Clique Aqui ENEM - Quem vai fazer ? - Página 25

Lista de Usuários Marcados

Página 25 de 26 PrimeiroPrimeiro ... 1523242526 ÚltimoÚltimo
Resultados 241 a 250 de 255
Like Tree74Likes

Tópico: ENEM - Quem vai fazer ?

  1. #241
    Expert Avatar de RKint
    Data de Ingresso
    16/09/11
    Posts
    2.972
    Images
    66
    @ekalil podem ignorar mas não recebem mesada.

    Além dos problemas que você citou, por mais que eu ache legal a unificação permitir que você possa rodar o país todo, um dado interessante: na última turma de medicina da UFRJ, apenas 1 dos ingressantes era do RJ. Todos os outros vieram de outros estados.

    Isso gera um fenômeno interessante onde as melhores mentes de regiões menos abastadas (Norte/Nordeste) vem para o Sudeste e nunca retornam para sua região de nascimento. Conversivamente, quem é do Sudeste dificilmente vai pra essas regiões. O resultado é que Norte/Nordeste continuam sem profissionais de qualidade e aumenta-se ainda mais a concentração de bons alunos em regiões preferenciais.

    Anedotalmente da pra sentir com clareza que as universidades do Rio tem muito mais gente de outros estados. Muito mais mesmo​.

    EDIT

    Isso que o @Andre Castro falou é muito verdade também. Principalmente no RJ onde o custo é muito alto, a pessoa vem pra cá, não consegue se manter, fica homesick e volta depois de um tempo "matando" uma vaga. É bem comum.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #242
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.207
    Citação Postado originalmente por RKint Ver Post
    @ekalil podem ignorar mas não recebem mesada.

    Além dos problemas que você citou, por mais que eu ache legal a unificação permitir que você possa rodar o país todo, um dado interessante: na última turma de medicina da UFRJ, apenas 1 dos ingressantes era do RJ. Todos os outros vieram de outros estados.

    Isso gera um fenômeno interessante onde as melhores mentes de regiões menos abastadas (Norte/Nordeste) vem para o Sudeste e nunca retornam para sua região de nascimento. Conversivamente, quem é do Sudeste dificilmente vai pra essas regiões. O resultado é que Norte/Nordeste continuam sem profissionais de qualidade e aumenta-se ainda mais a concentração de bons alunos em regiões preferenciais.

    Anedotalmente da pra sentir com clareza que as universidades do Rio tem muito mais gente de outros estados. Muito mais mesmo​.

    EDIT

    Isso que o @Andre Castro falou é muito verdade também. Principalmente no RJ onde o custo é muito alto, a pessoa vem pra cá, não consegue se manter, fica homesick e volta depois de um tempo "matando" uma vaga. É bem comum.
    Esse eh um fenomeno bem interesssante que eu nunca tinha imaginado, mas faz total sentido. Normalmente o cara se limitaria a prestar vestibulares no seu estado/regiao, mas como eh uma prova nacional, acaba ficando aberto para os melhores.

    Em tese isso deveria ser otimo, mas como vc falou, o efeito acaba sendo perverso.

    Essa parada de abandono do curso tb deveria ser olhada com muito mais cuidado. Eh mto foda que tanta gente nao goste de curso depois de um semestre, abandone e nao de oportunidade pra alguem ocupar essa vaga nos proximos 4/5 anos.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #243
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.597
    As vagas que foram "abandonadas" depois são repassadas de outra maneira, via transferência.. varia de universidade pra universidade. Quando eu tava na graduação e olhei a transferência pra USP, eram X vagas pro 2o ano e X vagas pro 3o ano, fazia uma prova, notas na atual universidade e os melhores rankeados preenchiam as vagas. Não é a melhor das soluções, mas a vaga não fica totalmente perdida.

    edit: tb tem a reopção, que é quando um aluno da própria universidade estuda X e quer mudar pra Y, como ir de química pra eng química ou de fisioterapia pra ed fisica
    ekalil likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #244
    World Class Avatar de Caipira
    Data de Ingresso
    22/11/11
    Posts
    7.624
    Interessante essa sua análise @RKint.

    Mas, eu confesso que pela minha experiência pessoal, a maioria dos estudantes do Norte/Nordeste voltam para o seu estado.

    Na pós-graduação de Odontologia da Unicamp há muitos alunos do Norte/Nordeste. Praticamente 100% deles retornam para o seu estado, principalmente pq eles já vêm para a pós visando um futuro concurso em seu estado/cidade.
    Última edição por Caipira; 08-11-2016 às 15:10.
    Alvinho, Picinin, ekalil and 4 others like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #245
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.207
    Citação Postado originalmente por sopro Ver Post
    As vagas que foram "abandonadas" depois são repassadas de outra maneira, via transferência.. varia de universidade pra universidade. Quando eu tava na graduação e olhei a transferência pra USP, eram X vagas pro 2o ano e X vagas pro 3o ano, fazia uma prova, notas na atual universidade e os melhores rankeados preenchiam as vagas. Não é a melhor das soluções, mas a vaga não fica totalmente perdida.

    edit: tb tem a reopção, que é quando um aluno da própria universidade estuda X e quer mudar pra Y, como ir de química pra eng química ou de fisioterapia pra ed fisica
    Se isso funcionar bem eh otimo. Na minha epoca funcionava mto pouco.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #246
    Expert Avatar de RKint
    Data de Ingresso
    16/09/11
    Posts
    2.972
    Images
    66
    Citação Postado originalmente por Caipira Ver Post
    Interessante essa sua análise @RKint.

    Mas, eu confesso que pela minha experiência pessoal, a maioria dos estudantes do Norte/Nordeste volta para o seu estado.

    Na pós-graduação de Odontologia da Unicamp há muitos alunos do Norte/Nordeste. Praticamente 100% deles retornam para o seu estado, principalmente pq eles já vem para a pós visando um futuro concurso em seu estado/cidade.
    Isso acontece mesmo, foi o que o Andre falou e eu coloquei no edit. Mas aí ele já "tirou" a vaga de alguém.

    É engraçado porque esse modelo é muito similar ao SAT que o @ekalil até mencionou, só que a nossa realidade aqui é muito diferente. Ekalil talvez possa dizer melhor, mas é muito comum nos US que o cara nasça em Pittsburgh, se mude pra Ohio e vá trabalhar em Nova York. Ou Boston. Ou New Orleans, sei lá.

    O ponto é que lá essa mudança de estado é muito mais comum que no BR, onde as pessoas criam muito mais raízes (claro que tem exceções de famílias que se mudam atrás de melhores condições ou relocadas por trabalho). Mas a minha impressão é que os americanos fazem isso muito mais consistentes e de forma individualizada.
    Caipira likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #247
    Expert Avatar de RKint
    Data de Ingresso
    16/09/11
    Posts
    2.972
    Images
    66
    Citação Postado originalmente por sopro Ver Post
    As vagas que foram "abandonadas" depois são repassadas de outra maneira, via transferência.. varia de universidade pra universidade. Quando eu tava na graduação e olhei a transferência pra USP, eram X vagas pro 2o ano e X vagas pro 3o ano, fazia uma prova, notas na atual universidade e os melhores rankeados preenchiam as vagas. Não é a melhor das soluções, mas a vaga não fica totalmente perdida.

    edit: tb tem a reopção, que é quando um aluno da própria universidade estuda X e quer mudar pra Y, como ir de química pra eng química ou de fisioterapia pra ed fisica
    Isso passa longe de suprir essa demanda, apesar de ser algo positivo. Primeiro porque as transferências são sujeitas a universidade de origem da pessoa, e não ao vestibular. Mesmo as reopções tem disparidades. Eu fui de Engenharia de Controle e Automação pra Engenharia de Computação e tinham umas 3 vagas e umas 10 pessoas querendo. Produção o número de vagas era um pouco maior mas a concorrência era 20x mais forte.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #248
    World Class Avatar de ekalil
    Data de Ingresso
    24/02/08
    Localização
    São Paulo
    Posts
    27.207
    Citação Postado originalmente por RKint Ver Post
    Citação Postado originalmente por Caipira Ver Post
    Interessante essa sua análise @RKint.

    Mas, eu confesso que pela minha experiência pessoal, a maioria dos estudantes do Norte/Nordeste volta para o seu estado.

    Na pós-graduação de Odontologia da Unicamp há muitos alunos do Norte/Nordeste. Praticamente 100% deles retornam para o seu estado, principalmente pq eles já vem para a pós visando um futuro concurso em seu estado/cidade.
    Isso acontece mesmo, foi o que o Andre falou e eu coloquei no edit. Mas aí ele já "tirou" a vaga de alguém.

    É engraçado porque esse modelo é muito similar ao SAT que o @ekalil até mencionou, só que a nossa realidade aqui é muito diferente. Ekalil talvez possa dizer melhor, mas é muito comum nos US que o cara nasça em Pittsburgh, se mude pra Ohio e vá trabalhar em Nova York. Ou Boston. Ou New Orleans, sei lá.

    O ponto é que lá essa mudança de estado é muito mais comum que no BR, onde as pessoas criam muito mais raízes (claro que tem exceções de famílias que se mudam atrás de melhores condições ou relocadas por trabalho). Mas a minha impressão é que os americanos fazem isso muito mais consistentes e de forma individualizada.
    Sim, eh um pouco off-topic, mas vc tem razao. Tem alguns motivos pra isso.

    1- A cultura americana eh mto mais individualista (e, consequentemente, mto menos family based) que a brasileira. Eh aquela historia de "fez 18 anos, vai cuidar da sua vida". Apesar do % de pessoas que vao pro college ser abaixo do que a maioria imagina (cerca de 40%), mesmo se vc nao for, normalmente vc sai de casa, arruma um trabalho e segue a vida.

    2- A economia do pais eh mto mais bem distribuida que o Brasil. Se vc tiver uma carreira promissora em areas relacionadas a business eh praticamente impossivel fugir de SP. Mesmo cariocas acabam mudando pra la. Nos EUA existem poucas cidades mto grandes e mtas cidades medias, onde vc pode mto bem trabalhar e crescer na profissao. Mtas vezes tb a sede de empresas enormes eh numa cidade relativamente pequena. A sede da Coca eh em Atlanta, do Bank of America em Charlotte, do Walmart no meio do Nebraska e por ai vai.

    3- A maioria das universidades americanas sao no meio do nada, o que obriga o aluno a sair de casa e se mudar pra um lugar normalmente longe de casa. A partir dai ja facilita bastante pq o cara ja perdeu as raizes e se acostumou a mudar e morar longe da familia.
    RKint likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #249
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.597
    Citação Postado originalmente por RKint Ver Post
    Citação Postado originalmente por sopro Ver Post
    As vagas que foram "abandonadas" depois são repassadas de outra maneira, via transferência.. varia de universidade pra universidade. Quando eu tava na graduação e olhei a transferência pra USP, eram X vagas pro 2o ano e X vagas pro 3o ano, fazia uma prova, notas na atual universidade e os melhores rankeados preenchiam as vagas. Não é a melhor das soluções, mas a vaga não fica totalmente perdida.

    edit: tb tem a reopção, que é quando um aluno da própria universidade estuda X e quer mudar pra Y, como ir de química pra eng química ou de fisioterapia pra ed fisica
    Isso passa longe de suprir essa demanda, apesar de ser algo positivo. Primeiro porque as transferências são sujeitas a universidade de origem da pessoa, e não ao vestibular. Mesmo as reopções tem disparidades. Eu fui de Engenharia de Controle e Automação pra Engenharia de Computação e tinham umas 3 vagas e umas 10 pessoas querendo. Produção o número de vagas era um pouco maior mas a concorrência era 20x mais forte.
    Mas é a 2a chance, não a 1a, quando tinham 50 vagas o fulano não ficou entre os 50 e foi estudar em outro lugar.. no fim do ano teve 3 desistências e então as 3 vagas "abandonadas" se convertem em vagas de transferência e reopção que o mesmo fulano pode tentar ocupar. Disparidade tem mesmo, assim como no enem e no vestibular.. a ideia é preencher as 3 vagas, se tem 10 ou 50 pessoas querendo, paciência.
    Última edição por sopro; 08-11-2016 às 15:40.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #250
    World Class Avatar de sopro
    Data de Ingresso
    30/08/09
    Localização
    Moisés Lucarelli
    Posts
    19.597
    Não é só similar ao SAT, é similar ao sistema português, espanhol, italiano, alemão e etc
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados