Revista SuperInteressante Fala Sobre a Legalidade do Poker

Por: 02/09/2010

Com destaque na capa da revista, onde diz “Pôquer e o futuro do jogo” e tendo como título “Pôquer é esporte?”, a matéria do editor da SuperInteressante Alexandre Versignassi apresenta para o público geral alguns dados e estatísticas sobre o poker.

“O maior torneio de pôquer é transmitido para quase tantos países quanto a Copa do Mundo. Cada vez mais pessoas ganham a vida como profissionais das cartas. E mesmo assim ele ainda é ilegal. Faz sentido?”

Infelizmente, a matéria não é perfeita e traz alguns erros comuns para quem não acompanha o mundo do poker, como quando diz que o maior torneio de poker do mundo é o World Poker Tour, e não o World Series of Poker; ou quando disse que os jogadores tem esperança de que o poker seja considerado um esporte como o xadrez. Na verdade, isso já aconteceu em abril, quando o poker foi reconhecido como esporte mental com a entrada da International Federation of Poker na International Mind Sports Association.

No fim da matéria o autor cita o laudo do Instituto de Criminalística de São Paulo, que diz claramente que o poker é jogo de habilidade e não de azar. Ainda assim, parece ter se esquecido deste detalhe, pois diz logo na primeira página:

“Só tem um probleminha: é tudo ilegal. Promover jogos de azar é algo proibido no Brasil desde 1941.”

Ainda assim, a matéria faz mais bem do que mal, pois apresenta argumentos em defesa do jogo, como probabilidades de certas mãos e citações de nomes conhecidos como Garry Kasparov, famosíssimo jogador de xadrez.

É ótimo ver o poker chamando a atenção dos meios de comunicação, principalmente em uma revista conceituada como a SuperInteressante.

Esta não é a primeira vez que o poker aparece na mídia não especializada. Ainda neste ano, a página de esportes do portal UOL escreveu várias matérias sobre o jogo, e a revista Veja São Paulo de agosto também fez uma excelente reportagem, talvez a melhor matéria sobre poker já publicada na mídia secular.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker