Sorel Mizzi Confirma Que Foi Banido do PokerStars

Por: 16/08/2016

DESTA VEZ A MALANDRAGEM DE SOREL MIZZI RENDEU DOIS ANOS DE BAN.

sorel mizzi

Sorel Mizzi, banimento e PokerStars. Não é a primeira vez que você lê essas três palavras em uma sentença. E por mais que se acredite na capacidade do ser humano em aprender com os erros, Sorel parece provar o contrário.

O jogador canadense foi novamente banido do PokerStars, conforme revelou em um podcast.

“Não posso jogar no PokerStars por dois anos”, contou o dono de mais de US$ 11 milhões em ganhos em torneios ao vivo e de quase US$ 4 milhões nos feltros online.

O motivo do banimento de Sorel foi ter jogado o Main Event do WCOOP de 2015 do PokerStars em sua residência, nos Estados Unidos, e em outra conta, práticas proibidas pelo site. Sorel utilizou um VPN (Virtual Private Network) para disfarçar seu local de jogo.

As primeiras suspeitas da malandragem de Sorel surgiram no fórum americano TwoPlusTwo no início deste ano, onde um usuário relatou que Sorel havia jogado o torneio em uma conta que não a própria “zangbezan24”. Além disso, Sorel perguntou a um amigo, que também jogava o torneio, suas estratégias para a mesa final, sem saber que Sorel estava presente entre os nove. Como um karma, talvez, Sorel foi eliminado na nona posição.

AQUI O CASO EXPLICADO: Surgem Suspeitas de Nova Trapaça de Sorel Mizzi

Passado Nebuloso

O nome de Sorel está intrinsecamente ligado à trapaças. A primeira delas ocorreu em 2007, quando ele comprou uma conta de um jogador que estava na reta final de um torneio no Full Tilt com US$ 1 milhão garantidos. Sorel venceu o torneio com a conta comprada, mas o site  constatou a quebra dos Termos & Condições, confiscou o valor e redistribuiu o prêmio aos outros jogadores.

Já em 2008, Sorel ganhou um ban de três meses do PokerStars ao utilizar múltiplas contas no site.

E em 2011, John Racener, vice-campeão do Main Event da WSOP do ano anterior, acusou Sorel de distribuir as cartas debaixo do baralho durante uma partida de Poker Chinês. Sobre esta acusação não há provas.

Mas o mais surpreendente disso tudo talvez seja a desfaçatez de Sorel, que não se mostra arrependido.

“Se eu me sinto terrivelmente culpado em ter feito isso? Para ser sincero, não muito. Fui malandro, fui pego, e isso é chato. Se eu acho que isso é um grande problema? Não, não acho que seja grande coisa. Eu criei o meu próprio universo moral”.

Aqui a entrevista completa, em inglês.

 

(Foto: Neil Stoddart / PokerStars Blog)

Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

AQUI VOCÊ ENCONTRA BARALHOS, MALETAS DE FICHAS E DEMAIS ACESSÓRIOS PARA JOGAR POKER.


Veja mais:

Salas de Poker