Clique Aqui Cervejas de verdade - quem curte? - Página 477

Lista de Usuários Marcados

Página 477 de 481 PrimeiroPrimeiro ... 377427467475476477478479 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 4.761 a 4.770 de 4802
Like Tree1757Likes

Tópico: Cervejas de verdade - quem curte?

  1. #4761
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.244
    Citação Postado originalmente por Alvinho Ver Post
    Resumo do post do phelps: Não tenho a menor ideia de como funciona o mercado de cerveja, mas vou repetir minha cartilha porque ela tá sempre certa.
    Boa Alvinho!

    Conheço bem sim, mas não chego perto do conhecimento de vossa senhoria porque todos sabem que você conhece muito mais de qualquer coisa em qualquer área do que qualquer um.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  2. #4762
    Banido
    Data de Ingresso
    26/07/12
    Posts
    2.367
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Alvinho Ver Post
    Inbev querendo matar as artesanais...
    fazia tempo que eu não postava aqui, vim dizer que comprei Hoegaarden por menos de 3 reais e vi esse teu post ridículo,,,

    pra variar Alvinho Socialista botando a culpa nos grandes capitalistas...

    sim, Alvinho Comunista acha normal pagarmos no Brasil 10 a 20 vezes mais caro por uma artesanal do que pagamos por uma Antarctica Sub Zero, que custa 1,70 reais no mercado aqui. Alvinho acha normal pagarmos 12, 15, 21 e 30 reais em uma artesanal...

    Só que nos EUA uma Craft Beer custa em média 1,5 a 2 vezes mais que uma Bud Light. Enquanto lá eles pagam 50% a 100% mais por uma artesanal o "jênio" do Alvinho acha normal pagarmos 1.000%, 1.500% ou 2.000% a mais por uma artesanal aqui no Brasil...

    Que a Inbev mate todos esses artesanais capitalistas opressores exploradores mesmo!!! Porque eu sei que as artesanais brasileiras podem cobrar preços muito menores ainda com margem de lucro bem boa, como fazem no mundo inteiro, incluindo EUA, Europa e Austrália.

    Mas o Alvinho concorda com esse roubo das artesanais aqui no Brasil...
    Eu tô meio por fora desse mercado há uns anos, mas essa parte em negrito era muito falsa até pouco tempo atrás. Investir em produção de cerveja era um negócio MUITO ruim, investimento inicial alto e margem BEM pequena.

    Não adianta comparar com EUA porque o nosso mercado é bem diferente. Primeiro porque nós não produzimos grande parte dos insumos (e os mais caros deles). Então eles chegam pros micros por um preço bem mais alto do que pra AB-Inbev. Segundo, porque a tributação das micros é escrota. Elas não podem ser incluídas no SIMPLES (não sei se passou no Senado o PL que autorizava essa inclusão, acredito que não) e pagam imposto por substituição tributária. Há uns 5 anos, um conhecido dono de uma micro famosa me falou que só o custo com contador chegava a 0,70 por litro. Além disso, a tributação é por pauta fiscal, o que significa que cervejas mais caras são tributadas por uma alíquota mais alta. Logo, a diferença entre uma sub-zero e uma cerveja com ingredientes de qualidade e custo de produção maior vai ser sempre potencializada pela forma de tributação. Mais da metade do preço de uma artesanal é imposto. Já de uma sub-zero,é uma porcentagem bem menor.

    Anyway, não sei se a AB-Inbev tá fazendo algum tipo de dumping pra sufocar as micros, ou se ela consegue um preço melhor por questão de escala/logística/tributação. Mas ela sempre jogou pesado contra as micros, principalmente nos lobbies para impedir uma tributação mais justa que permitisse uma maior competição. Se as micros não estão no SIMPLES até hoje, grande parte da culpa é da Inbev. Além de outras questões, como a legislação sanitária, em que a Inbev sempre fez lobby para dificultar o trabalho das micros.
    Primeira coisa é que conheço vários empresários de vários setores que estão sempre reclamando, mas que sei que ganham um monte e tem margem altíssima... Geralmente quanto mais reclamam mais ganham, só não querem abrir olho dos outros pro mercado lucrativo deles.
    Sun Tzu.

