Restrospectiva 2013: O Poker Em Março e Abril

Por: 27/12/2013

Nesta segunda parte da retrospectiva de 2013 no poker do MaisEV, você irá conferir o que de mais importante ocorreu no mundo do poker nos meses de março e abril.

Um golpe milionário aplicado em um cassino australiano, a vitória do time do PokerStars contra o Full Tilt, e as grandes forradas brasileiras nos torneios ao vivo e online são os destaques.

VEJA MAIS: Retrospectiva 2013: O Poker em Janeiro e Fevereiro

NOTÍCIAS MARCANTES

Março começou com a notícia estarrecedora do PartyPoker segregando os jogadores de acordo com suas habilidades.

Já na “sessão fofoca”, o campeão do Main Event da WSOP em 2005 Greg Raymer, foi preso em uma operação contra prostituição.

Outro destaque foi o golpe aplicado no Crown Casino, na Austrália, que rendeu US$ 32 milhões aos trapaceiros.

RonaldoLogo no início de abril, o PokerStars anunciou a contratação do fenômeno Ronaldo para integrar seu time de jogadores.

Um estudo revelou que mãos de jogadores são indicativos mais fortes de tells do que o rosto. Uma poker face, no fim das contas não é tão relevante.

E a Black Friday, mesmo anos depois, continuou causando estragos. No fim de abril, o pai do jogador de poker Matt Roth, culpou a fatídica sexta-feira pelo suicídio de seu filho.

 

 

RESULTADOS ONLINE

Logo no primeiro domingo de março, os jogadores brasileiros já mostravam sua força nos principais torneios do PokerStars e Full Tilt.

O bronze de “magicstick8” no $216 $350k Guaranteed do Full Tilt valeu pouco mais de US$ 54 mil.

Guilherme “guimoura” Moura também foi outro a passar dos US$ 50 mil em prêmios no site, com a vitória no $640 Super Sized.

Já no PokerStars, em uma terça-feira mágica, o Brasil dominou o principal torneio do site, o $1.050 Super Tuesday, com quatro representantes na mesa final. Os destaque foram “PIUlimeira”, em quarto, que ganhou pouco mais de US$ 45 mil, enquanto Allinpri” cravou o torneio e puxou quase US$ 100 mil.

O Brasil também fez bonito na série FTOPS do Full Tilt. Caio Pimenta venceu o Evento 5 e faturou EduardoUS$ 37 mil, enquanto o usuário do MaisEV Eduardo “n00ki5” Carvalho (ao lado) cravou o Evento 28, embolsando US$ 48 mil.

João Simão foi outro destaque. Com a vitória no The Bigger $109 do PokerStars, ele conquistou US$ 51 mil.

E no principal torneio online, o Sunday Million, a quarta posição de “caffecia” valeu US$ 78mil, resultado semelhante ao de “mac milla” no fim de semana seguinte, que ganhou US$ 115 mil com a terceira posição, que ainda teve , e Yuri “theNERDguy” Martins faturando o Second Chance, aumentando o bankroll em US$  48 mil.

Outro resultado interessante foi a runnada de de Sami “LarsLuzak” Kelopuro que fez as mesas finais do Main Event do FTOPS e do Suinday Million no mesmo dia, somando quase US$ 300 mil em prêmios.

 

RESULTADOS AO VIVO

No início de março Paul Klann ficou com o título do WPT Poker Classic, e ganhou a bolada de US$ 1 milhão.

E a maior série de torneios do país, o BSOP, fazia sua escala em Foz do Iguaçu e premiava Rafael Oliveira com o título e R$ 161 mil no bolso.

Na semana seguinte, Leonardo Todasso mostrava estar em forma ao sagrar-se vice-campeão do LAPT Chile, e faturar US$ 117 mil.

Dan Shak vencia o PartyPoker Premier League VI, e embolsava US$ 450 mil.

A segunda edição do Masterminds ocorreu no começo de abril, e Rafael Borges foi a grande mente do torneio com a primeira colocação e o prêmio de R$ 105 mil.

Enquanto isso, a WSOP fazia sua escala na Ásia e Phil Ivey conquistava seu nono bracelete, enquanto Daniel Negreanu ganhava seu quinto (abaixo).Daniel Negreanu

O BSOP aterrissava na Costa do Sauípe e Leonardo Vilella faturava R$ 186 mil pelo campeonato.

E o IronMan Poker Challenge, disputado em Delaware, Estados Unidos, entrou para o Guinness ao durar 36 horas ininterruptas.

 

HIGH STAKES

Viktor “Isildur1” Blom continuava detonando nos high stakes do Full Tilt. Em dois dias distintos ele somou mais de US$ 1 milhão ao bankroll, sendo acompanhado por Ben “bttech86” Tollerene em um deles.

Gus Hansen chegaria aos US$ 9 milhões em perdas totais nos nosebleeds, rotina que se estenderia durante o ano todo.

Um desafio entre os profissionais do PokerStars e do Full Tilt também chamou a atenção. A lavada dos “PokerStars” foi surpreendente.

Team Pokerstars Pro x The Professionals

 

Amanhã falaremos sobre o mundo do poker nos meses de maio e junho. Até lá, confira a primeira parte da série!

 

Na Loja MaisEV você encontra tudo que precisa sobre poker.


Veja mais:

Salas de Poker