Eleição de Trump e Reação de Jogadores: Negreanu Revoltado e Phil Hellmuth Sem Saber Interpretar Gráficos

Por: 09/11/2016

Veja o que Negrenau, Doug Polk, Doyle Brunson e outros jogadores acaharam da eleição de Donald Trump.trump bandeira

Se você não é um alienigena deve ter acompanhado, ou lido alguma vírgula sequer que seja, sobre o resultado da eleição americana de ontem. Mas se você não leu nada, amigo marciano, resumimos: o magnata Donald Trump surpreendeu a mídia, pesquisas e o mundo todo e foi eleito, na madrugada de ontem para hoje, o 45º Presidente dos Estados Unidos da América.

O assunto, obviamente, repercutiu no Twitter de vários jogadores de poker, e selecionamos algumas reações sobre a eleição do senhor de topete.

A mais agressiva delas, por assim dizer, veio de Daniel Negreanu. O canadense que vive em Las Vegas é um notório apoiador do Partido Democrata, que tinha como candidata Hillary Clinton, esposa do ex-presidente Bill Clinton.

Antes da vitória ser confirmada, enquanto os primeiros resultados indicavam uma provável eleição de Trump, o KidPoker já demonstrava seu pessimismo:

“Neo-nazistas ao redor do mundo e grupos de brancos que disseminam o ódio estão se sentindo ótimos agora. O candidato deles está apoiando a causa”.

 


Já depois da confirmação da eleição não só de Trump, mas da maioria do Senado e da Câmara na mão dos Republicanos, Negreanu não aliviou o tom: “Presidência, Senado e Congresso na mão dos Republicanos. Rezem pela América e esperem o melhor. Agora eles tem carta branca para fazer o que quiser. Boa sorte”.

 


E o KidPoker mandou um recado a geração que optou por não votar: “A todos os jovens que se importam com as mudanças climáticas mas que não votaram porquê “os dois são péssimos”, eu espero que vocês entendam o que fizeram”, disse Negreanu sobre a geração conhecida como ‘millenials’ e que não compareceu às urnas já que o voto nos EUA não é obrigatório.

 


Alias, o tom de “os dois são ruins” foi compartilhado por Doyle Brunson. Republicano convicto, o TexasDolly respondeu a um tuíte que dizia que Hillary Clinton era uma candidata horrível mas que sua única vantagem era “não ser Trump”, o dono de 10 braceletes da WSOP comentou “Votei de outro jeito mas sinto a mesma coisa”.

 


O campeão do Main Event da WSOP Qui Nguyen, por sua vez, se contentou em parabenizar o novo Presidente.

 


Doug Polk, o WCRRider online, adotou um tom mais relax. Doug informou que votou pela primeira vez e se dedicou a tirar sarro das pesquisas fracassadas, do uso de termos de poker pelo noticiário, e do filho de Trump ao lado do discurso do pai: “quando você quer tirar uma soneca e seu pai lhe obriga a ficar assistindo política”.

 

Na contra-mão pessimista, o playboy e jogador de poker Dan Bilzerian, que chegou a divulgar uma foto sua em encontro com Trump, aproveitou para cutucar quem prometeu se mudar caso Trump vencesse. “Todas as pessoas que diziam ‘vou me mudar se Trump vencer’ de repente viraram mentirosas”. Dan ainda disse que apostou US$ 20.000 na disputa “só pela emoção”.

 


A reação mais insólita coube a Phil Hellmuth. O jogador comentou: “O New York Times dá 87% de chance de vitória a Trump, e o 538.com dá 52% a Clinton”, no que um seguidor respondeu que um resultado levava em conta as pesquisas, e outro os primeiros resultados das urnas.

 


Curta a página do MaisEV no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

VEJA AQUI OS MELHORES SOFTWARES PARA TORNEIOS ONLINE.


Veja mais:

Salas de Poker