PokerTableRatings Offline Devido a Briga Com o PokerStars

Por: 18/04/2012

O PTR ficou famoso entre os jogadores de poker online por vender estatísticas e históricos de mãos de jogadores, além de mostrar em seu site dados como winrate e estilo de jogo, em gráficos detalhados.

Mas agora, o PokerStars decidiu não aceitar mais que o PTR acesse seus dados, e ameaçou processar o site caso não encerre suas atividades. Dois dias depois de receber as cartas do PokerStars, o PTR mudou seu servidor de hospedagem, e agora está offline. Por quanto tempo, ainda não se sabe.

“Nós acreditamos que um jogador de poker não deve ter informações e dados sobre seus oponentes que não sejam de mãos que ele realmente jogou. Isso é particularmente importante para proteger jogadores novos e/ou fracos, que frequentemente nem mesmo sabem se estão na mira de seus oponentes,” disse Lee Jones, diretor de Home Games do PokerStars, em entrevista ao site PokerNews.

Para o conselheiro legal do PokerStars, Paul Telford, os responsáveis pelo PTR irão até as últimas consequências para enfrentar o maior site de poker do mundo.

“Infelizmente, o PTR se mudou rapidamente e ressurgiu com um novo provedor. Isso indica a natureza das pessoas com quem estamos lidando e até onde eles pretendem ir para continuar com sua atividade.”

A disputa entre as duas empresas não é nova. Já há bastante tempo, o PokerStars tenta impedir as operações do PokerTableRatings, sem sucesso, como informou Telford ao site PokerFuse.

“Nossas cartas foram enviadas depois de repetidas tentativas mal-sucedidas de garantir que o PTR forneça informações apenas de jogadores que concordarem em tornar públicas as suas estatítsticas. O PTR nunca aceitou essa oferta. Eles preferem infringir nossa propriedade intelectual e quebrar nossos termos e condições do que aceitar nosso pedido legitimo.”

“Obviamente alguns de vocês estão frustrados com a demora que levamos para agir, mas as pessoas por trás do PTR tomaram medidas consideráveis para esconder suas atividades e se protegerem de nossas ações. Mas agora estamos no rastro deles e vamos continuar […] Isso não é uma ameaça vazia,” Jones afirma.

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker