O Dia Que o PokerStars Cogitou Comprar o New Orleans Saints

Por: 01/09/2014

Nolan Dalla contou história de quando PokerStars quase fez oferta de US$ 600 milhões para comprar time de futebol americano.

Uma cidade devastada. Assim se encontrava New Orleans, cidade do estado de Louisiana, situada no sul dos Estados Unidos, após a passagem do furacão Katrina, em 2005, que vitimou quase 2.000 pessoas e causou um prejuízo geral de mais de US$ 108 bilhões.

Pouco mais de seis meses depois da tragédia, membros do PokerStars chegaram a criar um comunicado oficial com uma proposta formal no valor de US$ 600 milhões como oferta pela compra do time, conforme contou Nolan Dalla (que trabalhou como Diretor de Comunicação de 2004 a 2006 no PokerStars, abaixo) em seu site.

Nolan Dalla 2“A ideia era gerar propaganda gratuita. Sabíamos que não haveria nenhuma chance dos comissários da NFL aceitarem a proposta de vender um time para uma companhia de apostas online, mas isso não importava. Talvez fôssemos a matéria principal do SportsCenter da ESPN, que conta com um grande número de telespectadores homens, entre 18 e 35 anos. Chegaríamos à grande mídia e seríamos expostos a uma audiência que nem sequer sabia que o poker online existia. Certamente seríamos a primeira capa do Wall Street Jorunal”, comentou Nolan, que estimava o valor da exposição entre US$ 15 e US$ 20 milhões.

Naquela época o PokerStars ainda não era o maior site de poker do mundo. O posto cabia ao PartyPoker, que contava com grande exposição na TV com programas de poker comandados por Mike Sexton (que chegou ao Hall da Fama do Poker, em 2009, por conta de sua contribuição em divulgar o poker). Mesmo com um software e suporte melhor que o do Party Poker, até os funcionários do PokerStars eram jogadores assíduos do concorrente devido ao pool de jogadores ser extremamente mais fraco, conforme afirmou Nolan.

Mudanças de sedes dos times de futebol americano são comuns. O novo dono tem liberdade para levar o time para a cidade que quiser, e isso não seria do agrado dos cidadãos de New Orleans, apaixonados pelo Saints. Aí que reside a grande jogada de marketing, como explica Nolan: “Detalhei uma proposta e enviei à Isai (Scheinberg, dono do PokerStars), que se encontrava na Ilha de Man (onde fica o quartel general do PokerStars). Isso foi seguido de uma estratégia secundária em que promoveríamos o senso de benevolência do PokerStars. Não só compraríamos o Sanits à vista, em dinheiro, como garantiríamos que o Saints permaneceriam em New Orleans, que não mudaríamos a sede do time e assim seríamos vistos como heróis”.

Entretanto, a ideia não se concretizou. Nolan conjectura que Isai talvez tenha percebido que a tática causaria uma super exposição, ou, quiçá, que nem tenha levado a ideia a sério.

Três anos depois o Saints ganhou seu primeiro e único título do SuperBowl. O Superdome, casa do time que serviu de abrigo às vítimas do Katrina, foi remodelado e o PokerStars chegou ao topo entre as salas de poker online.

Hoje, o Saints é avaliado em US$ 1.15 bilhão, quase o dobro do valor que seria anunciado pelo PokerStars para a compra do time, e o PokerStars foi vendido para a Amaya, em uma transação que gerou grande repercussão nas principais mídias.

Leia aqui a história completa de Nolan Dalla (em inglês).

 

VEJA MAIS: PokerStars Mostra Sua Sede em Vídeo

 Abaixo, o Superdome após a passagem do Katrina e após a reconstrução.

superdome antes depois katrina pokerstars saints

 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

O baralho de 4 cores do MaisEV é ideal para jogar poker.


Veja mais:

Salas de Poker