Para CEO do Caesars, Poker Online Deve Ser Legalizado

Por: 26/04/2011

pode ser conseqüência da influência dos grandes cassinos  , ansiosos em  ocupar esta fatia do mercado.

Embora possa ser verdade que há uma certa rivalidade e concorrência entre cassinos e salas de jogos online, não é uma verdade absoluta.

Este é o caso da Caesar’s Entertainment – ex Harrah’s – empresa proprietária do World Series of Poker, que defende a legalização do poker online.

Para seu CEO, Gary Loveman, este é o melhor momento para legalizar o poker online nos EUA. Ele compara a proibição do poker online com a antiga lei seca que foi imposta no país no início do século passado:

“O atual bloqueio do poker online tem muitos paralelos com a proibição dos anos 1920. O negócio deixa de ser feito por empresas legítimas e respeitadas, que empregam milhares de pessoas, para ser realizada por operações underground e neste caso, estrangeiras.

“Assim como na lei seca, os consumidores perdem toda a proteção que vem com a regulamentação do governo. E milhões de outros americanos cumpridores da lei são pegos por uma lei que consideram ser um impedimento para uma atividade perfeitamente apropriada.”

Loveman diz também que a melhor maneira de resolver o problema é através de uma legalização federal, que exija licenciamento de empresas. Segundo ele, isso irá proteger o consumidor de atividades como fraudes e trapaças, e ainda criará empregos e impostos para o país.

“Resumindo, esta legislação deveria reconhecer a realidade do mundo em que vivemos, proteger os interesses dos cidadãos cumpridores da lei que querem jogar um pouco de poker da privacidade de suas casas, criar milhares de novos empregos e produzir milhões de dólares em uma nova atividade econômica. E deve reconhecer que, como um jogo de habilidade, o poker merece ser tratado diferente de outras formas de jogos de apostas.”

Embora Gary Loveman esteja obviamente falando de uma legislação para os Estados Unidos, poderia facilmente ser aplicada no Brasil, que é um dos mercados mais promissores para o poker online, deixando milhares de brasileiros felizes e ainda gerando milhões em impostos para o governo.

 

Historiador por formação, conheceu o MaisEV em sua primeira semana de vida, ainda em 2007. Em pouco tempo, tornou-se editor-chefe do site para fazer o que faz de melhor: escrever.

Veja mais:

Salas de Poker