Clique Aqui [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes - Página 4678

Lista de Usuários Marcados

Página 4678 de 5058 PrimeiroPrimeiro ... 3678417845784628466846764677467846794680468847284778 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 46.771 a 46.780 de 50573
Like Tree60280Likes

Tópico: [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes

  1. #46771
    Banido
    Data de Ingresso
    13/04/11
    Localização
    O Lula tá preso, BABACA.
    Posts
    5.460
    Kako, o Haddad não está batendo na tecla do risco à democracia. Quem está batendo nessa tecla, sou eu. E se eu pensasse em questões estratégico-eleitoreiras nesse espaço, eu mudaria o meu discurso. Mas como eu não estou... Com amigos e familiares que votam no fascista, eu mudo o tom.
    Última edição por Fonteles; 10-10-2018 às 16:45.
    santiago likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #46772
    Chip Leader Avatar de R.Proto
    Data de Ingresso
    21/05/08
    Posts
    2.130
    Citação Postado originalmente por smiiters Ver Post
    Pros bolsominions que não querem mais escutar Pink Floyd, podem assistir aos filmes do Alexandre Frota, deve ser um conteúdo de qualidade.
    This, vou ter que trocar meu avatar e rasgar meu ingresso pro show aqui em POA :P
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #46773
    Expert Avatar de smiiters
    Data de Ingresso
    25/02/12
    Posts
    3.857
    Citação Postado originalmente por R.Proto Ver Post
    Citação Postado originalmente por smiiters Ver Post
    Pros bolsominions que não querem mais escutar Pink Floyd, podem assistir aos filmes do Alexandre Frota, deve ser um conteúdo de qualidade.
    This, vou ter que trocar meu avatar e rasgar meu ingresso pro show aqui em POA :P
    Poxa, vamos fazer negócio :P
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #46774
    Chip Leader Avatar de Taleb
    Data de Ingresso
    03/06/09
    Posts
    1.910
    https://veja.abril.com.br/politica/p...dos-haddad-46/

    Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%

    Última edição por Taleb; 10-10-2018 às 17:02.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #46775
    World Class Avatar de gekinganger
    Data de Ingresso
    10/03/08
    Localização
    Vila Velha - ES
    Posts
    8.778
    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post


    Você está enganado, eu estou disposto a mudar de opinião sim. Não estou nem um pouco afim de votar no Bolsonaro, porém, tenho motivos muito fortes para votar contra o PT. O PT ganhou 4 eleições seguidas e nos levou para uma crise econômica, política e moral, com todo seu "amor" e apoio a diversidade nos entregou a maior taxa de homicídios da história, educação básica entre as piores do mundo e tanta corrupção que nossos cérebros nem conseguem processar os valores.

    O PT realmente sempre respeitou a democracia, porém, continua insistindo nessa história de que estão sendo perseguidos, uma possível retaliação me preocupa bastante.
    Não queria eu ter que responder isso mas se nao tem tu vai eu mesmo.
    O PT ganhou 4 eleiçoes seguidas, mas seja honesto, ganhou 4 eleiçoes seguidas justamente por ter melhorado o Brasil em diversos campos, principalmente o economico. E a crise economica se deu por dois motivos, em primeiro lugar a queda do crescimento chines e consequentemente a queda no preço do petroleo e ferro (caindo mais de 70% de valor nesse periodo), que correspondiam a 18% do nosso PIB e uma renuncia fiscal promovida pela Dilma no fim do governo 1 dela, que foi desonerar a folha de pagamento, que foi uma pa de cal. Alias politica essa que o Bolsonaro falou que ia fazer...
    O resto é achismo e temos que falar de coisas concretas...
    Sobre violencia, nenhum partido promoveu mais o encarceramento em massa no Brasil do que o PT e pelo visto nao deu certo...
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #46776
    World Class Avatar de gekinganger
    Data de Ingresso
    10/03/08
    Localização
    Vila Velha - ES
    Posts
    8.778
    Citação Postado originalmente por Cezar Teixeira Ver Post
    https://veja.abril.com.br/politica/p...dos-haddad-46/

    Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%
    opa, boa noticia...
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #46777
    World Class Avatar de andredepaula
    Data de Ingresso
    16/04/08
    Posts
    6.565
    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    Citação Postado originalmente por PebaVermelho Ver Post
    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    Eu acho que tem muito mais chances do PT transformar o Brasil numa ditadura do que o Bolsonaro.
    O PT apoia ditaduras declaradamente há décadas, o PT é muito mais poderoso e tem muito mais recursos do que o PSL, o PT indicou a maioria dos atuais ministros do STF, o PT comprovadamente sabe como negociar e comprar o congresso, o PT está raivoso e louco pra comprar briga contra o judiciário no caso Lula, o Haddad voltou atrás, mas o plano de governo original fala em alterar a constituição através de uma constituinte, fala também em regulação da mídia (golpista).

    Enfim, tem vários motivos para no momento eu estar mais preocupado com o PT destruindo a democracia do que com o Bolsonaro. Se alguém tiver bons argumentos que me façam mudar de ideia, mudarei.
    Você não vai mudar de opinião, o seu ódio não te permite, mas eu vou argumentar mesmo assim.

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    O PT apoia ditaduras declaradamente há décadas
    Os Estados Unidos também. Quais as chances deles se tornarem uma ditadura?

    Por sinal o PSDB no governo FHC teve com Cuba praticamente o mesmo tipo de relação institucional que o PT teve com a ilha. Inclusive fez doações e acordos econômicos.

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    o PT é muito mais poderoso e tem muito mais recursos do que o PSL
    Isso vale apenas até o PSL chegar ao poder.

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    o PT indicou a maioria dos atuais ministros do STF
    Sim, com graves consequência para o partido que teve sua cúpula condenada e posta na prisão. Os ministros mais duros no processo do mensalão e da Lava Jato foram indicados pelo PT.

    Um outro ministro, também indicado pelo PT, nomeou como assessor um General e pouco tempo depois declarou que prefere chamar o Golpe de 64 de Movimento de 64. Pelo menos no caso desse último podemos dizer que o PT de fato fez uma indicação perigosa que o candidato do 17 deve estar adorando.

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    o PT está raivoso e louco pra comprar briga contra o judiciário no caso Lula
    Você poderia nos explicar como ele compraria essa briga? Por que ele não comprou na época do mensalão, que condenou sua cúpula, e na da Lava Jato até o impeachment da Dilma?

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    o Haddad voltou atrás, mas o plano de governo original fala em alterar a constituição através de uma constituinte, fala também em regulação da mídia (golpista)
    A primeira proposta de fato é um desastre. Pelo que se sabe foi colocada no plano por exigência do PC do B.

    A proposta que saiu do vice do candidato do fascismo é muito pior do que essa por sinal. Fazer uma nova constituição por uma "comissão de notáveis". Por sinal, ele chama a Constituição que nos devolveu a democracia de "um erro".

    Quanto à proposta de regulação da mídia você sabe do que se trata? A principal intenção é evitar a concentração da mídia. Esse é um problema particularmente grave no Nordeste e um dos principais motivos por sermos espoliados há tantas décadas por oligarquias (finalmente estamos derrubando-as na base do voto com muita dificuldade).

    A mídia no Nordeste é toda na mão dos políticos. Jornais, TV, tudo, e eles não tem nenhum reparo em usá-la em favor de seus grupos políticos.

    Você pode ser contra isso, ou algum outro ponto, mas será que é isso que vai nos levar a uma ditadura?

    Citação Postado originalmente por RRetired Ver Post
    Enfim, tem vários motivos para no momento eu estar mais preocupado com o PT destruindo a democracia do que com o Bolsonaro.
    O PT surgiu na democracia e sempre disputou eleições democraticamente, nunca contestou o resultado das urnas, nunca lançou dúvidas sobre o sistema de votação, jamais homenageou a ditadura ou torturadores da ditadura que estupraram e mataram, jamais teve algum membro seu que declarasse ser favorável à tortura (se tivesse seria sumariamente expulso), jamais teve um membro seu que dissesse que os problemas do país deveriam ser resolvidos com uma guerra civil e a morte de uns 30 mil (se tivesse seria sumariamente expulso), não costuma espalhar fake news TODOS OS DIAS para influenciar o voto dos eleitores, nunca propôs ampliar a composição do Supremo para indicar capachos, jamais deixou de indicar à Procuradoria-Geral da República o próprio nome indicado pelo Ministério Público (único partido a ter feito isso até hoje), e acima de tudo jamais prometeu acabar com o ativismo no país (nem da boca pra fora) como fez o candidato do fascismo.

    Não existe dúvida sobre quem representa ameaça REAL à democracia do país, qualquer dúvida só pode existir na cabeça de quem está cego pelo ódio.
    Você está enganado, eu estou disposto a mudar de opinião sim. Não estou nem um pouco afim de votar no Bolsonaro, porém, tenho motivos muito fortes para votar contra o PT. O PT ganhou 4 eleições seguidas e nos levou para uma crise econômica, política e moral, com todo seu "amor" e apoio a diversidade nos entregou a maior taxa de homicídios da história, educação básica entre as piores do mundo e tanta corrupção que nossos cérebros nem conseguem processar os valores.

    O PT realmente sempre respeitou a democracia, porém, continua insistindo nessa história de que estão sendo perseguidos, uma possível retaliação me preocupa bastante.
    Sobre armar a população e sobre sua afirmação da maior taxa de homicídios da história, da uma olhada nessa matéria muito interessante baseada em vários artigos.... vou citar uma parte aqui e vou deixar o link logo abaixo da matéria completa

    "Além disso, o argumento que busca ligar a alta de homicídios atual ao Estatuto do Desarmamento de 2003 ignora a trajetória prévia da tendência, que era de elevação acentuada: nos sete anos anteriores à lei, o número de crimes de morte com armas de fogo havia saltado de cerca de 23 mil para 36 mil, uma alta de 56%. Já entre 2003 e 2015 – período de 12 anos –, a alta foi de apenas 16%.

    A estimativa de que o Estatuto salvou 160 mil vidas consta do Mapa da Violência 2015, que extrapola a taxa de crescimento do número de mortes por arma de fogo do período 1993-2003 para o intervalo 2003-2012. Por sua vez, nota técnica anexada ao Atlas da Violência do Ipea de 2016 usa técnicas estatísticas mais sofisticadas para sugerir que, sem o Estatuto, a média de homicídios no Brasil para os anos de 2011 a 2013 – intervalo em que teve início a retomada acentuada da alta desse tipo de crime – teria sido de 77 mil, e não de 55 mil, como registrado."

    Outra parte interessante é que o número de homicídios causados por alguém conhecido é mais que o dobro dos homicídios por criminalidade.


    https://www.google.com.br/amp/s/www.gazetadopovo.com.br/ideias/com-10-das-armas-dos-eua-brasil-tem-taxa-de-homicidios-com-armas-de-fogo-5-vezes-maior-6zn5gstr2xtthjth8y77xsi67/ampgp
    Fonteles likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #46778
    World Class Avatar de RRetired
    Data de Ingresso
    28/09/07
    Posts
    6.202
    https://noticias.uol.com.br/politica...o-tse-urna.htm

    Vamooo Daciolo!! Anula essa merda de primeiro turno e vamos ver se o povo vota direito numa segunda chance.
    Picinin, gekinganger and Mooita like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #46779
    Professional
    Data de Ingresso
    31/10/17
    Posts
    317
    Citação Postado originalmente por Fonteles Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por Fonteles Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Eu discordo de muita coisa.

    A escolha é difícil sim. N ão me sinto nem um pouco confortável votando em nenhum dos dois. Ambos são projetos autoritários, e nenhum dos dois me parece capaz de governar o país.

    E discordo também dessa bobagem de fascismo. Vulgarizaram tanto o termo que virou um xingamento bobo. Se não segue a cartilha da esquerda nutella, é fascista, racista, homofóbico. E a população em geral já tá de saco cheio desse mimimi. É por isso que o #elenão foi um tiro pela culatra. Boa parte dos votos que vão pra a extrema-direita são um movimento contra o patrulhamento dos justiceiros sociais.
    Uma coisa é um xingamento bobo que a esquerda utiliza para quem não segue a cartilha. Outra coisa é uma realidade que se consubstancializa em atos que digam respeito a apoio à ditadura militar, tortura, fuzilamemto, fechamento do Congresso...

    Você confundiu as duas coisas, na minha opinião.

    Aliás, essa patrulha da esquerda é chata pra caralho, mesmo. Mas, espere pra ver como será a patrulha da nova extrema-direita, com a ascensão do bolsonarismo.
    As ideias autoritárias do Bolsonaro ainda estão meramente no campo da retórica. Assim como as do PT. O argumento para negar o autoritarismo do PT não é exatamente esse? Que, apesar de flertar com ideias autoritárias e defender regimes como os de Cuba e Venezuela, suas práticas foram democráticas?
    O PT realmente tem algumas ideias antidemocráticas, mas não se comparam com as do Bolsonaro e do Mourão, como você mesmo reconheceu.

    O Bolsonaro é abertamente autoritário, absolutamente ninguém de relevo tem dúvidas, e eu já cansei de apontar aqui as razões dessa antidemocrática.

    Continuo achando que aquele xingamento bobo que a esquerda usa não se confunde com o bolsonarismo. Citando, novamente, o Jason Stanley: "voltando a Bolsonaro, ele está dizendo a você que não será um líder democrático. Não vejo ele como alguém que desista. Você quer eleger alguém que é tão abertamente antidemocrático? Que está prometendo violar as regras? Eu não entendo. Por que vocês não estão acreditando nele?"
    Esse texto do Jason Stanley que vc postou realmente é muito didático. Outra parte dele que acho importante é essa:

    "O que é possível fazer para combater o fascismo?

    Em primeiro lugar, reconhecer o fascismo. O fascismo tem como alvo esquerdistas, progressistas, comunistas e minorias. Há a tendência a se sentir seguro se você não pertence a um desses grupos. Mas o fascismo vai atrás de você também, pois o líder fascista persegue até os próprios apoiadores para se manter no poder. Os apoiadores têm prazer no ódio do líder fascista contra quem eles odeiam. Quanto melhor o líder fascista vai, mais as pessoas que eles odeiam vão se irritar e se sentir humilhadas. Esse é o prazer que o fascismo oferece."

    Como eu já disse aqui, eu tenho talvez até mais medo dos apoiadores do Bozo do que do próprio Bozo ou, de modo equivalente, medo do que um líder populista com base nesse tipo de apoio pode se tornar. Esse sentimento de ódio é muito claro entre os apoiadores do Bozo. E esse sentimento não pode ser alimentado, pq é obviamente responsável pelas maiores atrocidades cometidas pelo homem. Quer saber como uma sociedade se transforma numa massa irracional, cruel e muitas vezes agindo contra os seus próprios interesses? Basta fazer do ódio a sua motivação principal.

    Acredito também que a internet deu muita força pra extrema direita fascista, no mundo todo, pq ela facilita muito a incitação e a propagação do ódio.
    Última edição por VitorT; 10-10-2018 às 18:34.
    santiago, Preacher and Fonteles like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #46780
    Banido
    Data de Ingresso
    13/04/11
    Localização
    O Lula tá preso, BABACA.
    Posts
    5.460
    Normalizar selvageria de Bolsonaro é ameaça à democracia
    Nivelar desiguais beneficia candidato do PSL
    KENNEDY ALENCAR
    BRASÍLIA


    Obviamente, há um lado positivo nas entrevistas dadas por Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) ao “Jornal Nacional” na segunda-feira, dia seguinte ao primeiro turno das eleições. Ambos os candidatos afirmaram ter compromisso de respeito à democracia.


    Mas há um nivelamento indevido e também uma cobrança descabida sobre os compromissos de Bolsonaro e Haddad com a democracia. Quando o PT esteve no poder e teve oportunidades nas esquinas da história de trilhar um caminho autoritário, o partido não o fez.

    Exemplos: Lula não cedeu à tentação do terceiro mandato, não houve rebelião em relação ao impeachment e o ex-presidente não resistiu à ordem de prisão dada pelo juiz Sergio Moro.


    Já Bolsonaro tem um longo histórico de declarações a favor da ditadura militar de 1964, inclusive com a defesa da tortura. Na votação do impeachment da Dilma, ele homenageou um torturador, o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.


    Há inúmeras entrevistas do candidato do PSL com ataques aos direitos humanos e das minorias. Já defendeu que mulher ganhe menos do que homem por engravidar. Já manifestou preconceitos contra gays e negros. Ao longo de 30 anos de carreira política, ele deu declarações preconceituosas e antidemocráticas.


    Nesse cenário, tratar Bolsonaro e Haddad da mesma maneira normaliza a selvageria do candidato do PSL à Presidência da República.


    Bolsonaro está numa estratégia eleitoral para tentar diminuir a rejeição. Compromisso com a democracia é muito bom, mas não pode ser mera tática eleitoral.


    Bolsonaro pode ter mudado? Sim. Pode ter mudado da noite de domingo para segunda, porque no dia da eleição ele levantou suspeita de fraude na urna eletrônica para impedir eventual vitória dele no primeiro turno. Isso é um comportamento antidemocrático. Ele questionou a mesma urna eletrônica que deu votação expressiva ao filho dele candidato a deputado federal em São Paulo, Eduardo Bolsonaro.


    É lícito suspeitar que esse discurso seja uma tática eleitoral diante de tudo o que Bolsonaro disse e fez ao longo de sua vida política. Uma vez eleito dentro da regra do jogo, será preciso que as instituições e a sociedade civil cobrem respeito às normas legais durante eventual governo.


    Tratar desiguais de uma maneira igual acaba sendo bom para o Bolsonaro. Quem precisa jurar lealdade à democracia brasileira é Bolsonaro, porque ele é autoritário. No passado, o candidato do PSL disse que o Brasil precisava de uma guerra civil com a morte de pelo menos 30 mil pessoas, algumas delas inocentes. Pregou o fuzilamento de FHC.


    É preciso tomar cuidado para não nivelar candidatos diferentes. No quesito democracia, Bolsonaro está muito atrás do PT e de Haddad nem se fala. É um risco para a democracia comprar pelo valor de face declarações que são mera tática eleitoral. Uma vez empossado, esse discurso pode mudar.


    Na entrevista ao “Jornal Nacional”, Bolsonaro fez uma advertência ao general Mourão por ter defendido uma nova Constituição a ser elaborada por notáveis. Mourão rebateu no dia seguinte dizendo que não era vice “anencéfalo”. Bolsonaro também disse que não entendeu muito bem a referência a autogolpe, mas o general Mourão foi muito claro em entrevista à Globonews sobre a possibilidade de golpe em caso de caos social.


    O histórico de Bolsonaro não pode ser comparado com o do PT nem com o de Haddad quando se trata de respeitar a democracia. Ao cobrir a disputa política, o jornalismo erra ao tratar desiguais de forma igual. Bolsonaro está em posição de maior fragilidade do ponto de vista das credenciais democráticas.


    *


    Perigo autoritário


    Casos de agressões pelo país e a morte de um capoeirista em Salvador mostram o risco da normalização da selvageria de Bolsonaro e de seus guardas da esquina.


    *


    Crise contratada


    O desgaste da relação entre Bolsonaro e Mourão pode ser prejudicial a um futuro governo do candidato do PSL. A história recente do Brasil mostra que desentendimentos entre presidente e vice contribuem para crises ou momentos políticos de tensão.


    Itamar Franco rompeu com Fernando Collor de Mello antes da crise do impeachment de 1992 crescer. A relação entre Dilma Rousseff e Michel Temer já era ruim antes do acirramento de divergências que levaria à queda da petista.


    Seria negativa uma crise entre Bolsonaro e Mourão com o governo já instalado. Há um risco maior porque o vice é um general da reserva respeitado por colegas da ativa.


    Nos últimos meses, houve forte ativismo político da parte dos militares, que deram declarações políticas, o que não acontece em democracias avançadas. Não é preciso que militares digam que cumprirão à Constituição porque isso está dado. É isso o que tem de acontecer, sem autorização ou tutela militar. Nas democracias, quem manda é o poder civil.


    *


    Triste fim


    É ruim para a democracia brasileira que o PSDB se enfraqueça e se torne um satélite do bolsonarismo. Ontem, Alckmin sugeriu que Doria foi um “traidor” na campanha eleitoral. O candidato do PSDB ao governo paulista fez gesto pró-Bolsonaro enquanto o postulante tucano Palácio do Planalto e seu padrinho político ainda estava na luta.


    *


    Velho truque


    O partido Novo dediciu rejeitar Haddad no segundo turno e adotaa posição de neutralidade. Indiretamente, ajuda Bolsonaro.


    *


    Carta branca


    Na segunda-feira, o próprio Lula disse a Haddad que o candidato do PT não deveria visita-lo mais em Curitiba devido à repercussão negativa na eleição desses encontros. Os dois conversaram para alinhar a estratégia eleitoral do segundo turno.


    Haddad recebeu carta branca para tocar a campanha e mudar o programa de governo elaborado com Lula e o PT. A ideia é criar uma frente ampla e democrática atrair o apoio de Ciro Gomes (PDT) e de FHC (PSDB). Haddad já fez gestos para os dois.


    O candidato do PT tirou de campo a proposta de Constituinte, ideia do PT, em sintonia com essa nova estratégia eleitoral. Haddad ganhou mais liberdade para montar o discurso econômico da campanha.


    O candidato já disse que pretende indicar um empresário ou economista do setor produtivo para a campanha. Josué Gomes da Silva, do grupo Coteminas e filho de José Alencar, é um nome cotado.


    A ideia é fazer contraponto a Paulo Guedes, banqueiro e assessor econômico de Bolsonaro que tem laços com o mercado financeiro. Jaques Wagner pode ser um nome para a Casa Civil ou a articulação política de um governo Haddad. Wagner tem feito a coordenação política da campanha de Haddad no segundo turno.

    https://www.blogdokennedy.com.br/nor...-a-democracia/
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados