj

    to lendo certo? bizarro esses "liberais"
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #51964
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.724


    dalhe paulo guedes!!
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #51965
    Expert Avatar de smiiters
    Data de Ingresso
    25/02/12
    Posts
    3.961
    Picinin, manowar200 and DoteiroBR like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #51966
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.642
    Citação Postado originalmente por JoseIrineu Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por JoseIrineu Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por JoseIrineu Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por sopro Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    A Lei de Cotas é de 2012... E eu acho que o objetivo da lei não é apenas dar mais diplomas, né? O diploma seria apenas o meio.
    Vou falar de orelhada e de experiência própria, mas acho que essa lei aí é de 2012 deve ser uma "uniformização" das cotas e obrigando todas as universidades públicas. Mas existiam cotas antes sim. Em 2007 eu prestei vestibular e tinha cota racial e para quem tinha feito o ensino médio em escola pública.

    Em 2009 prestei novamente, para outra universidade e também tinham cotas, inclusive para indígenas - que na minha turma não preencheu e a vaga "caiu" para a cota racial.

    E quando eu entrei na universidade já haviam bolsas/programas que visavam a manutenção dos alunos mais pobres como um auxílio em parcela única para instalação e outros mensais de acordo com as finanças familiares - que entram no pacote de "ações afirmativas".
    Tinham algumas universidade que adotavam (a primeira é de 205 +ou-),mas em 200 não tinha nenhuma. E "ações afirmativas" em lato sensu assim sempre houve.

    De todo jeito, meu ponto não é esse, é como avaliar se cota deu certo ou não. Que vai aumentar número de negros na universidade é óbvio. Mas o objetivo nunca foi essa, isso seria apenas o meio de reduzir as desigualdades econômicas. Nos EUA, os dados que eu já vio não suportam essa tese (depois de mais de 40 anos de cotas).

    Além disso, como medir os efeitos colaterais?
    É a mesma pergunta de como medir o efeito colateral da legalização da maconha.

    É uma pergunta ruim, porque não tem resposta.

    O que tem que medir é o efeito colateral atual. O efeito colateral de uma etnia consumidora fora do ensino acadêmico a gente já conhece.

    E entrar com cota é um passo, não se sai da universidade com cota, então pera lá.


    Meus pontos principais foram ignorados.

    Sobre efeito colateral do identitarismo, eu já vejo um atual, comum a Brasil e EUA
    Foram ignorados, por isso eu negritei. Foram ignorados porque não respondem a questão principal que eu como ser humano e negro estão levantando. Se a cota não serve, como se resolve o fato de que a sociedade brasileira enxerga o individuo negro como sub humano? Pode destruir qualquer teoria com dados, mas apresenta uma solução concreta. Já temos a certeza que uma etnia que foi escravizada e que na sociedade contemporânea se encontra encurralada, só tem a violência como recurso.

    Eu imagino que deva ser difícil entender, mas luta contra o racismo, não tem relação com o identitarismo. Identitarismo é um fenômeno contemporâneo, liderado pela classe média caucasiana.

    A luta contra o racismo é só um ser humano pedindo o direito de ser visto como tal.
    Não tem solução fácil, não se muda a percepção sem mudar a realidade. E a mudança da realidade definitivamente não passa por separar a sociedade por etnia.

    Essa ideia de que, se não há uma solução definitiva, qualquer solução vale, é exatamente o que os bolsonaristas fazem com a cloroquina. Se a cota não funciona, que se acabe com a cota. Especialmente porque ela viola o princípio da igualdade (não, negro não é substancialmente menos capaz que branco, asiático ou whatever, então não tem que ser tratado diferentemente).

    Eu lembro que discuti isso aqui com você em 2012 e você falou que era só temporário, que era um paliativo, etc. Hoje em dia não fizeram nada do que é realmente necessário para melhorar o problema (investir mais na educação básica), e ninguém cogita acabar com as cotas.
    A sociedade já é separada por etnia. Não entendo qual a dificuldade de entender isso.

    Comparar cota com cloroquina me parece bem desonesto. Sim a etnia negra é substancialmente menos capaz em uma sociedade racista, não é menos capaz biologicamente falando, mas se torna menos capaz quando em uma sociedade baseada em competição, uma etnia inteira não tem acesso a mesma educação. Falo educação só pra ficar em uma situação tangível, os efeitos psicológicos do racismo ainda não são completamente compreendidos, mas não é difícil concluir que viver uma vida inteira tendo que provar seu valor como ser humano, não faz bem pra ninguém.

    A educação igual na base é a solução, mas não é só isso. Educação necessita de um lar estável, que é em grande parte construído com pais capazes de gerar uma renda suficiente pra que a atenção da criança/adolescente não se volte pra problemas que ela não pode resolver. Eu continuo achando que cota é uma situação paliativa, mas como você mesmo disse, a solução não é fácil. Não da pra meter uma geração de cotas e concluir que não funcionou.

    Não sou a favor de lugar de fala, mas também acho pesado alguém que não tem conhecimento ficar falando o que acha tirando do sovaco.

    Pra você poder opinar com acuidade nesse assunto, você precisa entender primeiro o que é racismo e principalmente os efeitos que isso causa no ser humano.
    A sociedade não é necessariamente dividida por etnias.
    A princípio, o ser humano é refratário a estranhos por questões evolutivas, outros grupos humanos que não o nosso clã sempre foram ameaças. Por isso, questões como xenofobia e racismo sempre vão existir, fazem parte do nosso "molde" evolutivo. Mas isso não é determinístico como você sugere. Pelo contrário, via de regra, sociedades em que convivem diferentes povos e etnias tendem a se desenvolver mais, porque historicamente intercâmbio cultural gera riqueza e prosperidade.

    Então tem dois caminhos. Fortalecer essas ligações estilo-clã (que é o identitarismo em sentido amplo) ou tratar todos como seres humanos, e portanto, como iguais. Pra mim, a primeira gera atraso e a segunda, desenvolvimento. E acho que a sociedade moderna é prova disso. Você pode falar que o negro hoje sofre muito com racismo, mas, se colocar em perspectiva, não dá pra negar que teve uma evolução absurda no século XX exatamente pela igualdade perante a lei. Tá tudo bem? Não, tem muito que melhorar, mas pra mim é evidente que esse é o caminho certo.

    Quanto à parte do lugar de fala, já disse mais uma vez que eu acho uma bobagem completa. Lugar de fala é, em português claro, querer ser juiz de causa própria. E eu não me preocupo nem um pouco com virtue signaling e com aceitação pelo grupo, então não me constranjo com esse tipo de argumento. Quem quiser me achar um babaca, que ache, mas não vou defender uma ideia que eu acho errada por pena (até porque me parece uma falta de respeito), ou pra parecer bonzinho. Agora, pra dizer que eu tô falando pelo sovaco, você tem que me dar argumentos racionais. Argumento sentimentais não me pegam.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #51967
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.642
    Citação Postado originalmente por zombie Ver Post
    Mas é importante dialogar com quem não tem conhecimento, pelo menos se vc quer que se aprenda alguma coisa. É um dos caminhos pelo qual a sociedade muda.

    Se todos adotarmos idéias do tipo safe space, lugar de fala, etc. Cada grupo que discorda do outro vai ouvir apenas a si mesmo. As consequências óbvias disso são ignorância, desconfiança mútua, ressentimento e conflito.

    É do interesse de todos que não cheguemos nesse ponto.

    E é meio óbvio que um estado que cria regras que reforçam a ideia de que a sociedade é dividida em grupos ou "tribos" diversas está flertando com conceitos muito perigosos.

    Em parte perigosos por oferecerem soluções ineficazes, mas principalmente pq a história nos ensina que a nossa espécie entra em guerra quando se divide em tribos.

    As intenções podem ser as melhores, frequentemente elas são... Mas, concordo com o Picinin, já faz tempo que estamos vendo os efeitos colaterais em ambos os lados do espectro político.

    Infelizmente, me parece que isso tende a piorar.
    O negritado é a exata a descrição da sociedade atual.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #51968
    Chip Leader
    Data de Ingresso
    15/08/13
    Posts
    1.794
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #51969
    Chip Leader
    Data de Ingresso
    15/08/13
    Posts
    1.794
    "Como Crusoé revelou, os depósitos em cheque feitos por Fabrício Queiroz e sua mulher na conta de Michele Bolsonaro ocorreram entre 2011 e 2018. No período, o ex-assessor movimentou em suas contas volume de recursos incompatível com seu salário.


    Os valores coincidem com o período da expansão imobiliária do clã Bolsonaro. Só no caso de Flávio Bolsonaro, o MP suspeita que o hoje senador tenha lavado mais de R$ 2,3 milhões em imóveis e na compra de franquia da Kopenhagen.


    A investigação do MP atinge um total de 37 imóveis que estariam ligados ao senador, sua família e à empresa Bolsontini Chocolates e Café. São 14 apartamentos e 23 salas comerciais em Copacabana, Botafogo, Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
    Em 2012, enquanto o então assessor recebia quase R$ 600 mil em depósitos em suas contas, Flávio Bolsonaro e sua mulher Fernanda compraram, com cheques, dois imóveis em Copacabana. Esses imóveis, segundo os investigadores, foram declarados por valor inferior ao negociado no mercado.


    O vendedor teria recebido do casal, além de R$ 310 mil em cheques, quase R$ 640 mil em espécie. Os dois apartamentos foram vendidos cerca de 1 ano depois por quase R$ 1,2 milhão.


    No mesmo 2012, Jair Bolsonaro adquiriu uma das casas que possui no Vivendas da Barra, por R$ 500 mil – valor também abaixo do mercado. Outra residência no mesmo condomínio foi comprada em 2009 e declarada por R$ 400 mil.


    Para o MP, o esquema de rachadinha começou um ano antes (em 2008) e durou até 2018. Só nos três primeiros anos do suposto esquema, Flávio comprou 10 salas comerciais – por valor superior a R$ 2,6 milhões. Imóveis que foram vendidos ao fim do período por R$ 3,16 milhões.


    A quebra do sigilo de Queiroz mostra também que, entre 2013 e 2015, quase R$ 1,5 milhão entraram na conta de Queiroz. E foi, justamente em 2015, que Flávio comprou a franquia da Kopenhagen num shopping do Rio. Franquia que, segundo o MP, teria lavado mais de R$ 1,6 milhão até 2018.


    Vale lembrar que, em outubro de 2016, o PM Diego Sodré, amigo de Flávio, pagou o boleto R$ 16 mil referente à prestação de um apartamento adquirido por Flávio e Fernanda. Aliás, no período analisado pelo MP, Queiroz também pagou 116 boletos referentes a mensalidades escolares e planos de saúde da família do 01, num total de R$ 261 mil."
    Picinin likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #51970
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.724
    falar o que pra quem votou no bolsonaro por causa do paulo guedes? parabéns aos envolvidos parte 9836392713718172

    Paulo Guedes quer taxar venda de livros em 12%

    btw, esse texto do Luiz Schwarcz (Editor da Companhia das Letras) é bem interessante

    e o texto não toca no quesito Educação, outra área que o governo atual não só não tenta ajudar, como tenta implodir
    Preacher and MAXPRO like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados