Três Brasileiros Chegam ao Dia Final do Evento #59 da WSOP

Por: 01/07/2015

Luís Freitas, Nicolau Villa Lobos e José Brito tem chances de mais uma mesa final brasileira na WSOP.

Apenas 37 jogadores brigam por um lugar na mesa final do Evento #59 ($1.500 NLH) e o Brasil tem boas chances de chegar a sexta mesa final de da WSOP 2015.

Luís Freitas é o melhor brasuca com 711.000 fichas, e quando o jogo reiniciar às 17 horas de Brasília, com blinds 6.000 / 12.000, ele terá 59 big blinds para buscar seu lugar entre os nove finalistas.

O Team 888poker Nicolau Villa-Lobos é outra grande esperança brasileira e ensacou 421.000 fichas (35 big blinds). Já José Brito tem um dos piores stacks, com 182.000 fichas, mas seus 15 big blinds ainda permite algumas manobras.

O líder é o italiano Giuliano Bendinelli, com 1.551.000 fichas, e o outro jogador a ter um stack de pelo menos 1 milhão é um velho conhecido do público. Jamie Gold, campeão do maior Main Event da WSOP, terá 1.067.000 fichas no dia decisivo. Jamie faturou US$ 12 milhões com a vitória em 2006, e desde então soma pouco mais de US$ 200 mil em prêmios, sem nunca mais ter conquistado um torneio. Até hoje, Jamie é considerado um dos jogadores tecnicamente mais fracos a ter vencido o principal torneio da WSOP.

Outro nome que chama a atenção é o de Ari Engel. Rei dos torneios Circuit da WSOP, com sete conquistas, ele lutará pelo seu primeiro bracelete com 673.000 fichas. Joe Kuther é outro forte nome, e terá 598.000 fichas para buscar a sua primeira joia.

Os 37 já garantiram US$10.589, e o campeão levará para casa US$ 531.037.

 

VEJA TAMBÉM: Ari Engel Realiza Feito Inédito ao Conquistar Sexto Título da WSOP Circuit

World Series Of Poker - Final Table

Jamie Gold: homem de um tiro só? 

 

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Confira os melhores livros de estratégia para torneios.


Veja mais:

Salas de Poker