    Se for o que vc tá pensando Phelps, o tiro vai sair pela culatra. A Ab-Inbev está ensinado o povo a tomar cerveja decente.
    Última edição por Ace One; 29-08-2016 às 13:09.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  3. #4763
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.665
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Alvinho Ver Post
    Inbev querendo matar as artesanais...
    fazia tempo que eu não postava aqui, vim dizer que comprei Hoegaarden por menos de 3 reais e vi esse teu post ridículo,,,

    pra variar Alvinho Socialista botando a culpa nos grandes capitalistas...

    sim, Alvinho Comunista acha normal pagarmos no Brasil 10 a 20 vezes mais caro por uma artesanal do que pagamos por uma Antarctica Sub Zero, que custa 1,70 reais no mercado aqui. Alvinho acha normal pagarmos 12, 15, 21 e 30 reais em uma artesanal...

    Só que nos EUA uma Craft Beer custa em média 1,5 a 2 vezes mais que uma Bud Light. Enquanto lá eles pagam 50% a 100% mais por uma artesanal o "jênio" do Alvinho acha normal pagarmos 1.000%, 1.500% ou 2.000% a mais por uma artesanal aqui no Brasil...

    Que a Inbev mate todos esses artesanais capitalistas opressores exploradores mesmo!!! Porque eu sei que as artesanais brasileiras podem cobrar preços muito menores ainda com margem de lucro bem boa, como fazem no mundo inteiro, incluindo EUA, Europa e Austrália.

    Mas o Alvinho concorda com esse roubo das artesanais aqui no Brasil...
    Eu tô meio por fora desse mercado há uns anos, mas essa parte em negrito era muito falsa até pouco tempo atrás. Investir em produção de cerveja era um negócio MUITO ruim, investimento inicial alto e margem BEM pequena.

    Não adianta comparar com EUA porque o nosso mercado é bem diferente. Primeiro porque nós não produzimos grande parte dos insumos (e os mais caros deles). Então eles chegam pros micros por um preço bem mais alto do que pra AB-Inbev. Segundo, porque a tributação das micros é escrota. Elas não podem ser incluídas no SIMPLES (não sei se passou no Senado o PL que autorizava essa inclusão, acredito que não) e pagam imposto por substituição tributária. Há uns 5 anos, um conhecido dono de uma micro famosa me falou que só o custo com contador chegava a 0,70 por litro. Além disso, a tributação é por pauta fiscal, o que significa que cervejas mais caras são tributadas por uma alíquota mais alta. Logo, a diferença entre uma sub-zero e uma cerveja com ingredientes de qualidade e custo de produção maior vai ser sempre potencializada pela forma de tributação. Mais da metade do preço de uma artesanal é imposto. Já de uma sub-zero,é uma porcentagem bem menor.

    Anyway, não sei se a AB-Inbev tá fazendo algum tipo de dumping pra sufocar as micros, ou se ela consegue um preço melhor por questão de escala/logística/tributação. Mas ela sempre jogou pesado contra as micros, principalmente nos lobbies para impedir uma tributação mais justa que permitisse uma maior competição. Se as micros não estão no SIMPLES até hoje, grande parte da culpa é da Inbev. Além de outras questões, como a legislação sanitária, em que a Inbev sempre fez lobby para dificultar o trabalho das micros.
    Primeira coisa é que conheço vários empresários de vários setores que estão sempre reclamando, mas que sei que ganham um monte e tem margem altíssima... Geralmente quanto mais reclamam mais ganham, só não querem abrir olho dos outros pro mercado lucrativo deles.

    Sim, no Brasil os impostos e leis trabalhistas são ridículos, infra estrutura e logística péssimas, juros altos, taxa de calote acima da média, mas pra cobrir tudo isso quem paga o pato é o consumidor que paga 3 vezes mais que pagaria em muitos outros países.

    Mas aí entra a competência e criatividade do empresário. Insumos caros? Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte, já tem alguns começando aos poucos, mas se os pequenos e médios artesanais realmente quisessem já teriam incentivado isso bem antes e baixado muito esse preço.

    Custo com contador se reduz, custo com distribuição se reduz, é só ir atrás. Mas a maioria não vai e não liga pra isso. Eu vou e tem diferenças absurdas de preço que por exemplo em um frete foram de mais de 100%. Tem gente que não vai atrás e simplesmente repassa pro consumidor, afinal seu produto é diferenciado e o brasileiro continua comprando...

    A Ambev também não está no SIMPLES, tem diferença de uma Sub Zero pra uma artesanal? Tem, mas nem de perto justifica essa aberração de pagar 10 ou 20 vezes mais caro numa artesanal.

    Ano que vem é quase certo que vai entrar o SIMPLES pras artesanais, pode ter certeza que não vão baixar o preço por causa disso... Se baixarem o preço vai ser por causa da concorrência da Ambev e da Eisenbahn comprada pela Brasil Kirin, que são as únicas que praticam preços justos hoje em dia. E não, é quase certo que não estão praticando dumping.
    Não se planta malte, malte não é uma planta. É um processo pelo qual alguns grãos passam para disponibilizar maior quantidade de amido.

    E você acha que nego não planta aqui porque não quer? Já existem diversos projetos de plantação de lúpulo aqui, vários deles apoiados por microcervejarias. Só que a produção é insuficiente, o clima não é propício, e será necessário desenvolver uma puta tecnologia e selecionar cepas durante muitos anos até termos produção comercial no Brasil. Os EUA fazem isso desde o fim da década de 70, demoraram muitos anos pra produzirem seus próprios lúpulos.

    Cevada também já se produz aqui, mas em quantidades relativamente pequenas, já que na maior parte do país o clima não é propício. Mas não temos maltearias, e produzir malte também é uma ciência que demora a se dominar. Não é à toa que 3 ou 4 maltearias dominam o mercado - pelo menos o mercado para os pequenos produtores.

    E não é simples baixar os custos burocráticos. Você sabe como funciona substituição tributária? Sabe como funciona regime especial de tributação? É complicado pra caralho, e é muito mais difícil pra uma pequena ou média empresa de contabilidade conhecer a fundo os diferentes regimes de tributação de IPI e ICMS da cerveja do que pros caras da Inbev, que trabalham só com isso a têm acesso a qualquer autoridade tributária. E a cervejaria ainda tem que pagar o imposto da cadeia inteira, o que complica ainda mais o processo. Então, a Inbev pode pagar 20k pra 10 advogados/contadores fodões cuidarem da sua tributação, e isso vai impactar em 0,0001 centavo por litro. O cara da micro que produz 10k, 20k litros por mês, por mais que procure os contadores mais baratos, vai gastar 100 vezes mais que a Inbev. Além disso, a base de cálculo do imposto não é seu custo, é uma valor apurado pelo próprio Estado em tabelas de pautas fiscais. O que, na prática, faz com que a carga tributária da Inbev seja BEM menor que das micro.

    Mas se você acha que é simples assim, que o problema é só gerencial ou que os caras tão rachando de ganhar dinheiro, te recomendo abrir uma micro. Eu conheço vários que abriram e a grande maioria ainda nem pagou o investimento,muitos tão só empatando, e nenhum ficou rico. E olha que tem nego que tá nessa há mais de 10 aos..
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  4. #4764
    Chip Leader Avatar de PowerR0x
    Data de Ingresso
    04/07/14
    Localização
    São José do Rio Preto - SP
    Posts
    1.833
    @Picinin pois é, tem gente que acha que é só plantar, sair colhendo e pronto.
    Se esquecem da dificuldade absurda de se conseguir malte e lúpulo de qualidade aqui, além das taxas tributárias absurdas também.
    Aí querem comparar com um mercado sólido com décadas de existência, num país desenvolvido, com baixas taxas tributárias e moeda valorizada ao ponto da importação não impactar negativamente no custo.

    Conversando com um primo meu que lida com plantio de soja e cevada, ele me disse que o clima e a qualidade dos grãos aqui simplesmente não servem pra fazer malte de qualidade.
    Não da forma com que produzimos.
    Ele me disse que talvez 10% dos grãos de cevada colhidos no Rio Grande do Sul seja de qualidade elegível para produção de malte, e que mesmo assim, não há mercado/tecnologia/knowhow para a produção, então esses grãos não são selecionados e vão quase todos para exportação.
    JoseIrineu and Picinin like this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  5. #4765
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.244
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Alvinho Ver Post
    Inbev querendo matar as artesanais...
    fazia tempo que eu não postava aqui, vim dizer que comprei Hoegaarden por menos de 3 reais e vi esse teu post ridículo,,,

    pra variar Alvinho Socialista botando a culpa nos grandes capitalistas...

    sim, Alvinho Comunista acha normal pagarmos no Brasil 10 a 20 vezes mais caro por uma artesanal do que pagamos por uma Antarctica Sub Zero, que custa 1,70 reais no mercado aqui. Alvinho acha normal pagarmos 12, 15, 21 e 30 reais em uma artesanal...

