Clique Aqui [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes - Página 255

Lista de Usuários Marcados

Página 255 de 5202 PrimeiroPrimeiro ... 1552052452532542552562572653053557551255 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 2.541 a 2.550 de 52011
Like Tree62128Likes

Tópico: [Política] - O andamento e as decisões de nossos governantes

  1. #2541
    World Class Avatar de Dellbono
    Data de Ingresso
    14/11/11
    Posts
    6.686
    TABELA DE BUFFET:

    Opção 1- Coquetéis , saladas, pratos quentes e sobremesas.
    Local: Copacabana Palace.
    Preço médio: R$ 250,00 p/pessoa.
    Organização: Empresas e particulares

    Opção 2- Café Água e Biscoitos.
    Local: Palácio Guanabara.
    Preço: R$ 1.300,00 p/pessoa.
    Organização: Cerimonial do governador Sérgio Cabral.

    Convidados para recepção do Papa: 650 pessoas. Preço total:R$ 850.000,00.

    Esta turma do Sérgio Cabral não toma jeito mesmo. Falta de sensibilidade e total descaso com o descontentamento da população.

    Folha de S.Paulo - Poder - Recepo para pontfice no Palcio Guanabara vai custar R$ 850 mil - 20/07/2013



    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #2542
    Ljc
    Ljc está desconectado
    Expert Avatar de Ljc
    Data de Ingresso
    29/04/10
    Posts
    4.447

    Tem outros dois problemas nessa imagem:
    1- Residência de Medicina Preventiva e Social não tem NADA a ver com a questão discutida
    2- O cara recém formado em medicina já entra no psf muito facilmente. Qual estímulo ele tem para fazer 2 anos de residência em MFC? Não conta ponto em concurso público porque não tem concurso publico pra psf, o aprendizado não é grande porque o curriculo da graduação já é voltado para atenção básica, não conta como bônus salarial porque os contratos de psf quase sempre são catrupes (quando tem contrato). O cara vai ficar 2 anos da vida dele ganhando 2,9k pra trabalhar 60horas/semana pra que, então?
    Andre Castro, Stolf and Dellbono like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #2543
    Expert Avatar de Fion
    Data de Ingresso
    19/05/11
    Posts
    2.932
    Citação Postado originalmente por PebaVermelho Ver Post
    Citação Postado originalmente por Sam Farha Ver Post
    Que beleza!
    É notório que a galera aqui está realmente farta desses podres partidos.

    Entendo cada vez mais o Peba.
    É impossível manter um diálogo sério aqui.
    O que pode parecer ignorância, é, na verdade, hipocrisia ou má fé.
    Não acho que seja hipocrisia não, é que o nível dos caras é muito baixo mesmo.
    Tsk, tsk, tsk,
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #2544
    World Class Avatar de PebaVermelho
    Data de Ingresso
    05/06/10
    Posts
    15.928
    Citação Postado originalmente por Ljc Ver Post

    Tem outros dois problemas nessa imagem:
    1- Residência de Medicina Preventiva e Social não tem NADA a ver com a questão discutida
    2- O cara recém formado em medicina já entra no psf muito facilmente. Qual estímulo ele tem para fazer 2 anos de residência em MFC? Não conta ponto em concurso público porque não tem concurso publico pra psf, o aprendizado não é grande porque o curriculo da graduação já é voltado para atenção básica, não conta como bônus salarial porque os contratos de psf quase sempre são catrupes (quando tem contrato). O cara vai ficar 2 anos da vida dele ganhando 2,9k pra trabalhar 60horas/semana pra que, então?
    1) Eu destaquei a Medicina Preventiva e Social pra demonstrar o desapreço da nossa cultura de saúde pública em relação à prevenção em benefício da medicina curativa, um direcionamento que além de acarretar efeitos perversos para a população ainda eleva os custos do serviço.

    2) No seu post inteiro você falou somente da perspectiva do médico e nada sobre a necessidade da população. Se grande parte dos currículos se dedicam à atenção básica, claramente não é essa a orientação profissional dos médicos depois de formados. A carreira médica no Brasil é completamente inspirada pelo individualismo e eu nem culpo tanto os médicos por isso, essa é uma tendência do ser humano, ainda mais numa sociedade capitalista. Como não sobra médico no Brasil, na realidade se sofre é com a falta deles, os caras tem a possibilidade de ir buscar especialidades que dão mais dinheiro.

    Se realmente existissem médicos suficientes, pode ter certeza que por seleção natural ia ter gente pra ficar com as vagas nessa especialidade, pois o gestor público poderia começar a pensar em exigir que em certas seleções o médico fosse especializado em MFC. No cenário atual é claro que seria impossível exigir isso, pois com a escassez de médicos para o atendimento às comunidades não se tem como exigir que todos ou parte deles sejam especializados em MFC, pois isso implicaria em extinguir a própria figura do médico da família.

    Por fim, sobre a sua opinião de que se tem pouco a aprender numa residência dessas… bem, eu só tenho a lamentar. A visão dominante na categoria de vocês é essa mesmo, tomara que um dia isso mude.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #2545
    Expert Avatar de Sam Farha - Spinoza
    Data de Ingresso
    15/05/13
    Posts
    4.480
    A classe médica é sinistra!
    Última edição por Sam Farha - Spinoza; 20-07-2013 às 21:04.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #2546
    World Class Avatar de PebaVermelho
    Data de Ingresso
    05/06/10
    Posts
    15.928
    Citação Postado originalmente por Sam Farha Ver Post
    Já importar engenheiros é ok!
    A classe médica é sinistra!
    O ser humano é que é escroto, cara, e a sociedade capitalista agrava essa escrotidão. É por isso que mesmo o governo tendo culpa na situação às vezes tem que atuar pra corrigir distorções.

    Lembrei agora de uma história bem nesse estilo que me foi contada por uma ex-namorada que é delegada. A segurança aqui no meu Estado vive um caos. Tradicionalmente a violência nem era dos maiores problemas aqui como é em outros estados, mas a coisa piorou MUUUUUITO nos últimos anos, em grande parte em função da escassez de pessoal.

    Pra você ter uma idéia tinha delegado aqui cumulando delegacias em coisa de 15 municípios diferentes no interior. Eu nem preciso dizer que um cara que responde pelo serviço em 15 lugares diferentes ao mesmo tempo na verdade não tá dando conta de nenhum, né?

    O último concurso público que teve foi o que a minha ex-namorada foi aprovada e o governo demorou muito tempo pra fazer a convocação. Na real entrou um governo e saiu o outro e só o último é que começou a convocar os agentes e delegados, mas apenas poucos foram convocados até o momento e a minha ex só foi convocada porque foi aprovada entre os primeiros colocados.

    Os aprovados se mobilizaram e fizeram várias manifestações cobrando a convocação e em todo aquele tempo uma das coisas que mais causava revolta na minha ex era ver timidez dos delegados no apoio à convocação dos aprovados. Ou seja, existia uma medida que poderia melhorar bastante o quadro da segurança pública e os caras não tavam nem aí, só se mobilizavam pra cobrar aumento de salário pra eles próprios, melhoria de estrutura etc. Provavelmente o raciocínio era que se o governo tivesse mais delegados nos seus quadros ficaria mais difícil de aumentar o salário dos que já estavam na carreira. Então pra eles era bem ok aquela situação, já que o governo não tinha como culpá-los pela péssima qualidade do serviço uma vez que realmente era humanamente impossível dar conta de tudo. A carga excessiva de trabalho era para muitos o álibi perfeito pra não fazer nada, uma vez que qualquer coisa que fosse feita seria apenas a gota no oceano da demanda existente. Óbvio que essa não era a mentalidade de todos, mas era a mentalidade de muitos.

    Voltando pro caso dos médicos, ele tem razão em relação a praticamente todas as críticas que fazem ao governo e aos problemas de estrutura, o problema é que eles realmente só enxergam a posição deles. Os médicos pertencem a uma categoria profissional que na média tem um padrão salarial muito superior a qualquer outra. A esmagadora maioria dos profissionais do Brasil trabalharia em praticamente qualquer lugar para ganhar o que ganha um médico recém-formado dispondo da estrutura que fosse oferecida. Ou alguém acha que a estrutura de trabalho na educação ou na segurança pública é um luxo?

    Os médicos recém-formados viram as costas pra essa situação toda por uma simples razão: eles PODEM. Quase todos tem estrutura familiar pra bancar seus estudos até a aprovação em um curso de residência médica e dali em diante o cara vai trabalhar aonde quiser auferindo uma renda que na realidade diária do cidadão comum desse país só existe na novela das 8. Enquanto isso quem paga o pato é o povo.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #2547
    Ljc
    Ljc está desconectado
    Expert Avatar de Ljc
    Data de Ingresso
    29/04/10
    Posts
    4.447
    Citação Postado originalmente por PebaVermelho Ver Post
    1) Eu destaquei a Medicina Preventiva e Social pra demonstrar o desapreço da nossa cultura de saúde pública em relação à prevenção em benefício da medicina curativa, um direcionamento que além de acarretar efeitos perversos para a população ainda eleva os custos do serviço.
    Foi vc quem fez essa imagem? BEM desonesto marcar Medicina Preventiva e Social, alguém mais desavisado poderia achar que a baixa demanda por ela tem alguma coisa a ver com a escassez de médicos no setor de atenção primária à saúde o que é uma tremenda inverdade.

    Mas quer dizer então que a nossa cultura de saúde pública privilegia a medicina curativa? Desenvolve melhor isso, por favor... Bem interessante essa tese sua.

    Citação Postado originalmente por PebaVermelho Ver Post
    2) No seu post inteiro você falou somente da perspectiva do médico e nada sobre a necessidade da população. Se grande parte dos currículos se dedicam à atenção básica, claramente não é essa a orientação profissional dos médicos depois de formados. A carreira médica no Brasil é completamente inspirada pelo individualismo e eu nem culpo tanto os médicos por isso, essa é uma tendência do ser humano, ainda mais numa sociedade capitalista. Como não sobra médico no Brasil, na realidade se sofre é com a falta deles, os caras tem a possibilidade de ir buscar especialidades que dão mais dinheiro.

    Se realmente existissem médicos suficientes, pode ter certeza que por seleção natural ia ter gente pra ficar com as vagas nessa especialidade, pois o gestor público poderia começar a pensar em exigir que em certas seleções o médico fosse especializado em MFC. No cenário atual é claro que seria impossível exigir isso, pois com a escassez de médicos para o atendimento às comunidades não se tem como exigir que todos ou parte deles sejam especializados em MFC, pois isso implicaria em extinguir a própria figura do médico da família.
    Você não entendeu, cara. Eu disse que o seu dado é falseado. Você quer provar um ponto alegando que a demanda pela residência em MFC é baixa. E eu tô dizendo que ela é baixa porque não ela existe estimulo para se fazer ela, tendo em vista que vc entra na atenção básica à saúde com ou sem a residência. E sua explicação para a não exisgência tá correta, é isso mesmo. Mas não tira o fato que é errado usar um dado falseado para provar um ponto, mesmo que sua tese esteja correta, o que de fato está (ou seja, de fato faltam médicos na atenção básica a saúde.

    Citação Postado originalmente por PebaVermelho Ver Post
    Por fim, sobre a sua opinião de que se tem pouco a aprender numa residência dessas… bem, eu só tenho a lamentar. A visão dominante na categoria de vocês é essa mesmo, tomara que um dia isso mude.
    Essa residência não agrega muito porque ela é uma repetição do currículo da graduação. Não é uma residência que acrescenta novas coisas, ela só aperfeiçoa o que vc já viu, basicamente. Vc tá me julgando levianamente, mesmo porque esse é o ramo de maior interesse meu na medicina, eu sou fundador de uma liga academica de saúde coletiva e pretendo fazer residência em MCF
    Andre Castro likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #2548
    Expert Avatar de Fion
    Data de Ingresso
    19/05/11
    Posts
    2.932
    Vai ficar rico discutindo com petista, lol. Lobão, o músico, cujo potencial intelectual isolado é maior o que de todos os petistas que existiram, o que, diga-se de passagem, nem é nenhum grande feito, disse que discutir com petista é como jogar xadrez com pombo: eles derrubam as peças, cagam no tabuleiro e saem com o peito estufado dizendo que venceram a discussão.

    Eu sei bem que a frase é conhecida, só estou contextualizando para valorização do pensamento lupino.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #2549
    World Class Avatar de PebaVermelho
    Data de Ingresso
    05/06/10
    Posts
    15.928
    Citação Postado originalmente por Ljc Ver Post
    Essa residência não agrega muito porque ela é uma repetição do currículo da graduação. Não é uma residência que acrescenta novas coisas, ela só aperfeiçoa o que vc já viu, basicamente. Vc tá me julgando levianamente, mesmo porque esse é o ramo de maior interesse meu na medicina, eu sou fundador de uma liga academica de saúde coletiva e pretendo fazer residência em MCF
    Quando se julga outra pessoa com base em deduções se corre o risco de cometer erros. Por favor, recebe minhas desculpas sinceras.

    Sobre a sua valoração da residência em MFC eu continuo discordando. Você diz que ela aperfeiçoa o que se viu na faculdade, para mim só isso revela sua importância, pois ela aperfeiçoa aquele conhecimento com um direcionamento para a saúde da família/coletiva. Ter médicos com uma formação voltada para essa área sem dúvida pode fazer a diferença. Eu também não sei se as residências em MFC no Brasil são de qualidade. Como se dá pouca importância eu não duvido que seja fracas, o que de forma alguma retira a importância de existir uma residência de qualidade nessa especialidade.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #2550
    World Class Avatar de PebaVermelho
    Data de Ingresso
    05/06/10
    Posts
    15.928
    Citação Postado originalmente por Ljc Ver Post
    Você não entendeu, cara. Eu disse que o seu dado é falseado. Você quer provar um ponto alegando que a demanda pela residência em MFC é baixa. E eu tô dizendo que ela é baixa porque não ela existe estimulo para se fazer ela, tendo em vista que vc entra na atenção básica à saúde com ou sem a residência. E sua explicação para a não exisgência tá correta, é isso mesmo. Mas não tira o fato que é errado usar um dado falseado para provar um ponto, mesmo que sua tese esteja correta, o que de fato está (ou seja, de fato faltam médicos na atenção básica a saúde.
    Foi você que não entendeu minha crítica. O que eu quis destacar com a imagem é a baixa valorização que existe no Brasil à saúde coletiva e à prevenção em saúde.

    Essas especialidades são vistas como especialidades "menores" e se elas são vistas dessa forma é porque dão menos dinheiro. Os médicos seguem o dinheiro, e como não existem muitos eles vão procurar especialidades médicas que os permitam ganhar mais e viver com o maior conforto nas grandes cidades. Como eu disse antes, se não faltassem tantos médicos certamente o Estado estaria em condições de exigir formação em MFC, mas hoje é impossível exigir isso porque a dificuldade de atrair os médicos para a atenção básica já é enorme, então qualquer exigência a mais poderia piorar o quadro que já é horrível.

    É aí onde eu vejo a importância de trazer os médicos estrangeiros, especialmente os cubanos. Eles tem uma formação e uma cultura médica muito mais voltada à saúde coletiva, à saúde da família e à prevenção. Certamente os cubanos podem causar um enorme alívio para as populações mais carentes, especialmente as do interior do Brasil onde existe carência de médicos e se precisa bastante desse tipo de acompanhamento.
    Última edição por PebaVermelho; 20-07-2013 às 22:36.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados