Ryan Riess e Jay Faber Farão o Heads-up do Main Event da WSOP

Por: 05/11/2013

A mesa final do Main Event começou de forma eletrizante. Jogadores shortstack dobrando suas fichas, favoritos eliminados e no final, Ryan Riess e o jogador do 888poker Jay Farber conquistando um lugar no heads-up na luta pelo bracelete mais importante do poker. Saiba o que aconteceu para eles chegarem lá.

Mark Newhouse foi o primeiro a conseguir dobrar, logo na sexta mão disputada. Ao ver o raise de Marc McLaughlin, ele apostou todas as fichas com QQ, e foi pago instantaneamente por Marc com KK. Uma Q no flop colocou o americano de volta ao jogo, que mãos depois viu o mesmo oponente fazer uma trinca no river para ganhar um pote que causou impacto à suas fichas. Sem espaço para roubar blinds, suas pouco mais de 5 milhões de fichas foram para o centro quando recebeu um 99 e foi pago por Ryan Riess com AK. Um K no flop eliminou Mark Newhouse na 9ª posição, levando US$ 733 mil.

David Benefield

David “Raptor” Benefield foi outro a shortstack que conseguiu prorrogar sua permanência. Com K9, David estava dominado pelo KJ de Sylvain Loosli. Um J no flop aumentou a vantagem do francês, mas uma queda para flush mantinha David esperançoso. Um 2 no turn fez David dobrar e respirar por um tempo, que via JC Tran muito ativo e abrindo vários raises. Após mais um dos aumentos de Tran, “Raptor” foi all-in com K2 mas viu Jay Farber pagar com AK e deixá-lo à beira da eliminação. O bordo apresentou QT5J, dando uma sequência para Farber mas a possibilidade de flush para David. Infelizmente, um 2 selou a eliminação do jogador tido por muitos como o melhor da mesa final, na 8ª colocação, ganhando US$ 944 mil.

Logo em seguida foi a vez do holandês Michiel Brummelhuis deixar a mesa final. Pouco antes da sua eliminação, ele havia conseguido dobrar quando seu 99 foi suficiente para vencer o AQ de Riess em um bordo baixo, e desta vez Brummelhuis apostou todas as fichas com a mesma mão. Mas agora, seria necessário que ele acertasse o bordo, pois o AA de Riess o colocava em uma situação difícil. Sem nada no bordo para fazer sua mão ganhar valor, Brummelhuis despediu-se do Main Event na 7ª posição, sendo o primeiro dos eliminados com um prêmio milionário, US$ 1,25 milhão.

O próximo eliminado foi Marc-Etienne McLaughlin, que tinha um belo stack de 38 milhões de fichas, e viu todas as fichas irem ao centro da mesa ao trocar raises com Farber pré-flop. Após um 6-bet, os jogadores mostraram suas mãos, Jay Farber AA e McLaughlin KK. Nada no flop deteve a vitória de Farber, que atingia a liderança em fichas com quase 100 milhões das 195 milhões de fichas em jogo. A McLaughlin, restou o prêmio de US$ 1,6 milhão pelo 6º lugar.

O próximo eliminado foi o francês Sylvain Loosli, que já com o big blind em 1 milhão apostou seu stack de quase 10 milhões de fichas com Q7 contra o AT de Riess. Nada no bordo mudou a situação de Loosli, e um A ainda apareceu no river para sepultar a esperança do francês, que levou US$ 2,7 milhões pela quarta posição.JC Tran havia começado a mesa final como o líder em fichas e, apesar de um jogo bem agressivo, abrindo vários potes em posição com mãos marginais, os deuses do poker não sorriram para ele. Sem boas mãos e sem atingir o bordo, seu stack estava em 24 milhões de fichas quando viu uma boa parte parar nas mãos de McLaughlin, então shortstack. Algumas órbitas depois, Tran apostou todas as suas 10 milhões de fichas com A7, e viu Farber pagar com KQ. Porém, um K no flop viu o vietnamita naturalizado americano ser eliminado em 5º lugar, conquistando US$ 2,1 milhão

jc tranAmir Lehavot apresentou um estilo interessante e consistente, e uma bela corrida de mãos no início da mesa final lhe deu tranquilidade, porém, o israelense aplicou uma 3-bet all-in com pouco mais de 20 big blinds segurando 77, e Riess pagou com TT. Nada no bordo mudou a situação e Amir faturou US$ 3,7 milhões por ter chegado ao pódio na 3ª posição.

Jay Farber chega ao heads-up com 105 milhões de fichas, e Ryan Riess não fica muito atrás, com 85 milhões. Farber é host de uma casa noturna em Las Vegas, e é o amador com a possibilidade de entrar para a história da WSOP. Já, Ryan Riess é o jovem que se tornou profissional há menos de um ano, e há pouco tempo trabalhava como dealer em sua cidade natal. Sua história é digna de Hollywood, e sua vitória no Main Event teria muita possibilidade de ser retratada em filme.

Os dois disputarão o bracelete e o prêmio de US$ 8,3 milhões para o vencedor do Main Event da WSOP. Já o segundo colocado, irá embolsar US$ 5,1 milhão. O sonho pela glória do poker começa às 18 horas locais, 24 horas em Brasília. A ESPN transmite ao vivo a mesa final, com Ari Aguiar e Sérgio Prado comandando a transmissão, e comentários de André Akkari e Bruno Kawauti.

 

 

Saiba Mais: Conhecendo os Finalistas da WSOP: Jay Farber

Saiba Mais: Conhecendo os Finalistas da WSOP: Ryan Riess

 

Na Loja MaisEV você pode adquirir o livro Amarillo Slim: O Grande Malandro. Este sim, uma fera da WSOP.


Veja mais:

Salas de Poker