    Só que nos EUA uma Craft Beer custa em média 1,5 a 2 vezes mais que uma Bud Light. Enquanto lá eles pagam 50% a 100% mais por uma artesanal o "jênio" do Alvinho acha normal pagarmos 1.000%, 1.500% ou 2.000% a mais por uma artesanal aqui no Brasil...

    Que a Inbev mate todos esses artesanais capitalistas opressores exploradores mesmo!!! Porque eu sei que as artesanais brasileiras podem cobrar preços muito menores ainda com margem de lucro bem boa, como fazem no mundo inteiro, incluindo EUA, Europa e Austrália.

    Mas o Alvinho concorda com esse roubo das artesanais aqui no Brasil...
    Eu tô meio por fora desse mercado há uns anos, mas essa parte em negrito era muito falsa até pouco tempo atrás. Investir em produção de cerveja era um negócio MUITO ruim, investimento inicial alto e margem BEM pequena.

    Não adianta comparar com EUA porque o nosso mercado é bem diferente. Primeiro porque nós não produzimos grande parte dos insumos (e os mais caros deles). Então eles chegam pros micros por um preço bem mais alto do que pra AB-Inbev. Segundo, porque a tributação das micros é escrota. Elas não podem ser incluídas no SIMPLES (não sei se passou no Senado o PL que autorizava essa inclusão, acredito que não) e pagam imposto por substituição tributária. Há uns 5 anos, um conhecido dono de uma micro famosa me falou que só o custo com contador chegava a 0,70 por litro. Além disso, a tributação é por pauta fiscal, o que significa que cervejas mais caras são tributadas por uma alíquota mais alta. Logo, a diferença entre uma sub-zero e uma cerveja com ingredientes de qualidade e custo de produção maior vai ser sempre potencializada pela forma de tributação. Mais da metade do preço de uma artesanal é imposto. Já de uma sub-zero,é uma porcentagem bem menor.

    Anyway, não sei se a AB-Inbev tá fazendo algum tipo de dumping pra sufocar as micros, ou se ela consegue um preço melhor por questão de escala/logística/tributação. Mas ela sempre jogou pesado contra as micros, principalmente nos lobbies para impedir uma tributação mais justa que permitisse uma maior competição. Se as micros não estão no SIMPLES até hoje, grande parte da culpa é da Inbev. Além de outras questões, como a legislação sanitária, em que a Inbev sempre fez lobby para dificultar o trabalho das micros.
    Primeira coisa é que conheço vários empresários de vários setores que estão sempre reclamando, mas que sei que ganham um monte e tem margem altíssima... Geralmente quanto mais reclamam mais ganham, só não querem abrir olho dos outros pro mercado lucrativo deles.

    Sim, no Brasil os impostos e leis trabalhistas são ridículos, infra estrutura e logística péssimas, juros altos, taxa de calote acima da média, mas pra cobrir tudo isso quem paga o pato é o consumidor que paga 3 vezes mais que pagaria em muitos outros países.

    Mas aí entra a competência e criatividade do empresário. Insumos caros? Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte, já tem alguns começando aos poucos, mas se os pequenos e médios artesanais realmente quisessem já teriam incentivado isso bem antes e baixado muito esse preço.

    Custo com contador se reduz, custo com distribuição se reduz, é só ir atrás. Mas a maioria não vai e não liga pra isso. Eu vou e tem diferenças absurdas de preço que por exemplo em um frete foram de mais de 100%. Tem gente que não vai atrás e simplesmente repassa pro consumidor, afinal seu produto é diferenciado e o brasileiro continua comprando...

    A Ambev também não está no SIMPLES, tem diferença de uma Sub Zero pra uma artesanal? Tem, mas nem de perto justifica essa aberração de pagar 10 ou 20 vezes mais caro numa artesanal.

    Ano que vem é quase certo que vai entrar o SIMPLES pras artesanais, pode ter certeza que não vão baixar o preço por causa disso... Se baixarem o preço vai ser por causa da concorrência da Ambev e da Eisenbahn comprada pela Brasil Kirin, que são as únicas que praticam preços justos hoje em dia. E não, é quase certo que não estão praticando dumping.
    Não se planta malte, malte não é uma planta. É um processo pelo qual alguns grãos passam para disponibilizar maior quantidade de amido.

    E você acha que nego não planta aqui porque não quer? Já existem diversos projetos de plantação de lúpulo aqui, vários deles apoiados por microcervejarias. Só que a produção é insuficiente, o clima não é propício, e será necessário desenvolver uma puta tecnologia e selecionar cepas durante muitos anos até termos produção comercial no Brasil. Os EUA fazem isso desde o fim da década de 70, demoraram muitos anos pra produzirem seus próprios lúpulos.

    Cevada também já se produz aqui, mas em quantidades relativamente pequenas, já que na maior parte do país o clima não é propício. Mas não temos maltearias, e produzir malte também é uma ciência que demora a se dominar. Não é à toa que 3 ou 4 maltearias dominam o mercado - pelo menos o mercado para os pequenos produtores.

    E não é simples baixar os custos burocráticos. Você sabe como funciona substituição tributária? Sabe como funciona regime especial de tributação? É complicado pra caralho, e é muito mais difícil pra uma pequena ou média empresa de contabilidade conhecer a fundo os diferentes regimes de tributação de IPI e ICMS da cerveja do que pros caras da Inbev, que trabalham só com isso a têm acesso a qualquer autoridade tributária. E a cervejaria ainda tem que pagar o imposto da cadeia inteira, o que complica ainda mais o processo. Então, a Inbev pode pagar 20k pra 10 advogados/contadores fodões cuidarem da sua tributação, e isso vai impactar em 0,0001 centavo por litro. O cara da micro que produz 10k, 20k litros por mês, por mais que procure os contadores mais baratos, vai gastar 100 vezes mais que a Inbev. Além disso, a base de cálculo do imposto não é seu custo, é uma valor apurado pelo próprio Estado em tabelas de pautas fiscais. O que, na prática, faz com que a carga tributária da Inbev seja BEM menor que das micro.

    Mas se você acha que é simples assim, que o problema é só gerencial ou que os caras tão rachando de ganhar dinheiro, te recomendo abrir uma micro. Eu conheço vários que abriram e a grande maioria ainda nem pagou o investimento,muitos tão só empatando, e nenhum ficou rico. E olha que tem nego que tá nessa há mais de 10 aos..
    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  6. #4766
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.665
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post


    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Não escreveu mesmo, eu que li errado. Falha minha.

    Mas esse tava longe de ser o meu ponto. Eu te descrevi os inúmeros problemas no seu raciocínio, e você preferiu ignorar.

    BTW, eu conheço bem a Agrária/Agromalte, já comprei muito malte dela. Mas ela só produz malte base, ou malte pilsen. E o que ela produz não chega nem perto de suprir a demanda por malte base brasileira. Pode ser muito importante pra Guarapuava, mas para o mercado de artesanais ela não representa tanta coisa.Muitas vezes ficava mais barato comprar malte da Argentina do que da Agrária.

    E a Agrária não produz nenhum tipo de malte especial, que é pelo menos umas 4 ou 5 vezes mais caro que o malte base. E praticamente todos os estilos de cerveja necessitam de maltes especiais.

    E seu problema é esse? Abre outro CNPJ e produz com outra empresa.Um empresário tão eficiente como você não deixaria de ganhar dinheiro por causa de uma burocracia boba dessas...

    Quanto às suas especulações, pode ser que os vários cervejeiros que eu conheço sejam péssimos empresários. Ou pode ser que o mercado seja complicado mesmo, por isso é só uma minoria muito pequena que faz grana, enquanto a maioria quebra em poucos anos. Pode ser que o fato de ter que investir milhões para ter uma produção em escala razoável também impeça muita gente de reduzir custos. Mas pelo visto você, que não deve ter nem ideia dos custos de produção de uma cerveja, sabe melhor do que essas várias pessoas que estão no mercado há anos. Só não tá ganhando dinheiro com isso porque não quer abrir outro CNPJ...
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  7. #4767
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.244
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post


    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Não escreveu mesmo, eu que li errado. Falha minha.

