Clique Aqui [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes - Página 4317

Lista de Usuários Marcados

Página 4317 de 5112 PrimeiroPrimeiro ... 33173817421742674307431543164317431843194327436744174817 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 43.161 a 43.170 de 51120
Like Tree61033Likes

Tópico: [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes

  1. #43161
    Table Captain Avatar de Gronkowski
    Data de Ingresso
    30/09/13
    Posts
    953
    Eu li o post o lagostinha e vou resumir:

    No Brasil ele tinha uma vida mais fácil, foi pra Europa e se ferra no trabalho. Sobra um pouco mais de grana mas não sobra tempo e nem vontade. Trabalha fudido, pressão e quando tem folga não tem amigo pra sair e nem vontade. Ta sentindo falta do churrasco de domingo com a galera.

    Quer voltar mas não sabe se aqui é melhor. Falou que geral tbm quer voltar mas tbm não sabem se vale a pena. No final, é tudo a mesma merda. Brasil tem seu lado bom e ruim e o Europa/Austrália também.

    A não ser que você tenha um trabalho decente e não faça trabalho braçal.

    Obrigado pelo seu like, nem eu acredito que li tudo.
    TNP, R.Proto, Bolengo and 5 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #43162
    World Class Avatar de lagostinha
    Data de Ingresso
    27/09/07
    Posts
    27.410
    Images
    2
    Citação Postado originalmente por Fonteles Ver Post
    Não consigo entender alguém que tem vida boa, de classe média, com tempo pra se divertir e investir em si próprio, tudo isso aqui no Brasil, para virar peão e bater concreto no 1º mundo.

    Edição: aliás, eu consigo entender, mas apenas em certa perspectiva. Eu sempre tive vida boa de classe média, mas por ter sido roots, sempre corri fora de coxinhagens e playboyzagens. Então, nas épocas de "meter o loko" ao invés de continuar estagiando em bons escritórios, eu trancava a faculdade (por bons anos), ia ser peão e trabalhar em favelas ou conhecer outras experiências diferentes, morar com amigos no perrengue, mochilar sem dinheiro etc.

    Mas, acho que o lagosta parece ter sofrido um pouco da síndrome de vira lata, típica no Brasil. O que se diferencia da minha experiência.
    ah eh q tinha alguns outros fatores q me levaram a ir pra fora ne, eu queria conhecer o mundo, culturas e pessoas diferentes etc, e isso no brasil eh impossivel, a gente nao tem gringo vindo pro brasil e morando aqui(brasil) como acontece na europa por exemplo

    so que apos uns anos meio que vc ja viu q apesar de ser uma experiencia do kralho, vai ser sempre isso ne, as pessoas vao voltando pra sua terra, ou mesmo que fiquem nos outros paises vao fazendo sua vida, e costuma ser mto diferente da de brasileiros, entao a gente fica meio que como um peixe fora da agua
    Fonteles likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #43163
    World Class Avatar de Kleber
    Data de Ingresso
    11/12/08
    Localização
    Niterói
    Posts
    14.576
    Citação Postado originalmente por ex-ReiDaCacheta Ver Post
    Citação Postado originalmente por lagostinha Ver Post
    Citação Postado originalmente por ex-ReiDaCacheta Ver Post
    Se eu estivesse fora do Brasil, não voltaria tão cedo. Se é que voltaria. No caso do lagosta, do ekalil e vários outros aqui, que já estão fora e adaptados há bastante tempo, só voltaria num caso de extrema importância familiar.
    Adaptado não quer dizer bem, feliz, satisfeito, etc
    Sim, eu parti do princípio que a vida está toda acertada fora do Brasil
    Cara, eu voltei pro BR há 4 meses e minha vontade de sair daqui diminuiu, apesar do BR estar uma merda. Motivos:

    1 - Lifestyle - No BR eu saio com os amigos sempre pra fazer programa maneiro, jogo tênis 2x por semana, futebol 1x por semana, toda 4a a noite vou pra um bar de cerveja especial e fds sempre tem programação.

    2 - Dinheiro. Acabei de voltar e nem estou empregado, mas to trabalhando com meu pai e isso já me dá o que eu ganharia empregado em Portugal. Ainda to estudando (dissertação + concursos) e o Brasil tem muita oportunidade, muito mais até que europa em geral.

    3 - Amigos. Isso liga-se ao 1. Mas pra mim amigos de infância e amigos q vc faz lá fora n tem comparação.

    4 - É escroto e difícil de explicar essa, mas vou fazer uma pontuação pra tentar explicar: eu acho que numa escala de 0-100, a Europa tem a maioria das pessoas entre 50-60 de nível de cultura, educação, etiqueta etc, por conta da igualdade de renda. A média do Brasil deve ser tipo 30 hehe, mas é possível encontrar e conviver com muita gente 80+.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #43164
    World Class Avatar de Kleber
    Data de Ingresso
    11/12/08
    Localização
    Niterói
    Posts
    14.576
    Btw, acho que eu me amarraria em morar tipo 1ano em cada lugar maneiro e ir mudando. Intercalando com 1 ano no BR. Mas eu teria que ganhar na Mega Sena pra isso.
    lagostinha and tluiz like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #43165
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.207
    Eu acho que rola um pouco de romantismo quando se mora fora e pensa em voltar. Vc acaba imaginando um cenário que não é exatamente real.

    Essa estilo de vida que o lagosta e o Kleber descreveram que tem no Brasil não é sustentável pra grande maioria das pessoas e, mesmo que seja, tende a mudar com a idade.

    O lagosta falou de ter casa própria e contas pagas. Porra, vai ficar debaixo da saia da mãe pra sempre? Toda essa festa diminui bastante quando vc tiver um emprego mais sério (que pode inclusive te forçar a mudar de Piracicaba), casar, tiver filhos, etc.

    Mesmo se vc decidir não fazer isso, em alguns anos vai ser um cara de 35 anos que mora com a mãe e não tem uma carreira e nem família. Não tem nada de errado com isso, vc faz as escolhas que quer (apesar de não ser a minha vibe), mas aí quem muda são seus amigos, que provavelmente vão seguir outros caminhos. E aí gg churrasco, gg baladinhas. Não dá pra simplesmente assumir que isso vai durar pra sempre.

    No caso do Kleber acho que é mais ou menos o mesmo cenário, mas em um grau menor.

    Enfim, o que quero dizer é que a vida vai ficando mais "chata" naturalmente. Vc tem mais responsabilidades, vê menos os amigos, é natural. É aí as coisas que vc tem na gringa e não tem no Brasil começam a ter peso maior.

    Minha mulher passou dois meses no Brasil no começo do ano e voltou pra ca meio que querendo voltar de vez. Só que ela ficou esses dois meses na casa da mãe, sem trabalhar, sendo paparicada por todo mundo da família, etc.

    Se a gente por acaso decide voltar o cenário não vai ser esse. Ela vai ter que trabalhar, vamos morar em São Paulo, os moleques vão ter que conviver com violência, vai ver a família uma vez a cada duas semanas e por aí vai.

    Tem que tomar um certo cuidado com essa análise.
    Preacher, guioday, Picinin and 9 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #43166
    World Class Avatar de brunoarbo
    Data de Ingresso
    23/02/09
    Posts
    5.872
    Citação Postado originalmente por ekalil Ver Post
    Eu acho que rola um pouco de romantismo quando se mora fora e pensa em voltar. Vc acaba imaginando um cenário que não é exatamente real.

    Essa estilo de vida que o lagosta e o Kleber descreveram que tem no Brasil não é sustentável pra grande maioria das pessoas e, mesmo que seja, tende a mudar com a idade.

    O lagosta falou de ter casa própria e contas pagas. Porra, vai ficar debaixo da saia da mãe pra sempre? Toda essa festa diminui bastante quando vc tiver um emprego mais sério (que pode inclusive te forçar a mudar de Piracicaba), casar, tiver filhos, etc.

    Mesmo se vc decidir não fazer isso, em alguns anos vai ser um cara de 35 anos que mora com a mãe e não tem uma carreira e nem família. Não tem nada de errado com isso, vc faz as escolhas que quer (apesar de não ser a minha vibe), mas aí quem muda são seus amigos, que provavelmente vão seguir outros caminhos. E aí gg churrasco, gg baladinhas. Não dá pra simplesmente assumir que isso vai durar pra sempre.

    No caso do Kleber acho que é mais ou menos o mesmo cenário, mas em um grau menor.

    Enfim, o que quero dizer é que a vida vai ficando mais "chata" naturalmente. Vc tem mais responsabilidades, vê menos os amigos, é natural. É aí as coisas que vc tem na gringa e não tem no Brasil começam a ter peso maior.

    Minha mulher passou dois meses no Brasil no começo do ano e voltou pra ca meio que querendo voltar de vez. Só que ela ficou esses dois meses na casa da mãe, sem trabalhar, sendo paparicada por todo mundo da família, etc.

    Se a gente por acaso decide voltar o cenário não vai ser esse. Ela vai ter que trabalhar, vamos morar em São Paulo, os moleques vão ter que conviver com violência, vai ver a família uma vez a cada duas semanas e por aí vai.

    Tem que tomar um certo cuidado com essa análise.
    QFT, gg.
    Picinin and sopro like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #43167
    World Class Avatar de Kleber
    Data de Ingresso
    11/12/08
    Localização
    Niterói
    Posts
    14.576
    Citação Postado originalmente por ekalil Ver Post
    Eu acho que rola um pouco de romantismo quando se mora fora e pensa em voltar. Vc acaba imaginando um cenário que não é exatamente real.

    Essa estilo de vida que o lagosta e o Kleber descreveram que tem no Brasil não é sustentável pra grande maioria das pessoas e, mesmo que seja, tende a mudar com a idade.

    O lagosta falou de ter casa própria e contas pagas. Porra, vai ficar debaixo da saia da mãe pra sempre? Toda essa festa diminui bastante quando vc tiver um emprego mais sério (que pode inclusive te forçar a mudar de Piracicaba), casar, tiver filhos, etc.

    Mesmo se vc decidir não fazer isso, em alguns anos vai ser um cara de 35 anos que mora com a mãe e não tem uma carreira e nem família. Não tem nada de errado com isso, vc faz as escolhas que quer (apesar de não ser a minha vibe), mas aí quem muda são seus amigos, que provavelmente vão seguir outros caminhos. E aí gg churrasco, gg baladinhas. Não dá pra simplesmente assumir que isso vai durar pra sempre.

    No caso do Kleber acho que é mais ou menos o mesmo cenário, mas em um grau menor.

    Enfim, o que quero dizer é que a vida vai ficando mais "chata" naturalmente. Vc tem mais responsabilidades, vê menos os amigos, é natural. É aí as coisas que vc tem na gringa e não tem no Brasil começam a ter peso maior.

    Minha mulher passou dois meses no Brasil no começo do ano e voltou pra ca meio que querendo voltar de vez. Só que ela ficou esses dois meses na casa da mãe, sem trabalhar, sendo paparicada por todo mundo da família, etc.

    Se a gente por acaso decide voltar o cenário não vai ser esse. Ela vai ter que trabalhar, vamos morar em São Paulo, os moleques vão ter que conviver com violência, vai ver a família uma vez a cada duas semanas e por aí vai.

    Tem que tomar um certo cuidado com essa análise.
    Concordo com tudo, eu apenas disse que minha vontade DIMINUIU, n que acabou.

    O foda é que pra minha profissão a melhor opção é BR mesmo.
    lagostinha likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #43168
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.620
    isso que eu o ekalil disse é bem verdadeiro... eu fui pro Brasil de férias e curti muito, mas tem esse lance de ser paparicado, "boa vida" e etc que só existe quando vc já não vive no lugar, mesmo os amigos, acho que não ouvi um "não" ou "depois a gente marca" pq os caras sabem que vc vai embora dia X e querem te curtir ao máximo

    o que me deixou propenso uns meses atrás pra voltar foi vendo que eu conseguiria dar aula numa universidade massa e o salário de professor doutor é bem confortável pra viver no brasil, mas aí eu fui pensando em outras coisas como isso do consumismo, da violência e até da adaptação... e eu tô muito bem adaptado aqui, me identifico com o estilo de vida, o lado financeiro é mais apertado, mas dá pra levar na boa

    óbvio que os amigos que temos no brasil não vão se encontrar fora (amigo de infância, de colégio e etc), mas é possível ser amigo de alguém que vc conhece há pouco tempo e ter uma relação tão boa quanto a que vc tem com os antigos, até pq como o ekalil disse [2], os amigos vão mudando de vida, os encontros ficam mais difíceis mesmo e conversar por whatsapp morando em SP ou Moscou é quase a mesma coisa

    pra quem vive fora, acho que o lance de se integrar é fundamental pra ter uma vida fixe... ter amigos do lugar e de outros países, não se fechar no mundinho br

    e @lagostinha respondendo sua pergunta, tô em Portugal há 2 anos e meio
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #43169
    World Class Avatar de Kleber
    Data de Ingresso
    11/12/08
    Localização
    Niterói
    Posts
    14.576
    @sopro - Mas vc tem opção de dar aula em PT?
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #43170
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.620
    tenho, não só tenho como se eu não fizer nada após terminar o phd, teoricamente só posso dar aula na europa... dar aula no brasil será mais burocrático pra mim pq preciso revalidar o título

    edit: e por ser residente, estou apto a fazer pós-doc fora de Portugal com bolsa portuguesa ou pegar bolsa de investigação independente
    Preacher, TNP and Kleber like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados