Phil Hellmuth Doa 11 de Seus 13 Braceletes da WSOP

Por: 11/04/2014

Pai, mãe, irmãos e melhor amigo ganharam os cobiçados símbolos das conquistas da WSOP de Phil Hellmuth.

Um dos vários motivos que levavam os faraós egípcios a mandar erguer as soberbas pirâmides era guardar seus tesouros para levar para a próxima vida. Phil Hellmuth, apesar de ser conhecido por seu ego faraônico, não tem o mesmo apreço por suas joias e se desfez de 11 de seus 13 braceletes.

Hellmuth decidiu doar suas joias a familiares e entre os contemplados, estão  seu pai, mãe, filhos, irmãos e irmã e até seu cunhado. Seu melhor amigo Chamath Palihapitiya foi o último a receber a estimada joia do poker, e ganhou o 13º bracelete conquistado por Hellmuth, quando venceu o Main Event da WSOP Europa em 2012.

Somente dois braceletes seguem em posse do “Poker Brat”: o de sua primeira conquista, no Main Event da WSOP em 1989, quando derrotou Johnny Chan no heads-up e se tornou o mais jovem vencedor do Main Event na época, e o 12º bracelete conquistado pelo americano, no Evento 18 da WSOP 2012, no torneio de $2.500 7-Card Razz, conquista que guarda com carinho após um jejum de quatro anos sem títulos da série

Os braceletes têm valor estimado em alguns milhares de dólares, com os últimos braceletes chegando a casa dos centenas de milhares.

phil hellmuth braceleteHellmuth é um dos maiores jogadores da história do poker, com o recorde de 13 braceletes conquistados na WSOP e mais de 100 premiações nos eventos da série, com quase US$ 18 milhões obtidos durante a carreira. Conhecido por seu temperamento explosivo, a doação dos braceletes pegou a comunidade do poker de surpresa.

 

 

 

 

 

13º bracelete conquistado foi dado a seu melhor amigo.

 

(Foto: Reprodução/Twitter)

Os melhores livros para correr atrás dos braceletes da WSOP você encontra na Loja MaisEV.


Veja mais:

Salas de Poker