    Mas esse tava longe de ser o meu ponto. Eu te descrevi os inúmeros problemas no seu raciocínio, e você preferiu ignorar.

    BTW, eu conheço bem a Agrária/Agromalte, já comprei muito malte dela. Mas ela só produz malte base, ou malte pilsen. E o que ela produz não chega nem perto de suprir a demanda por malte base brasileira. Pode ser muito importante pra Guarapuava, mas para o mercado de artesanais ela não representa tanta coisa.Muitas vezes ficava mais barato comprar malte da Argentina do que da Agrária.

    E a Agrária não produz nenhum tipo de malte especial, que é pelo menos umas 4 ou 5 vezes mais caro que o malte base. E praticamente todos os estilos de cerveja necessitam de maltes especiais.

    E seu problema é esse? Abre outro CNPJ e produz com outra empresa.Um empresário tão eficiente como você não deixaria de ganhar dinheiro por causa de uma burocracia boba dessas...

    Quanto às suas especulações, pode ser que os vários cervejeiros que eu conheço sejam péssimos empresários. Ou pode ser que o mercado seja complicado mesmo, por isso é só uma minoria muito pequena que faz grana, enquanto a maioria quebra em poucos anos. Pode ser que o fato de ter que investir milhões para ter uma produção em escala razoável também impeça muita gente de reduzir custos. Mas pelo visto você, que não deve ter nem ideia dos custos de produção de uma cerveja, sabe melhor do que essas várias pessoas que estão no mercado há anos. Só não tá ganhando dinheiro com isso porque não quer abrir outro CNPJ...
    LOL, mais um argumento ridículo...

    Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil...

    Só poderia em nome de "laranjas", mas essas partes ilegais de sonegar impostos ou ganhar benefício fiscal abrindo em nome de "laranjas" entre outros não é pra mim, deixo pra você...
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  8. #4768
    World Class Avatar de Picinin
    Data de Ingresso
    20/10/07
    Posts
    11.665
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post


    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Não escreveu mesmo, eu que li errado. Falha minha.

    Mas esse tava longe de ser o meu ponto. Eu te descrevi os inúmeros problemas no seu raciocínio, e você preferiu ignorar.

    BTW, eu conheço bem a Agrária/Agromalte, já comprei muito malte dela. Mas ela só produz malte base, ou malte pilsen. E o que ela produz não chega nem perto de suprir a demanda por malte base brasileira. Pode ser muito importante pra Guarapuava, mas para o mercado de artesanais ela não representa tanta coisa.Muitas vezes ficava mais barato comprar malte da Argentina do que da Agrária.

    E a Agrária não produz nenhum tipo de malte especial, que é pelo menos umas 4 ou 5 vezes mais caro que o malte base. E praticamente todos os estilos de cerveja necessitam de maltes especiais.

    E seu problema é esse? Abre outro CNPJ e produz com outra empresa.Um empresário tão eficiente como você não deixaria de ganhar dinheiro por causa de uma burocracia boba dessas...

    Quanto às suas especulações, pode ser que os vários cervejeiros que eu conheço sejam péssimos empresários. Ou pode ser que o mercado seja complicado mesmo, por isso é só uma minoria muito pequena que faz grana, enquanto a maioria quebra em poucos anos. Pode ser que o fato de ter que investir milhões para ter uma produção em escala razoável também impeça muita gente de reduzir custos. Mas pelo visto você, que não deve ter nem ideia dos custos de produção de uma cerveja, sabe melhor do que essas várias pessoas que estão no mercado há anos. Só não tá ganhando dinheiro com isso porque não quer abrir outro CNPJ...
    LOL, mais um argumento ridículo...

    Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil...

    Só poderia em nome de "laranjas", mas essas partes ilegais de sonegar impostos ou ganhar benefício fiscal abrindo em nome de "laranjas" entre outros não é pra mim, deixo pra você...
    Huahuahuaua.

    Mais uma vez ouve falar de alguma coisa, não se aprofunda, e sai arrotando como se fosse conhecedor.

    Você não pode ter duas empresas participantes de regimes tributários diferenciados. Micro não entra no SIMPLES, então você pode muito bem ser sócio, desde que o faturamento das duas não passe de R$ 3.600.000,00. Se passar você ainda pode desde que tenha menos de 10% do capital da cervejaria.

    Agora parei de atrapalhar o tópico dando action pra menininho chiliquento.
    JoseIrineu likes this.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  9. #4769
    Chip Leader Avatar de phelps
    Data de Ingresso
    26/04/10
    Posts
    1.244
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post


    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Não escreveu mesmo, eu que li errado. Falha minha.

    Mas esse tava longe de ser o meu ponto. Eu te descrevi os inúmeros problemas no seu raciocínio, e você preferiu ignorar.

    BTW, eu conheço bem a Agrária/Agromalte, já comprei muito malte dela. Mas ela só produz malte base, ou malte pilsen. E o que ela produz não chega nem perto de suprir a demanda por malte base brasileira. Pode ser muito importante pra Guarapuava, mas para o mercado de artesanais ela não representa tanta coisa.Muitas vezes ficava mais barato comprar malte da Argentina do que da Agrária.

    E a Agrária não produz nenhum tipo de malte especial, que é pelo menos umas 4 ou 5 vezes mais caro que o malte base. E praticamente todos os estilos de cerveja necessitam de maltes especiais.

    E seu problema é esse? Abre outro CNPJ e produz com outra empresa.Um empresário tão eficiente como você não deixaria de ganhar dinheiro por causa de uma burocracia boba dessas...

    Quanto às suas especulações, pode ser que os vários cervejeiros que eu conheço sejam péssimos empresários. Ou pode ser que o mercado seja complicado mesmo, por isso é só uma minoria muito pequena que faz grana, enquanto a maioria quebra em poucos anos. Pode ser que o fato de ter que investir milhões para ter uma produção em escala razoável também impeça muita gente de reduzir custos. Mas pelo visto você, que não deve ter nem ideia dos custos de produção de uma cerveja, sabe melhor do que essas várias pessoas que estão no mercado há anos. Só não tá ganhando dinheiro com isso porque não quer abrir outro CNPJ...
    LOL, mais um argumento ridículo...

    Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil...

    Só poderia em nome de "laranjas", mas essas partes ilegais de sonegar impostos ou ganhar benefício fiscal abrindo em nome de "laranjas" entre outros não é pra mim, deixo pra você...
    Huahuahuaua.

    Mais uma vez ouve falar de alguma coisa, não se aprofunda, e sai arrotando como se fosse conhecedor.

    Você não pode ter duas empresas participantes de regimes tributários diferenciados. Micro não entra no SIMPLES, então você pode muito bem ser sócio, desde que o faturamento das duas não passe de R$ 3.600.000,00. Se passar você ainda pode desde que tenha menos de 10% do capital da cervejaria.

    Agora parei de atrapalhar o tópico dando action pra menininho chiliquento.
    Você está disperso hoje...

    Só confirmou mais uma vez o que escrevi aqui: "Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil..."

    Esse seu último post insulta a inteligência de quem olha aqui e tem um mínimo de interpretação de texto, parei contigo porque é só perda de tempo mesmo...

    Fica aí achando desculpinha pra preços 10 a 20 vezes maiores, se acomoda na sua mediocridade enquanto outros fazem diferente pra oferecer produtos e serviços melhores a preços mais baratos.

    Se acomoda aí no seu mimimi, já que você trabalha com direito, algo que não gosta e já disse aqui.

    Não perco mais meu tempo contigo.


    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

  10. #4770
    Banido
    Data de Ingresso
    26/07/12
    Posts
    2.367
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post
    Citação Postado originalmente por Picinin Ver Post
    Citação Postado originalmente por phelps Ver Post


    Primeiro me cita exatamente onde eu escrevi que se planta malte...

    Eu escrevi exatamente com essas palavras: "Podemos plantar lúpulo aqui e também produzir malte.

    Caso você não saiba, tem uma cidade, Guarapuava PR, que boa parte do PIB dela vem do malte: "
    A agroindústria é outro setor importante na economia municipal. A cidade conta com a maior maltaria da América Latina, que pruduz 20% do malte brasileiro, a Agromalte pertencente". Retirado daqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Guarapuava#Economia em Economia - Agroindústria.

    Você já começou distorcendo o que escrevi dizendo que eu disse que se planta malte... daí fica difícil continuar.

    E eu só ainda não abri micro cervejaria porque faço outras coisas e minha empresa está no SIMPLES, não podia entrar no alcoólico porque o que eu faço atualmente perderia o SIMPLES e eu concorreria em desvantagem com todos outros da área que estão no SIMPLES...

    Mas anota aí, vou repetir o que já escrevi, ano que vem entra o SIMPLES pra eles e eles não vão baixar o preço da cerveja... Então isso já rebate tudo o que você falou sobre impostos...

    E também ao contrário do que você falou, tem vários micro cervejeiros que ficaram ricos, os que você conhece podem até saber fazer boa cerveja, mas devem ser péssimos empresários.
    Não escreveu mesmo, eu que li errado. Falha minha.

    Mas esse tava longe de ser o meu ponto. Eu te descrevi os inúmeros problemas no seu raciocínio, e você preferiu ignorar.

    BTW, eu conheço bem a Agrária/Agromalte, já comprei muito malte dela. Mas ela só produz malte base, ou malte pilsen. E o que ela produz não chega nem perto de suprir a demanda por malte base brasileira. Pode ser muito importante pra Guarapuava, mas para o mercado de artesanais ela não representa tanta coisa.Muitas vezes ficava mais barato comprar malte da Argentina do que da Agrária.

    E a Agrária não produz nenhum tipo de malte especial, que é pelo menos umas 4 ou 5 vezes mais caro que o malte base. E praticamente todos os estilos de cerveja necessitam de maltes especiais.

    E seu problema é esse? Abre outro CNPJ e produz com outra empresa.Um empresário tão eficiente como você não deixaria de ganhar dinheiro por causa de uma burocracia boba dessas...

    Quanto às suas especulações, pode ser que os vários cervejeiros que eu conheço sejam péssimos empresários. Ou pode ser que o mercado seja complicado mesmo, por isso é só uma minoria muito pequena que faz grana, enquanto a maioria quebra em poucos anos. Pode ser que o fato de ter que investir milhões para ter uma produção em escala razoável também impeça muita gente de reduzir custos. Mas pelo visto você, que não deve ter nem ideia dos custos de produção de uma cerveja, sabe melhor do que essas várias pessoas que estão no mercado há anos. Só não tá ganhando dinheiro com isso porque não quer abrir outro CNPJ...
    LOL, mais um argumento ridículo...

    Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil...

    Só poderia em nome de "laranjas", mas essas partes ilegais de sonegar impostos ou ganhar benefício fiscal abrindo em nome de "laranjas" entre outros não é pra mim, deixo pra você...
    Huahuahuaua.

    Mais uma vez ouve falar de alguma coisa, não se aprofunda, e sai arrotando como se fosse conhecedor.

    Você não pode ter duas empresas participantes de regimes tributários diferenciados. Micro não entra no SIMPLES, então você pode muito bem ser sócio, desde que o faturamento das duas não passe de R$ 3.600.000,00. Se passar você ainda pode desde que tenha menos de 10% do capital da cervejaria.

    Agora parei de atrapalhar o tópico dando action pra menininho chiliquento.
    Você está disperso hoje...

    Só confirmou mais uma vez o que escrevi aqui: "Pesquisa melhor a lei do SIMPLES Nacional antes de bostejar e vai ver que LEGALMENTE eu não posso abrir outra empresa no meu nome, nem aqui nem fora do Brasil..."

    Esse seu último post insulta a inteligência de quem olha aqui e tem um mínimo de interpretação de texto, parei contigo porque é só perda de tempo mesmo...

    Fica aí achando desculpinha pra preços 10 a 20 vezes maiores, se acomoda na sua mediocridade enquanto outros fazem diferente pra oferecer produtos e serviços melhores a preços mais baratos.

    Se acomoda aí no seu mimimi, já que você trabalha com direito, algo que não gosta e já disse aqui.

    Não perco mais meu tempo contigo.


    Phelps, dessa vez o Picinin está certo, vc pode abrir várias empresas no Simples, desde que o faturamento somado delas nao ultrapasse os 3,6kk ano.
    Registre-se ou faça login para ver assinaturas.

Permissões de postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
© 2007-2019 · MaisEV · Todos os direitos reservados